Atividades

Oficina integrada ao 10º Encontro Paulista de Museus I 10EPM

Contextos
Museus em Transformação: Participações e Autonarrativas

Voltar para o início Museus em Transformação: Participações e Autonarrativas

Programa

Realizado anualmente pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, a partir da Coordenação do Sistema Estadual de Museus em parceria com Sesc e outras organizações que compõem  a Comissão Consultiva.

Oficina integrada ao 10º Encontro Paulista de Museus I 10EPM.
Como atender as demandas sociais? Como realizar curadoria compartilhada em museus? A colaboração é uma forma de prática da participação em museus?

Contextualizada nos debates sobre a função social dos museus e da museologia colaborativa e compartilhada, a oficina introduz questões e metodologias referentes à participação de públicos em museus, seguindo a orientação é a Política Nacional de Museus. A proposta é avançar com a proposição de tecnologias para o atendimento das distintas demandas referentes à preservação patrimonial e às construções de memórias sociais pelo museu. Assim como contribuir para fundamentar os direitos de segmentações sociais, em especial as historicamente marginalizadas, ao espaço museal, para agregar à instituição os mais distintos saberes para a descolonização do pensamento e da práxis. São alguns pontos importantes: a autonarrativa, falar por si, o reconhecimento da diferença e do diferente, o exercício da tolerância e o deslocamento da tomada de decisão.

A oficina se organizará em grupos de discussão com os seguintes temas:
1. Se colocar no lugar/respeitar o lugar do outro.
2. Autonarrativa e multivocalidade no museu.
3. O método colaborativo.
Os trabalhos serão orientados por um grupo de museólogas, educadores de museu e indígenas - Kaingang, Guarani Nhandewa e Terena. Trata-se de um grupo que atua em processo colaborativo e com curadoria compartilhada. Essa experiência será passada aos inscritos na oficina, como também aquelas relativas à Museologia Indígena e Museologia Social.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Marília Xavier Cury

Marília Xavier Cury

Docente em Museologia do MAE-USP.

Carla Gibertoni Carneiro

Carla Gibertoni Carneiro

Educadora e chefe da Divisão de Apoio à Cultura e Extensão do MAE-USP.

Maurício André da Silva

Maurício André da Silva

Educador, chefe do Serviço Técnico de Educação do MAE-USP.

Viviane Wermelinger Guimarães

Viviane Wermelinger Guimarães

Museóloga, chefe do Serviço Técnico de Expografia do MAE-USP.

Dirce Jorge Lipu Pereira

Dirce Jorge Lipu Pereira

Líder do grupo Kaingang da Terra Indígena Vanuíre.

Susilene Elias de Melo

Susilene Elias de Melo

Líder do grupo Kaingang da Terra Indígena Vanuíre.

Claudinei de Lima

Claudinei de Lima

Representante Nhandewa da Aldeia Nimuendaju.

David Henrique da Silva Pereira

David Henrique da Silva Pereira

Representante Terena da Aldeia Ekeruá.

Data

20/07/2018 a 20/07/2018

Dias e Horários

Sexta, 15h às 18h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de junho às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis