Atividades

A arte construtivista e o processo revolucionário na Rússia

Perspectivas
Ciclo 1917: o ano que abalou o mundo, 100 anos da Revolução Russa - O construtivismo russo: história, estética e política

Voltar para o início Ciclo 1917: o ano que abalou o mundo, 100 anos da Revolução Russa - O construtivismo russo: história, estética e política

Programa

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

O movimento construtivista russo redirecionou a produção artística soviética e influenciou decisivamente a arte e a reflexão estética ocidental do século XX. Contrariando o ideário do grupo, umbilicalmente ligado a Revolução de Outubro, a historiografia formalista sobre o movimento abordou-o como um movimento que se restringia, fundamentalmente, a experimentações abstratas geométricas, descontextualizando-o e despolitizando-o.

Em sua recepção ocidental, especialmente via MOMA, desenhos, cartazes, pinturas e objetos tridimensionais construtivistas foram veiculados enquanto objetos autônomos, desprovidos de sua sintaxe histórica e política. A perspectiva construtivista-produtivista, entretanto, era distinta e iminentemente política - tratava-se de um processo de revolução da própria concepção de arte e, acima de tudo, de um processo de revolução das esferas de produção e do modo de vida.

A palestra pretende, em consonância com a historiografia crítica, "escovar a contrapelo" a história do construtivismo. Para tanto, procurar-se-á localizar o construtivismo no espectro político do processo revolucionário, reconstruindo a história do movimento a partir de seus momentos decisivos, como a passagem do "construtivismo de laboratório" ao construtivismo-produtivismo do grupo Frente de Esquerda das Artes (LEF: 1922-1928), o debate desenvolvido pelo grupo sobre a reestruturação do modo de vida e do psiquismo soviético e o combate dos construtivistas à cultura burguesa promovida pela Nova Política

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Arte: Walter Cruz)

Palestrantes

Clara F. Figueiredo

Clara F. Figueiredo

Mestre e doutoranda em Artes Visuais pela ECA/USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Thyago Marão Villela

Thyago Marão Villela

Mestre em Artes Visuais pela USP e doutorando em Sociologia pela Unicamp.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

22/06/2017 a 22/06/2017

Dias e Horários

Quinta, 19h às 21h

As inscrições podem ser feitas a partir de 24 de maio às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora