Atividades

Como pensar a coragem hoje? Será que ainda faz sentido falar em coragem e seus heroísmos?

Mutações
A anarquia da coragem

Voltar para o início A anarquia da coragem

Programa

O paradoxo: "não existe coragem sem medo", desdobra-se em: "para ser corajoso é preciso ter medo". Ou seja, para se ter coragem é preciso associá-la com a justiça, a sabedoria e a prudência.

A trajetória histórica da palavra medo aponta para vários papéis que aquele exerce, como por exemplo, o sentido de "paixão civilizadora", na figura do Estado e do exercício político. Assim, temos o medo como um dos indicadores civilizadores e a coragem passa a ser então, uma qualidade superior, extrínseca ao homem.

Isso explica, como o medo serviu e serve para controlar a sociedade, como o Estado, passou a racionalizar o medo, de maneira pragmática, abolindo o tema coragem, com o passar do tempo, a tratando como algo delusório e irracional.

A observação preliminar contempla um dos pontos centrais da 33° edição do Ciclo Mutações: Sobre a coragem e outras virtudes, uma realização do Sesc e da Artepensamento, com a curadoria e concepção do filósofo, jornalista e professor Adauto Novaes.

Nesta edição, que acontece no período de 6 de junho a 2 de agosto, conta com 18 conferências, como segue a programação abaixo:

A anarquia da coragem | com Márcia Sá Cavalcante.
Mediação: Maurício Trindade da Silva.

Recomendamos o uso de máscara cobrindo nariz e boca.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, solicite pelo e-mail centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br, após a conclusão e efetivação do pagamento da sua inscrição, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 26/5 no site do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc ou presencialmente em qualquer unidade do Sesc São Paulo. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

O pagamento pode ser feito através do cartão de crédito, débito ou em dinheiro. Trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.

** Ao término do curso, você poderá solicitar sua declaração de participação pelo e-mail declaracao.cpf@sescsp.org.br

*** Havendo ainda disponibilidade de vagas para os cursos presenciais, as inscrições poderão ser feitas no dia do curso no Centro de Pesquisa e Formação.

O cancelamento poderá ser realizado com até 48 horas antes do início da atividade, por email: centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br

Palestrantes

Marcia Sá Cavalcante

Marcia Sá Cavalcante

Professora titular de filosofia na Universidade de Södertörn (Suécia). Entre 1994 e 2000 foi Professora Adjunto do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ. Suas principais áreas de trabalho são hermenêutica, fenomenologia, idealismo alemão, filosofia francesa contemporânea e estética poética e musical.

Mauricio Trindade da Silva

Mauricio Trindade da Silva

Doutor em Sociologia da Cultura pelo Programa de Pós-Graduação de Sociologia da Universidade de São Paulo. Exerce a função de gerente adjunto no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em São Paulo. Tem experiência na área da Sociologia, com ênfase em Sociologia da Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: crítica cultural; política cultural; modernismo; Mário de Andrade; correspondência.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

27/06/2022 a 27/06/2022

Dias e Horários

Segunda, 19h30 às 21h30.

Curso Presencial

Inscrições a partir das 14h do dia 26/5, até o dia 27/6.
Enquanto houver vagas.

Local

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora