Atividades

ATIVIDADE ADIADA.

Conferências e Seminários
Colóquio Gilda de Mello e Souza

Voltar para o início Colóquio Gilda de Mello e Souza

Programa

Com o objetivo de homenagear a crítica e professora de estética Gilda de Mello e Souza em seu centenário, ocorrido em março de 2019, bem como difundir a transferência de seu arquivo pessoal para o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo (IEB-USP), este colóquio realiza um ciclo de mesas-redondas com ex-alunos de Gilda de Mello e Souza e estudiosos de sua obra.

Cada mesa-redonda debate um dos livros de Gilda de Mello e Souza, relacionando-o a um tema mais amplo, o que permitirá aos participantes pensar a obra em sua relação com questões contemporâneas.

Organização e Curadoria: Laura Escorel.
Realização: Sesc São Paulo.

Ciclo de mesas-redondas:

24/3
13h30 - Abertura Institucional

14h às 15h - Prelúdio
Música, cinema, fotografia, literatura: uma introdução ilustrada ao ensaísmo de Gilda.

Com José Miguel Wisnik e Daniel Augusto.

15h 16h30
Mesa 1 |O espírito das roupas
Refletir sobre temas presentes em O espírito das roupas, relacionando-os à moda na contemporaneidade.
Participantes: Heloisa Pontes (Unicamp), Maria Claudia Bonadio (UFJF) e Maria do Carmo Teixeira Rainho (Arquivo Nacional).
Mediação: Brunno Almeida Maia (UNIFESP).

17h às 18h30
Mesa 2 | A ideia e o figurado
Refletir sobre o uso de acervos pessoais para a produção de novas obras a partir da experiência de A ideia e o figurado.
Participantes: Augusto Massi (USP),  Maria de Lourdes Eleutério (FAAP) e Ismail Xavier (USP).
Mediação: Elizabeth Ribas (IEB-USP).

19h30 às 21h
Mesa 3 | Manifestações artísticas: Exercícios de leitura
Amplitude das manifestações artísticas sobre as quais Gilda de Mello e Souza se debruçou criticamente.
Participantes: Annateresa Fabris (USP), Sergio Miceli (USP) e Ricardo Fabbrini (USP).
Mediação: Ana Paula Simioni (IEB-USP).

25/3
14h ÀS 15h30
Mesa 4 | O tupi e o alaúde: Gilda e Mário
A interpretação de Macunaíma: O tupi e o alaúde - Gilda de Mello e Souza e Mário de Andrade.
Participantes: Flávia Toni (IEB-USP), Flora Süssekind (UNIRIO) e José Miguel Wisnik (USP).
Mediação: Flavia Prando (CPF-SESC).

16h às 17h30
Mesa 5 |Gilda, a paixão pela forma
Refletir sobre Gilda de Mello e Souza a partir dos ensaios do livro A paixão pela forma.
Participantes: Ligia Fonseca Ferreira (UNIFESP), Marilena Chauí (USP) e Salete de Almeida Cara (USP).
Mediação: Maurício Trindade (CPF-SESC)

18h às 19h30
Mesa 6 |A palavra afiada
Refletir sobre os temas apresentados no livro A palavra afiada.
Participantes: Walnice Nogueira Galvão (USP), Carlos Augusto Calil (USP) e Marcos Antonio de Moraes(IEB-USP).
Mediação: Laura Escorel (UNIFESP).

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Sergio Miceli

Sergio Miceli

Doutor em Sociologia pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales e pela USP, e professor titular dessa mesma instituição. Membro da Academia Brasileira de Ciências. Autor de diversos livros, entre os quais “Intelectuais à brasileira” (2001) e “Sonhos da periferia” (2018). Atualmente é editor responsável da “Tempo Social – Revista de Sociologia da USP”.
(Foto: Acervo pessoal)

Daniel Augusto

Daniel Augusto

Diretor de cinema e televisão, mestre em Literatura Brasileira pela USP (com dissertação sobre João Guimarães Rosa) e Doutor em Filosofia na mesma universidade (com tese sobre os "Seis contos morais" de Éric Rohmer).
(Foto: Jacob Solitrenick)

Brunno Almeida Maia

Brunno Almeida Maia

Pesquisador em Filosofia pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) e escritor. Idealizador do projeto de pesquisa A Literatura e a Moda: a estranha relação entre as palavras e as roupas. 

Maria de Lourdes Eleutério

Maria de Lourdes Eleutério

Doutora em Sociologia e docente da FAAP.

Annateresa Fabris

Annateresa Fabris

Professora titular aposentada de História da Arte (ECA/USP) e livre docente pela mesma instituição.
(Foto: Edu Marin)

Maria Claudia Bonadio

Maria Claudia Bonadio

Doutora em História pela Unicamp. É professora da UFJF atuando no Bacharelado Interdisciplinar em Arte e Design, no curso de Moda e no mestrado em Artes, Cultura e Linguagens.  Membro da diretoria da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem) e editora da revista da mesma associação, a dObra[s]. Seus temas de pesquisa são história da moda, a relação entre moda e arte, cultura visual, estudos de gênero e consumo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ana Paula Simioni

Ana Paula Simioni

Docente do IEB-USP, onde é também líder do grupo de pesquisa sobre "Arte e poder no Brasil". Autora do livro “Profissão artista: pintoras e escultoras acadêmicas brasileiras” (Edusp/ Fapesp, 2008).
(Foto: Acervo Pessoal)

Heloísa Pontes

Heloísa Pontes

Professora titular do Departamento de Antropologia da Unicamp e bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq. Autora, entre outros, de “Intérpretes da metrópole” (2010, prêmio Anpocs “melhor obra científica”) e organizadora de “Cultura e sociedade: Brasil e Argentina” (em conjunto com Sergio Miceli, 2014).
(Foto: Acervo Pessoal)

Ricardo Fabbrini

Ricardo Fabbrini

Professor de estética do Departamento de Filosofia da USP e do PPG Interunidades em Estética e História da Arte da mesma universidade.
(Foto: Acervo Pessoal)

Augusto Massi

Augusto Massi

Professor de Literatura Brasileira na Universidade de São Paulo desde 1990.Como poeta, publicou Negativo (SP: Companhia das Letras, 1991), Vida errada (RJ: 7 Letras, 2001) e Gabinete de curiosidades (em parceria com Lu Menezes. SP: Luna Parque, 2016). Como crítico, organizou e prefaciou Retratos Parisienses (RJ: José Olympio, 2013), de Rubem Braga; Poesia traduzida, de Carlos Drummond de Andrade (em parceria com Júlio Guimaraes Castañon. SP: Cosac Naify, 2011), Poesia completa de Raul Bopp (RJ: José Olympio, 2014). Também escreveu o posfácio da Poesia reunida, de Adélia Prado (RJ: Record, 2015) e um ensaio para Aniki Bóbó, de João Cabral (RJ: Verso Brasil, 2016). Participou da organização de A ideia e o figurado, último livro de crítica de Gilda de Mello e Souza (SP: Editora 34/ Duas Cidades, 2005).
(Foto: Paola Poma)

José Miguel Wisnik

José Miguel Wisnik

Escritor, músico e professor sênior de literatura brasileira na USP. É autor de canções e de música para dança, cinema e teatro, com extensa e intensa parceria com o Teatro Oficina.
(Foto: Marcelo Correa)

Mauricio Trindade

Mauricio Trindade

Doutor em Sociologia pela FFLCH/USP, gerente adjunto do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.
(Foto: Jean Paz)

Walnice Nogueira Galvão

Walnice Nogueira Galvão

Professora Emérita da FFLCH-USP. Cerca de 50 livros publicados, sobre Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, crítica literária e cultural. Ampla experiência como docente em universidades estrangeiras. Colaboradora assídua de jornais e revistas.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ismail Xavier

Ismail Xavier

Doutor em Letras pela USP e em Cinema Studies pela New York University. Professor emérito da ECA/USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Elisabete Marin Ribas

Elisabete Marin Ribas

Doutoranda pela área de Ciência da Informação da UNESP, possui graduação em Letras e mestrado em Teoria Literária e Literatura Comparada, ambos pela FFLCH-USP. Tem Especialização em Organização de Arquivos pelo Instituto de Estudos Brasileiros-USP, instituição em que hoje trabalha, compondo a equipe técnica do Serviço de Arquivo. Na área de organização de acervos, atua com documentação permanente e acervos pessoais. Atualmente dedica- se à pesquisas envolvendo a classificação de acervos pessoais de casais; técnicas e políticas para a guarda de arquivos pessoais de cidadãos comuns e a valorização da salvaguarda de arquivos das "minorias". Os principais temas de reflexão partem dos arquivos pessoais como ferramenta de empoderamento e a relação entre memória e poder.
(Foto: Acervo Pessoal)

Flora Sussekind

Flora Sussekind

Professora de teoria do teatro no Centro de Letras e Artes da UNI-Rio e pesquisadora da Casa de Rui Barbosa. Recebeu em 1985 o 27.º Prêmio Jabuti na categoria Autor Revelação por “Tal Brasil, Qual Romance?”, resultado da sua dissertação de mestrado.
(Foto: Acervo Pessoal)

Flavia Prando

Flavia Prando

Doutoranda em música (ECA/USP), violonista e pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação (CPF) do Sesc SP.
(Foto: Yula Marjorie Ribeiro)

Carlos Augusto Calil

Carlos Augusto Calil

Cineasta, ensaísta, crítico e professor na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Com ampla experiência em gestão cultural (Embrafilme, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo), foi o responsável pelas reformas da Biblioteca Mário de Andrade, do Theatro Municipal e da Casa Mário de Andrade, quando ocupou o cargo de Secretário de Cultura da cidade de São Paulo. Autor de Me esqueci completamente de mim, sou um departamento de cultura (IMESP, 2016).

(Foto: Garapa Coletivo Multimidia)

Flavia Toni

Flavia Toni

Livre-docente e professora titular da USP, pesquisadora no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB/USP). Foi do Conselho Editorial da Revista do IEB entre 2017 e 2018 e é vice-diretora da instituição. Desde 2017 ocupa a cadeira de número 40 da Academia Brasileira de Música, cujo patrono é Mário de Andrade, antes ocupada por Renato Almeida e por Vasco Mariz. Café, uma ópera de Mário de Andrade: estudo e edição anotada, foi sua tese de livre-docência no IEB, em 2004.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ligia Fonseca Ferreira

Ligia Fonseca Ferreira

Docente de graduação e pós-graduação em Letras da UNIFESP. Possui doutorado pela Universidade de Paris 3 – Sorbonne acerca da vida e obra de Luiz Gama (com livro homônimo prestes a ser lançado pelas Edições Sesc), e pós-doutorado em epistolografia franco-brasileira pelo IEB-USP. (Foto: Acervo Pessoal)

Marcos Antônio de Moraes

Marcos Antônio de Moraes

Doutor em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo. É pesquisador e docente do Instituto de Estudos Brasileiros e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (USP). Especialista nos estudos epistolográficos, publicou, entre outros títulos, Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira (IEB/Edusp, 2001, prêmio Jabuti), Me escreva tão logo possa (Salamandra, 2005) e Orgulho de jamais aconselhar: a epistolografia de Mário de Andrade (Edusp/Fapesp, 2007).
(Foto: Acervo Pessoal)

Laura Escorel

Laura Escorel

Designer, editora e curadora. Especialista em gestão de Bens Culturais pela Fundação Getúlio Vargas e mestra em História da Arte pela UNIFESP, é coordenadora do projeto de organização do arquivo pessoal de Gilda e Antonio Candido, no IEB-USP.
(Foto: Maria Mazzillo)

Data

24/03/2020 a 25/03/2020

Dias e Horários

Terça, 13h30 às 21h.

Quarta, 14h às 19h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de fevereiro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira