Atividades

Evento Paralelo ao III Workshop Internacional Espaços de Memória de Cultura

Conferências e Seminários
Encontro Espaços de Memória e Cultura: territórios de conflito

Voltar para o início Encontro Espaços de Memória e Cultura: territórios de conflito

Programa

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

Como as organizações podem atuar na promoção e manutenção de agenciamentos coletivos?

Quais são as práticas mais recentes de museus e instituições culturais para intervir coletiva e publicamente com denúncias de injustiças sociais?

Como as comunidades estão se apropriando de ações de memória, ou mesmo de musealização para afirmação e difusão de suas próprias narrativas e contextos sociais?

Questões como essas serão discutidas neste encontro com especialistas que vem pensando estes assuntos e o público interessado.

Com Renato Cymbalista e Viv Golding.
Mediação: Karen Worcman.
  

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes

Karen Workman

Karen Workman

Historiadora, formada pela Universidade Federal Fluminense, com pós graduação em Linguística na Universidade Federal do Rio de Janeiro.  Fundadora e diretora- presidente do Instituto Museu da Pessoa desde 1991. Atualmente Integra o grupo de pesquisa Interdisciplinar de pós- graduação Diversitas – Humanidades, Direitos e outras legitimidades (USP -Universidade de São Paulo) e faz parte do Conselho do Center For Digital Storytelling, além de atual como colaboradora em storytelling collection do Wellbeing project.  É fellow Ashoka desde 1999 tendo sido membro do Global Fellowship Team da Ashoka entre 2004 e 2008, com foco em estratégias de ampliação do impacto social e membro da rede de empreendedores sociais da Folha-Schwab . Foi editora e co- editora de várias publicações tais como História Falada: memória, rede e mudança social (2006), Tecnologia Social de Memória (2009), Transformações Amazônicas (2010) , Todo Mundo tem uma História  para contar (2012), Quase Canções (2017) e Social Memory Tecnhology: Theory, Practice, Action (em parceria com Joanne Garde-Hansen –Warrick University - Routledge Publications House - 2016).

Renato Cymbalista

Renato Cymbalista

Docente do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto, grupo de disciplinas Urbanização e Urbanismo. Doutor em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (2006). Coordenador do núcleo de urbanismo do Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais (2003-2008). Coordenador do grupo de pesquisa "Lugares de Memória e Consciência" (USP-CNPq) desde 2013, com o objetivo de problematizar os sítios de memória e consciência, que permitem cruzamento entre as temáticas da arquitetura, urbanismo, história, memória e direitos humanos.  Coordenador do Grupo de Pesquisa “O guia dos Lugares Difíceis de São Paulo”, com objetivo na redação de guia da cidade de São Paulo a partir de seus lugares problemáticos, tensos, que remetem a lutas sociais, traumas, violações de direitos e a busca pela sua afirmação. Pesquisador de Pós-doutorado do IFCH-UNICAMP, no projeto temático "Dimensões do Império Português" (2008-2010). Parecerista ad hoc FAPESP. Editor Adjunto da Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (2010-2012). Presidente do Instituto Pólis (desde 2012). Integra o Conselho Administrativo da Casa do Povo (desde 2014) Associado do Instituto Goehte (desde 2016). Integra o Laboratório para Outros Urbanismos (FAU-USP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Viv Golding

Viv Golding

Professora sênior da Escola de estudos de Museus da Universidade de Leicester (ING) desde 2002. Eleita Presidente do Conselho Internacional de Museus de Etnografia (ICME - International Committee for Museums and Collections of Ethnography) em 2013. Tem vasta experiência em programas de educação em arte (1980-1992) e educação formal no Museu Horniman (1992-2002), assim como, diversas publicações sobre feminismo e ativismo antirracista. Suas recentes publicações são Museums and Innovations (2016), Museums and Truth (2014), Museums and Affect (2013), Museums and Communities (2013). Sua tese de doutorado teve como tema "Voices and Visibilities at the Museum Frontiers”.

Data

06/07/2017 a 06/07/2017

Dias e Horários

Quinta, 19h30 às 21h

A atividade acontecerá no Sesc Vila Mariana, que fica na
rua Pelotas, 141.

Local

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141

Valores

Grátis

Inscreva-se agora