Atividades

ATIVIDADE ADIADA.

Contextos
Criar o mundo do nada. A historiografia da música popular no Brasil

Voltar para o início Criar o mundo do nada. A historiografia da música popular no Brasil

Programa

Em meados do século XX um grupo composto de jornalistas, colecionadores e críticos da música popular construiu, ainda que de maneira intuitiva, um complexo circuito intelectual com fortes tonalidades historiográficas. Autores como Almirante, Jota Efegê, Mariza Lira, Lúcio Rangel, Edigar de Alencar e Ary Vasconcelos foram decisivos para o reconhecimento cultural e institucional da música popular urbana.

Esse curso pretende discutir criticamente como as experiências desses personagens foram determinantes para formar um território próprio e inventar uma historiografia para a música popular. 


1ª aula - Apresentação do curso e das questões centrais a serem apresentadas e discutidas no curso

2ª aula - Entre a memória e a história: "meninos eu vi"

3ª aula - Almirante "a mais alta patente"

4ª aula - Do jornalismo ao livro

5ª aula - A universidade entra em cena: dos críticos-cronistas aos críticos-professores.


As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

 

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Mayrink Veiga)

Palestrantes

José Geraldo Vinci de Moraes

José Geraldo Vinci de Moraes

Professor Livre-Docente no departamento de História da FFLCH-USP, com pós-doutorado na Université Paris-Ouest Nanterre.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

12/03/2020 a 16/04/2020

Dias e Horários

Quintas, 19h às 21h30.

Exceto no dia 9/4.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de fevereiro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 24,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 40,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 80,00 - inteira