Atividades

O que você enxerga ao ver uma mulher negra?

Contextos
Como falar de coisas invisíveis

Voltar para o início Como falar de coisas invisíveis

Programa

A produção de mulheres negras no campo das artes pode parecer, a primeira vista, um tema abstrato. Muitas vezes entendidas como militantes ou ativistas sociais, essas artistas atuam pela presença criada a partir da experiência de seus corpos de negras. Em seus percursos investigativos estão interessadas no campo de tensão criado em relação as narrativas construídas sobre seus corpos . Nomes, palavras, gestos utilizados no processo de apagamento das sujeitas mulheres negras são trazidos como motriz para a cena ação.

A performance neste sentido constitui para essas mulheres um espaço potente de investigação e de expressivo contingente de artistas debruçadas nestes aspectos.
Estas relações não se limitam ao território brasileiro, mas transbordam entre os países cujo a escravização foi pilar estrutural.

Como falar de coisas invisíveis é um curso que apresenta um recorte do panorama das performances de mulheres negras (dada suas devidas restrições de escolha) que pensam as relações dos resquícios da diáspora negras pelo atlântico, ao mesmo tempo que, trata dos processos investigativos das performances realizadas por artistas negras.

O curso conta com a participação especial das performers Marcia Vilavox e Tina Melo.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Isabela Alves)

Palestrantes

Val Souza

Val Souza

Mestranda pela Universidade Federal da Bahia, pesquisadora e performer, desenvolve trabalhos onde seu corpo é a principal ferramenta.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

27/11/2018 a 29/11/2018

Dias e Horários

Terça a Quinta, 15h às 18h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de Outubro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis

Inscreva-se agora