Atividades

Mesa com docentes brasileiro e chileno apresenta o cenário da canção de protesto nos dois países

Em Debate: América Latina: transgressões e transformações
Nueva Canción Chilena e a Canção de Protesto no Brasil

Voltar para o início Nueva Canción Chilena e a Canção de Protesto no Brasil

Programa

O conturbado período das décadas de 1960 e início de 1970 tiveram fortes ecos em manifestações musicais da América do Sul.

Especialmente no Brasil e Chile os movimentos da "Canção de Protesto" e a "Nueva Canción Chilena" encontram similaridades em termos estéticos que serão debatidos por especialistas nessa mesa.

Os procedimentos musicais e cancionais de músicos como Victor Jara, Gustavo Becerra, Geraldo Vandré, Edu Lobo, entre outros, serão apresentados no sentido de se buscar um denominador comum aos diferentes atores dentro do contexto de cada movimento.

Essa atividade faz parte da REMPUL (Rede para Estudos de Música Popular de Universidades Latino-americanas) envolvendo docentes de música da Universidad Val-Paraíso (Chile) e UNICAMP (Brasil).

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Paulo Tiné

Paulo Tiné

Docente do departamento de música da UNICAMP.  É autor do livro "Harmonia: Fundamentos de Arranjo e Improvisação". Possui 5 CDs lançados como autor, instrumentista e arranjador.
(Foto: Acervo Pessoal)

Pablo Palacios Torres

Pablo Palacios Torres

Docente da Universidade de Val Paraíso (Chile).
Violonista e musicólogo, da Universidade de Valparaíso e da Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso. Seu trabalho como pesquisador e intérprete levou-o a gravar em importantes centros de música moderna, como CMMAS (México) e PHONOS (Barcelona), além de participar de festivais e congressos sobre música e cultura dos séculos XX e XXI em Nova York, Viena, Barcelona, Arras, La Plata, entre outras cidades.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

11/04/2019 a 11/04/2019

Dias e Horários

Quinta, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Março, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira