Atividades

Como ser antirracista numa sociedade racializada?

Contextos
A branquitude como alvo de debate

Voltar para o início A branquitude como alvo de debate

Programa

O que há de comum entre o processo de construção de uma política de branqueamento nos idos do início do século XX e a reação conservadora da política e de parte do universo acadêmico frente as políticas de identidade?

Na busca de respostas, podemos destacar alguns caminhos como a construção hierárquica dos grupos sociais a partir da categoria raça como suporte das políticas coloniais e a dificuldade de (des)hierarquizar a divisão de privilégios do grupo social branco a partir das políticas de ação afirmativas.

E, são desses questionamentos que também levantamos, de forma macro, a reflexão sobre a e a intolerância ao Outro e ao diferente. Isso marca o período da construção da nação brasileira e podemos também afirmar em tempos atuais, marca as relações de afeto, desejo e encontros dos indivíduos.

Este encontro (uma parceria entre o Centro de Pesquisa e Formação e o Instituto Ella Criações Educativas) tem como objetivo colocar a branquitude como alvo da nossa conversa. Nosso interesse é desvendar o lugar do branco na construção das relações raciais, e construir um debate sobre a política de branqueamento como suporte do processo de formação de identidade brasileira, assim como entender qual o papel do grupo social branco nas ações e reações de violência da atual conjuntura brasileira.

O ponto de costura desses fatos históricos se torna aqui um cenário para um debate sobre os estudos críticos da branquitude e as relações raciais no Brasil.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Ana Helena Passos

Ana Helena Passos

Doutora em Serviço Social pela PUC/RJ. Pesquisa estudos críticos da branquitude, racismo, história afro-brasileira e educação étnico-racial.
Co-fundadora e Diretora de Comunicação do Instituto Ella Criações Educativas.
(Foto: Acervo pessoal)

Data

10/08/2018 a 10/08/2018

Dias e Horários

Sexta, 16h às 18h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Julho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira