Atividades

Ciclo Africanas no Brasil

Perspectivas
Africanas no Brasil

Voltar para o início Africanas no Brasil

Programa

Encontros realçam as contribuições de mulheres africanas que residem no Brasil nos campos das artes, pesquisa, educação e dos direitos humanos.

O Ciclo Africanas no Brasil é uma parceria com a Casa das Áfricas-Amanar e dá continuidade ao ciclo Áfricas: contribuições de intelectuais e artistas africanos no Brasil, realizado em 2017.

Africanas nas artes
Com Nduduzo Siba e Jacqueline Marissol Mwaba.

Africanas nas pesquisas
Com Amy Niang e Artemisa Odila Cande Monteiro.

Africanas em Educação e Direitos Humanos
Com Mwewa Lumbwe e Nádia Ferreira.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Irley Rivera)

Palestrantes

Nádia Ferreira

Nádia Ferreira

(Guiné Bissau), graduada Letras pela Universidade de São Paulo. Fundou a ONG Iada África Comiran e a microempresa Anin Magá.


(Foto: Divulgação)

Amy Niang

Amy Niang

(Senegal), Cientista Política, University of the Witwatersrand e pesquisadora visitante do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo - IRI-USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Artemisa Odila Cande Monteiro

Artemisa Odila Cande Monteiro

(Guiné Bissau), é cientista social e professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira(UNILAB). Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Piauí -UFPI e Licenciatura em Sociologia (UFPI), Mestre em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia- UFBa, Doutora em Ciências Sociais- UFBa.
(Foto: Acervo Pessoal)

Jacqueline Marissol Mwaba

Jacqueline Marissol Mwaba

(República Democrática do Congo/Brasil), cantora e compositora performer. Filha de congoloses (RDC), nasceu no Brasil recebeu, educação africana com a avó com quem aprendeu a língua kiswahili.
(Foto: Acervo Pessoal)

Mwewa Lumbwe

Mwewa Lumbwe

(República Democrática do Congo), Embaixadora Universal da Paz desde 2016, mestre em Crítica Cultural pela UNEB, professora na Universidade de Kamina (República Democrática do Congo). Possui graduação em Administração de Empresa Empreendedorismo pela Faculdade de Ciências da Administração de Garanhuns - PE, sendo empresária artística, além de Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil/República Democrática do Congo e sócia do Centro de Comunicação Científica e Holística Ltda.
(Foto: Acervo Pessoal)

Nduduzo Siba

Nduduzo Siba

(África do Sul), artista e performer, cantora sul africana de raízes Zulu. Atuou em canto no espetáculo musical Inútil Canto e Inútil Pranto Pelos Anjos Caídos, integrante do CoralUSP. Destaque para o projeto “Voz Própria” do grupo Mulheres Livres.
(Foto: Sergio Silva Ponte)

Data

09/11/2018 a 09/11/2018

Dias e Horários

Sexta, 10h às 17h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de Outubro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora