Atividades

Discussão sobre a estética do teatro paulistano

Autografias
Da teatrocracia: estética e política do teatro paulistano contemporâneo

Voltar para o início Da teatrocracia: estética e política do teatro paulistano contemporâneo

Programa

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

O livro "Da teatrocracia: estética e política do teatro paulistano contemporâneo,  discute a recente produção cênica experimental da cidade de São Paulo a partir da análise de obras estreadas entre 2009 e 2014, analisa as peças: "Barafonda" e "Quem não sabe mais quem é, o que é e onde está precisa se mexer", da Cia São Jorge de Variedades; "Petróleo", escrita por Alexandre Dal Farra e dirigida por Clayton Mariano; (ver[ ]ter) e o "Laboratório permanente de plágio", da Cia Les Commediens Tropicales, e O farol, do Coletivo OPOVOEMPÉ.

Contrapondo as peças a algumas das mais importantes teorias do teatro contemporâneo (o "pós-dramático" de Hans-Thies Lehmann, o teatro "performativo" de Josette Féral ou Erika Fischer-Lichte, os "teatros do real" de Maryvonne Saison e José Sanchez), bem como da arte contemporânea em geral (o "pós-moderno" como analisado por Fredric Jameson ou o "pós-vanguardista" de Peter Bürger), busca compreender o momento histórico atual e as possibilidades de o fenômeno cênico se colocar como resposta aos impasses desse presente.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Foto: Mariana Chama)

Palestrantes

Artur Kon

Artur Kon

Ator, dramaturgo e pesquisador, bacharel em Artes Cênicas pela Unicamp, mestre e doutorando em Filosofia pela FFLCH/USP, na linha de Estética e Filosofia da Arte. Autor do livro Da teatrocracia: estética e política do teatro paulistano contemporâneo, que discute a recente produção cênica experimental da cidade de São Paulo. Atualmente sua pesquisa aborda formas contemporâneas de escrita dramatúrgica, a partir dos textos da escritora austríaca Elfriede Jelinek. Fundou a Cia de Teatro Acidental, onde trabalha como ator, produtor e dramaturgista; realiza também trabalhos artísticos em outros coletivos (Cia de Feitos, Pérfida Iguana, ciadasatrizes), como convidado.

(Foto : Renan Marcondes).

Data

15/09/2017 a 15/09/2017

Dias e Horários

Sexta, das 19h30 às 21h30

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de agosto às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis