Atividades

Aprenda a deixar um registro significativo de projetos e ações culturais e sociais

Contextos
Como Documentar projeto Cultural?

Voltar para o início Como Documentar projeto Cultural?

Programa

A proposta da atividade é mostrar como devemos proceder para garantir uma documentação efetiva de projetos culturais e sociais. Sistematizar informações, produzir um relato, ferramentas livres para registro e publicação da documentação na internet são alguns dos temas a ser trabalhados no curso.

Aprender com os erros, refletir sobre o já feito e ativar a memória para que nossos projetos persistam, mesmo que como documentos que vão ajudar outrxs a fazer melhor, são alguns dos benefícios de realizar uma boa documentação dos projetos.

É certo que a internet e a tecnologia digital facilitam a produção de registros, mas documentar vai muito além de postar uma foto nas redes sociais: envolve sistematização de informação, trabalho com a memória e cuidado com os jeitos de arquivar o material. É também contar uma história, a nossa versão dos fatos.

A proposta da atividade é mostrar como devemos proceder para garantir um mínimo de documentação de nossos projetos. Serão abordadas questões introdutórias da importância da documentação e da memória, organizar e escolher aquilo que queremos relatar em nossas ações, o uso de ferramentas de registro e de arquivo, a organização das competências de cada um para produzir bons registros e a publicação dos materiais nas redes digitais (mas também em nossos arquivos internos).

O pré-requisito é que xs participantes façam parte de algum projeto cultural, ativista, social, de cuidados, comunicação, inovação e que tragam informações de seus projetos para realizar a atividade prática de documentar.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Leonardo Foletto)

Palestrantes

Leonardo Foletto

Leonardo Foletto

Pesquisador e professor de comunicação e tecnologia. Doutor em Comunicação pela UFRGS, gerencia o BaixaCultura e é integrante do coletivo ciberativista de direitos digitais Casa da Cultura Digital Porto Alegre.
(Foto: Acervo Pessoal)

Sheila Uberti

Sheila Uberti

Comunicadora e trabalha à frente de projetos de cultura digital e livre, como Café Reparo, FotoLivre.org e Matehackers Hackerspace. Trabalha na plataforma APOIA.se.
(Foto: Carol de Goes)

Data

13/03/2019 a 15/03/2019

Dias e Horários

Quarta a Sexta, 10h30 às 13h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Fevereiro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira