Atividades

Escrita e edição em fronteiras permeáveis

Em Debate: América Latina: transgressões e transformações
Mediadores Culturais na Formação da Nação e da Modernidade na América Latina

Voltar para o início Mediadores Culturais na Formação da Nação e da Modernidade na América Latina

Programa

Esta palestra tem como objetivo apresentar o conteúdo abordado no livro "Escrita e edição em fronteiras permeáveis. Mediadores Culturais na Formação da Nação e da Modernidade na América Latina (século XIX e primeiras décadas do XX)".

Publicado pela editora Intermeios em 217, com apoio do Programa de Pós-Graduação em História Social da USP, e se volta à história contemporânea especialmente da Argentina, do México e do Brasil. Discute formas pelas quais as práticas de escrita e de leitura, de edição e circulação de textos impressos - entre a Europa e as Américas, entre as elites e os setores populares americanos - ajudaram a tecer o ambiente político e cultural das sociedades nacionais em construção.

A palestra analisa as narrativas que iluminam o papel desempenhado por "mediadores culturais" - professores de longínquas escolas rurais, soldados, escrivães, escritores, intelectuais e editores - na difusão de repertórios, representações e ideias que delineavam os contornos e tensões da modernidade cultural e política.

Seu papel foi fundamental para integrar grupos sociais considerados excluídos da "civilização" e do mundo letrado em circuitos que favoreciam trocas, apropriações e reelaborações culturais e estendiam, em meio a disputas e assimetrias de poder, as fronteiras da modernidade.

Percorrendo as relações entre populações indígenas e a nova ordem política que as abarcava no século XIX, as representações sobre o território e as culturas populares conformadoras da nação, as conexões com a referência civilizatória francesa e o exílio de editores que, desterrados da Espanha franquista, contribuíram para "interiorizar" a publicação de livros na Argentina e no México, a palestra apresentará os resultados de pesquisas nas quais se captura a inquieta movimentação de sujeitos procurando ler e responder aos desafios e possibilidades colocados em sua época.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Gabriela Pellegrino Soares

Gabriela Pellegrino Soares

Professora Livre-Docente de História da América Independente da USP. É pesquisadora do CNPq, coordenadora da equipe brasileira no projeto de cooperação internacional Transatlantic Cultures (Fapesp/Agence Nationale de la Recherche) e pesquisadora associada da Biblioteca Brasiliana (BBM-USP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

11/04/2019 a 11/04/2019

Dias e Horários

Quinta, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Março, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis