Atividades

Ciclo apresenta abordagens sobre tecnologias a partir das produções de afrodescendentes e povos indígenas

Perspectivas
Outras tecnologias: perspectivas afro-indígenas

Voltar para o início Outras tecnologias: perspectivas afro-indígenas

Programa

O ciclo propõe ampliar o olhar a respeito do que vem a ser a tecnologia no seu sentido mais amplo e seus atores. Povos indígenas, africanos e seus descendentes são costumeiramente vistos como “atrasados”.

A narrativa mais comum atribuída a esses sujeitos é a de que estão vinculados a formas de fazer e pensar tradicionais, mais ligados à natureza e às religiosidades do que ao fazer científico e tecnológico.

25/10 – Mesa 1: Descolonizando Saberes: a Lei 10.639/2003 no Ensino de Ciências.
Com Bárbara Carine Soares Pinheiro e Darlene Taukane.Darlene Taukane
 
25/10 – Mesa 2: Gênero, raça e tecnologias digitais
Com Zelinda dos Santos Barros e Anápuáka Muniz Tupinambá.

26/10 – Mesa 1: Arquitetura africana e indígena
Com Henrique Antunes Cunha Júnior, Jucimar Paikyre e José Afonso Portocarrero.
 
26/10 – Mesa 2: Programa Oguntec um novo tom para ciência na Bahia - Uma ação afirmativa para inclusão de jovens negros e negras nas áreas de Ciência e Tecnologia.
Com Tarry Cristina Santos Pereira e Carlos Machado.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Bertina Lopes. Foto: Pedro R. Simoes - CC 2.0)

Palestrantes

Darlene Taukane

Darlene Taukane

Darlene Taukane, do povo Bakairi foi a primeira indígena brasileira com Mestrado em Educação. Escritora, pesquisadora, professora, é autora de "A história da educação escolar entre os Kurâ-Bakairí".

(Foto: Acervo pessoal)

Anápuáka Muniz Tupinambá

Anápuáka Muniz Tupinambá

Formado em Gestão em Marketing. É indígena da etnia Tupinambá e Pataxó Hã-hã-hãe, um dos fundadores e coordenador da Rádio Indígena Yandê. É também coordenador e idealizador da Web Brasil Indígena. Membro e idealizador da Rede de Cultura Digital Indígena. Articulador de Políticas Públicas para População Indígena.
(Foto: Acervo Pessoal)

Bárbara Carine Soares Pinheiro

Bárbara Carine Soares Pinheiro

Professora da UFBA. Licenciada em Química pela UFBA. Mestra e doutora em Ensino de Química pelo programa de pós-graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da UFBA/UEFS.

Carlos Machado

Carlos Machado

Bacharel licenciado e mestre em História Social pela USP. Autor do livro “Gênios da Humanidade: Ciência, tecnologia e inovação africana e afrodescendente”, editora DBA, 2017.
(Foto: Acervo Pessoal)

Henrique Antunes Cunha Júnior

Henrique Antunes Cunha Júnior

Graduado em Engenharia Elétrica pela USP e em Sociologia pela UNESP. Mestre em História - Université de Nancy- França e Doutor Em Engenharia Elétrica pelo Instituto Politécnico de Lorraine.

José Afonso Portocarrero

José Afonso Portocarrero

Graduação em arquitetura e urbanismo pela Universidade Católica de Santos, especialização em planejamento urbano pela Universidade de Dortmund - Alemanha, mestrado em História pela UFMT e doutorado em arquitetura e urbanismo pela FAU/USP. É Professor da UFMT.

Jucimar Paikyre

Jucimar Paikyre

Arquiteto pela UFMT.

Tarry Cristina Santos Pereira

Tarry Cristina Santos Pereira

Pedagoga com especialização em Psicopedagogia Clínica Institucional. Coordenadora Pedagógica da Prefeitura Municipal de Salvador. Diretora Pedagógica do Instituto Cultural Steve Biko e Coordenadora do Projeto Oguntec.
(Foto: Agudá Moda e Arte)

Zelinda dos Santos Barros

Zelinda dos Santos Barros

Cientista social, ciberativista, Doutora em Estudos Étnicos e Africanos (CEAO/UFBA). Mestra em Ciências Sociais pela UFBA. Bacharela em Ciências Sociais pela UFBA.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

25/10/2018 a 26/10/2018

Dias e Horários

Quinta e Sexta, 14h às 18h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Setembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira

Inscreva-se agora