Atividades

As críticas culturais do cinema de fronteira acerca da conectividade, globalização e mobilidade

Contextos
Paradoxos da Visibilidade nos Cinemas de Fronteira da "Nova Europa" e Além

Voltar para o início Paradoxos da Visibilidade nos Cinemas de Fronteira da "Nova Europa" e Além

Programa

Tomando como ponto de partida as ligações entre a "crise" na ontologia cinematográfica provocada pelo advento das tecnologias digitais de 1990 em diante, e as crises de identidade na chamada "nova Europa" no mesmo período, a palestra explorará como o cinema de fronteira europeu da virada do século adotou abordagens experimentais das técnicas digitais para propor esteticamente críticas culturais da conectividade, globalização e mobilidade, no momento em que as fronteiras europeias, assim como as fronteiras do cinema, estavam sendo expandidas e renegociadas.

Esta análise retrospectiva do cinema em transição da Europa é particularmente importante, especialmente em um período em que outras fronteiras globais, bem como as relacionadas com a mídia, voltam a ser desafiadas e reconfiguradas. Para além dos cinemas europeus de migração, os conceitos mobilizados podem ser ampliados e modificados para analisar outras instâncias de cinemas transculturais de fronteira que experimentam novas estéticas, entre o analógico e o digital, a fim de propor novas cartografias culturais.

Além de um fenômeno técnico-visual, essa estética híbrida pode ser considerada uma metáfora para os paradoxos do colapso de fronteiras: à medida que alguns muros são demolidos, outras fronteiras tomam seu lugar, o que, em sua perceptível polaridade, frequentemente mascara outras interdivisões para além desses binários. A coordenação é de Débora Butruce.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Albergue Espanhol, de Cedric Klapischl)

Palestrantes

Marina Hassapopoulou

Marina Hassapopoulou

Professora do Departamento de Estudos de Cinema e Codiretora Associada do Programa de Arquivamento e Preservação de Imagens em Movimento da Universidade de Nova Iorque.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

15/03/2019 a 15/03/2019

Dias e Horários

Sexta, 19h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Fevereiro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis

Inscreva-se agora