Atividades

Quem sou eu em meio à guerra? Que nos revela Svetlana Alexievitch sobre a condição humana entre os escombros?

Contextos
O livro da vez: Condição humana e escombros na obra de Svetlana Alexievitch

Voltar para o início O livro da vez: Condição humana e escombros na obra de Svetlana Alexievitch

Programa

Premiada com o Nobel de Literatura em 2015, a ucraniana Svetlana Alexievitch  desponta como uma maestra do múltiplo coro de vozes que compõe suas obras. Isso porque a escritora silencia a cadência de suas perguntas para ouvir os mais diversos relatos, via de regra impetuosos e escatológicos, de suas personagens/pessoas - os sobreviventes soviéticos de tragédias como a Segunda Guerra Mundial, a Guerra do Afeganistão e Tchernobil.

Em “A guerra não tem rosto de mulher”(1985), a polifonia de Alexievitch parece levar às últimas consequências o entrelaçamento entre o feio e o belo, a deformação e o ímpeto por reconciliação e harmonia em meio aos escombros e memórias da Grande Guerra Patriótica (1941-45), conflito que ceifou a vida de 27 milhões de soviéticos.

Ora, se eu sou eu e minha circunstância, como quer o filósofo espanhol José Ortega y Gasset (1883-1955), a guerra esgarça a condição e a identidade humanas. Afinal, quem sou em meio à guerra? (Ou pior: o que é a guerra a jorrar de mim?)

Na palestra em questão, ressoaremos as vozes de Svetlana Alexievitch para acompanharmos o alargamento da fronteira de tudo aquilo que pulsa e é humano - ainda que em meio à mais rematada desumanidade.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Mulheres guerrilheiras de um região rural da antiga União Soviética. Crédito: AP Photo British Official Photograph)

Palestrantes

Flávio Ricardo Vassoler

Flávio Ricardo Vassoler

Doutor em Letras pela USP, com estágio doutoral junto à Northwestern University (EUA).
(Foto: Acervo Pessoal)

Bibliografia

SVETLANA, Alexievitch. A guerra não tem rosto de mulher. Tradução de Cecília Rosas. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

________ . O fim do homem soviético. Tradução de Lucas Simone. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

________ . Vozes de Tchernobil. Tradução de Sônia Branco. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

VASSOLER, Flávio Ricardo. "Réquiem e utopia". In: Revista Peixe-elétrico. Volume 5. São Paulo: E-galáxias, junho-julho de 2016.

Data

14/12/2017 a 14/12/2017

Dias e Horários

Quinta, 10h30 às 12h30

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de novembro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora