Atividades

os maestros que introduziram inovações estéticas nos arranjos das canções sertanejas

Contextos
Maestros sertanejos

Voltar para o início Maestros sertanejos

Programa

Os maestros Itapuã e Martinez estarão pela primeira vez juntos para comentarem, enquanto percorrem suas trajetórias artísticas, sobre as inovações estéticas introduzidas por eles nos arranjos das canções sertanejas.

O encontro será conduzido e mediado pelo músico e pesquisador Saulo Alves, que apresentará um panorama histórico dos arranjos no segmento sertanejo, com ênfase nas ações do maestro Oscar Safuan quando tentava implementar mudanças no modo de arranjar e também de funcionar os estúdios de gravação: playback, partituras, instrumentos de cordas etc.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Acervo Pessoal Familia Safuan)
 

Palestrantes

Itapuã

Itapuã

Ozório Ferrarezi, mais conhecido como Itapuã, é criador, junto com Tião Carreiro, do ritmo do pagode de viola. Sua atuação profissional nos estúdios de São Paulo dura até 1993, a qual se consolida ao lado dos maestros Oscar Safuán e Martinez.
(Foto: Saulo Alves)

Martinez

Martinez

Evêncio Rana Martinez é natural da Galícia, chega ao Brasil em 1958 e começa a atuar esporadicamente como trompetista até ser convidado para acompanhar as canções rancheiras com as principais duplas sertanejas. Posteriormente, assume o destacado posto de maestro e arranjador.
(Foto: Saulo Alves)

Saulo Alves

Saulo Alves

Pós-doutor em música pela Unicamp (2016). Produziu o curta metragem "A mão direita do Itapuã" (2017), em parceria com Mário de Almeida. Publicou o livro "O processo de escolarização da viola caipira: novos violeiros (in)ventano modas e identidades" (2012) e, em 2014, lançou o livro-CD "Desaboio".
(Foto: Mario de Almeida)

Data

11/01/2019 a 11/01/2019

Dias e Horários

Sexta, 15h às 18h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 19 de Dezembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora