Atividades

realidades africanas e afro-brasileiras

Perspectivas
Aspectos do continente africano e de suas conexões com o Brasil

Voltar para o início Aspectos do continente africano e de suas conexões com o Brasil

Programa

Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação no ato da inscrição, com no mínimo dois dias de antecedência da atividade.

Este curso visa familiarizar professores, pesquisadores e interessados em geral com temas ligados às realidades africanas e afro-brasileiras de forma a estimulá-los a aprofundar seus conhecimentos. Com uma proposta de abordagem interdisciplinar, tratará de questões ligadas à história da África; das relações entre sociedades africanas e agentes de sociedades de fora do continente; dos relatos de viagem sobre a África e africanos no Brasil; das religiões presentes no continente; da produção literária e artística de africanos, assim como daquela realizada por brasileiros ligados às matrizes culturais africanas; das relações entre Brasil e África na longa duração e dos desafios a uma política externa africana. Os períodos considerados abarcam diferentes temporalidades, compreendendo momentos que vão do século XIV ao XXI.

20/03 - Catolicismo no Congo - séculos XVI - XIX
Profa. Dra. Marina de Mello e Souza
O tema abordado diz respeito à presença portuguesa em uma região hoje situada ao norte de Angola, mas que já foi chamada de reino do Congo. Serão tratadas as maneiras como o catolicismo foi ali recebido e os significados e funções que lhe foram atribuídos, considerando-se o contexto das grandes navegações portuguesas e a introdução do então chamado reino do Congo nos circuitos econômicos e políticos do Atlântico, nos quais o comércio de gente era central.

27/03 - Celebrações de reis congo no Brasil escravista, séculos XVII-XIX
Profa. Dra. Marina de Mello e Souza
Será analisada a constituição das congadas brasileiras, entendidas como formas de comunidades africanas e afrodescendentes reconstruírem e expressarem identidades e laços sociais no percurso de integração à sociedade brasileira escravista. 

03/04 - O islamismo na África: da difusão à vinda ao Brasil
Prof. Dr. Paulo Daniel Farah
O encontro propõe uma reflexão sobre o surgimento e a difusão do islamismo na África, as tradições muçulmanas presentes no continente, os fluxos de peregrinos, sábios e comerciantes e a busca de conhecimento.

10/04 - Narrativas de viagem sobre África e africanos no Brasil e literaturas africanas de língua árabe
Prof. Dr. Paulo Daniel Farah
Serão analisadas tanto as narrativas de viagem a respeito da África quanto as que versam sobre a presença africana no Brasil, e, entre os objetos de pesquisa, estão viajantes como Ibn Battuta (séc. XIV) e Abdurrahman bin Abdullah al-Baghdádi (séc. XIX).

17/04 - Mito, história e historicidade das sociedades africanas
Profa. Dra. Maria Cristina Cortez Wissenbach
A palestra tem como objetivo explicitar a necessidade de restabelecer a ordem de historicidade às interpretações sobre as sociedades africanas, no sentido de romper com uma série de estereótipos, imagens e mitos que condicionam o olhar sobre o continente, sobretudo sobre os povos da África Central.

18/04 - Visita ao Museu Afro-Brasil, coordenada pela
Profa. Dra. Maria Cristina Wissenbach com monitores

24/04 - A busca pela África e a formação de coleções de arte africana
Profa. Dra. Marta Heloisa (Lisy) Leuba Salum
Serão apresentados subsídios para o estudo das sociedades e culturas tradicionais da África na perspectiva dos estudos de arte e cultura material, tratando de momentos da história escrita da África revistos pela etnologia e pela arqueologia, assim como pela tradição oral.    

25/04 - Visita à reserva técnica do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE)
Profa. Dra. Marta Heloisa Leuba Salum

08/05 - As relações entre Brasil e África na longa duração e os desafios para uma política externa africana
Prof. Dr. Alexandre de Freitas Barbosa
A palestra enfoca as relações geopolíticas e econômicas entre o Brasil e a África a partir da política externa brasileira, abordando também os debates gerados no âmbito da sociedade civil, onde os contornos culturais dessa política aparecem de forma mais nítida.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes

Paulo Daniel Farah

Paulo Daniel Farah

Graduação e doutorado em Linguística e Teoria Literária pela USP. e pós-doc em História Social. É professor na FFLCH-USP e coordenador do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da USP. É diretor da BibliASPA, a Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul-Países Árabes-África

(Foto: Acervo Pessoal)

Alexandre de Freitas Barbosa

Alexandre de Freitas Barbosa

Graduação em Ciências Econômicas pela Unicamp e doutorado em Economia Aplicada também pela Unicamp. É Professor de História Econômica e Economia Brasileira/Internacional do IEB/ USP. Na mesma universidade é membro do NAP (Núcleo de Apoio à Pesquisa) Brasil-África.
(Foto: Acervo pessoal)

 

Marina de Mello e Souza

Marina de Mello e Souza

Graduação em Ciências Políticas e Sociais pela PUC-RJ, doutorado em História Social pela UFF e livre-docência em História da África pela FFLCH-USP. É professora do Depto de História da FFLCH - USP. Membro do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Maria Cristina Cortez Wissenbach

Maria Cristina Cortez Wissenbach

Doutorado em História Social pela USP. Professora do Depto de História da FFLCH / USP. Membro do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da USP. Foi presidente da ABE-África, Associação Brasileira dos Estudos Africanos, na sua primeira gestão 2014-2016.
(Foto: Acervo Pessoal)

Marta Heloisa (Lisy) Leuba Salum

Marta Heloisa (Lisy) Leuba Salum

Graduação em Educação Artística pela FAAP, mestrado e doutorado em Antropologia Social. É docente do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE/USP), junto à área de Etnologia Africana. Membro do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da USP.

Data

20/03/2017 a 25/04/2017

Dias e Horários

Segundas, 14h às 17h
*18 e 25/04 - Terças, 14h às 17h

As inscrições podem ser feitas a partir de 23 de fevereiro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 30,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 50,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 100,00 - inteira