Atividades

Estudos culturais e trajetórias intelectuais

Contextos
Cartografia dos Estudos Culturais: Stuart Hall, Martín-Barbero e Canclini

Voltar para o início Cartografia dos Estudos Culturais: Stuart Hall, Martín-Barbero e Canclini

Programa

O curso aborda os percursos intelectuais de Stuart Hall, Jesús Martín-Barbero e Néstor García Canclini, intercalados com passagens de suas histórias pessoais. Em cada uma das trajetórias, apresentada separadamente em uma aula, destaca conceitos e problemáticas de reconhecida potência teórica nos estudos culturais contemporâneos. 

21/1 - Estudos Culturais: formação e projeto intelectual. 

Em primeiro lugar, discute uma introdução aos estudos culturais, centrada principalmente em sua versão britânica. Para tal, adota tanto uma perspectiva fundada na história das ideias quanto os depoimentos de Stuart Hall (1932-2014) e Raymond Williams (1921-1988) para tratar desse projeto intelectual e de sua formação. Aborda, ainda, o desenvolvimento de estudos culturais latino-americanos, embora essa etiqueta não seja consensual entre seus praticantes.

22/1 - Stuart Hall e a problemática da(s) identidade(s). 

No itinerário de Stuart Hall, a questão da(s) identidade(s) ganha proeminência. Contudo, o panorama de sua trajetória abrange algumas reflexões de caráter mais conjuntural quando foca nas culturas juvenis da Inglaterra do pós-guerra e nas intersecções entre raça, crime e juventude, situadas no contexto britânico dos anos 1970, e outras, mais orientadas para as relações entre mídia e ideologia.

23/1 - Jesús Martín-Barbero e o exame do processo inteiro da comunicação. 

A apresentação do percurso de Jesús Martín-Barbero está centrada na sua obra Dos meios às mediações (1987) que, recentemente, comemorou trinta anos de publicação. Entre suas principais ideias, está o exame dos processos de produção de sentido para além da mídia massiva. Mesmo à sua revelia, enfatiza-se que, sem sua contribuição, os estudos culturais latino-americanos não teriam vingado entre nós.

24/1 - Néstor García Canclini e a proposta de hibridismo cultural. 

A profícua produção intelectual de Néstor García Canclini é sinteticamente exposta, salientando a ideia de hibridismo cultural, divulgada em Culturas Híbridas (1989). Vinculado aos temas da diversidade e identidade em um contexto de globalização, registra-se também a existência de críticas à mobilização desse conceito na atualidade.  

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.


Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Ana Carolina D. Escosteguy

Ana Carolina D. Escosteguy

Doutora em Comunicação pela USP, com estágio no Departamento de Estudos Culturais da Universidade de Birmingham. Atuou na graduação e pós-graduação em Comunicação na PUCRS. É professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFSM.
(Foto: Lourdes Silva)

Data

21/01/2020 a 24/01/2020

Dias e Horários

Terça a Sexta, 14h às 17h.
As inscrições podem ser feitas a partir de 20 de dezembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira

Inscreva-se agora