Atividades

Os feminismos e os estudos de gênero têm alterado o modo como se entende o que é violência?

Contextos
Feminismos, Gênero e Violência: Categorias e Abordagens

Voltar para o início Feminismos, Gênero e Violência: Categorias e Abordagens

Programa

Diante da conjuntura nacional e das modificações ocorridas social e culturalmente nas últimas duas décadas, a questão inicial do curso considerará a influência de ativismos on-line e off-line no que se coloca atualmente como violência em relações afetivo-sexuais.

Teriam as noções de vítima, agressor(a) e de feminismo(s) se alterado? Com base nesse questionamento o curso terá três eixos. O primeiro trará um panorama histórico sobre como os estudos de gênero e feministas, precedidos pelos estudos de mulheres, instigaram o modo de pensar o que é violência, desnaturalizando as desigualdades e violências de gênero cotidianas.

O segundo aprofundará a reflexão acerca de como as diferentes noções do que é ou não violência são perpassadas por disputas políticas e culturais que se modificam contextualmente. Esse entendimento permitirá inquirir sobre novas categorias que têm sido produzidas socialmente, tais como as recentes mudanças do que é considerado estupro, assédio e relações abusivas.

Por fim, o terceiro eixo se deterá mais especificamente em masculinidades, feminilidades, saberes médicos e de movimentos sociais com a finalidade de dar lugar a abordagens pouco convencionais, tendo como ponto de chegada pensar a violência em relações afetivo-sexuais deixando de lado um olhar heteronormativo e buscando compreensões também sobre relações homoafetivas.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Laura Viana)

Palestrantes

Fernanda Kalianny Martins Sousa

Fernanda Kalianny Martins Sousa

Antropóloga e doutoranda em Ciências Sociais (UNICAMP). Pesquisa a produção social da categoria relacionamentos abusivos entre casais hétero e homoafetivos. É pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Marcadores Sociais da Diferença (NUMAS/USP) e do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu (UNICAMP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Isabela Venturoza

Isabela Venturoza

Antropóloga e doutoranda em Antropologia Social (UNICAMP). Pesquisa sobre as relações e tensões entre homens, masculinidades e feminismos. É pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Marcadores Sociais da Diferença (NUMAS/USP) e do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu (UNICAMP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

12/09/2018 a 26/09/2018

Dias e Horários

Quartas, 19h às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de Agosto, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira