Atividades

Laboratório de produção de documentário interativo coletivo sobre as vilas operárias de São Paulo

Contextos
Laboratório de Documentário Interativo & Cartografias da Memória

Voltar para o início Laboratório de Documentário Interativo & Cartografias da Memória

Programa

O Laboratório propõe uma imersão em conceitos e cases internacionais de documentários interativos, discute etapas de produção e questiona como a interatividade transforma as possibilidades de impacto social e engajamento das comunidades locais, em projetos de registro de memória e território.

Através de oficinas criativas, filmagens e produção digital, realizaremos um projeto coletivo sobre as Vilas Operárias de São Paulo, que será publicado no final do curso e lançado no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em maio de 2018.

O Laboratório parte da cartografia das Vilas Operárias de São Paulo e revela camadas da formação multifacetada do povo brasileiro, a partir dos os sucessivos ciclos econômicos do país. As vilas operárias são construídas por e para migrantes e imigrantes, que vieram para a cidade em busca de trabalho a partir da revolução industrial.

Neste documentário interativo, os modos de vida, traços arquitetônicos, brincadeiras e festas tecem memórias em retratos contemporâneos, através de entrevistas e imagens de arquivo de vilas como Maria Zélia, Economizadora, Itororó, Ingleses, Holandesa, Maria e Cerealina.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

Palestrantes

Marina Thomé

Marina Thomé

Marina Thomé, mestre em Documentário Criativo (UAB - Espanha). Possui especialização em fotojornalismo e storytelling (International Center of Photography, EUA). Co-diretora do projeto multimídia e interativo Som dos Sinos, vencedor do prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade - IPHAN, 2016 e do World Summit Award Mobile Brasil 2016 na categoria Cultura e Turismo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Marcia Mansur

Marcia Mansur

Documentarista, mestre em antropologia com especialização em patrimônio cultural UFPE e em Arts Administration pela New York University.
Co-diretora do projeto multimídia e interativo Som dos Sinos, vencedor do prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade - IPHAN, 2016 e do World Summit Award Mobile Brasil 2016 na categoria Cultura e Turismo.
(Foto: Acervo Pessoal)

 

Pré-requisito

É preciso ter experiência em pelo menos uma das seguintes áreas: documentário, produção audiovisual, fotografia, edição, desenho de som, pesquisa, ciências humanas, histórias de vida, design, ilustração, comunicação, artes visuais, arquitetura de informação ou programação. No caso dos documentaristas, é desejável ter o seu próprio equipamento de filmagem / áudio

Critérios de seleção: O processo seletivo leva em consideração a composição multidisciplinar do grupo. Além do compromisso com o laboratório de média duração, recomenda-se que os candidatos explicitem com que habilidades podem compor o projeto colaborativo.

Pré-inscrições: Preenchimento do Formulário para seleção entre os dias 28/11 e 10/01.

Resultado: Será informado no dia 18/01/18 via e-mail.
Após anuncio os selecionados deverão se matricular pessoalmente na Central de atendimento do Centro de Pesquisa e Formação, até o dia 24/01.

Data

20/02/2018 a 07/04/2018

Dias e Horários

20/2 a 10/5, terças e quintas, das 10h às 13h. Exceto dias 1/5 e 8/5
10/3 a 7/4, sábados, das 10h às 18h. Exceto dias 17/3 e 31/3.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 36,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 60,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 120,00 - inteira

Notícias


Laboratório de Documentário Interativo & Cartografias da Memória
Laboratório de produção de documentário interativo coletivo sobre as vilas operárias de São Paulo.