Atividades

Ciclo dedicado ao debate sobre as relações entre arquitetura, cultura e cidade.

Diálogos entre a arquitetura de centros culturais e a cidade

Voltar para o início Diálogos entre a arquitetura de centros culturais e a cidade

Programa

Este ciclo de palestras busca proporcionar um debate a partir do diálogo forjado entre a arquitetura de centros culturais e a cidade, por meio das propostas impulsionadas por 3 projetos paradigmáticos na história cultural da cidade de São Paulo, a saber, o Centro Cultural São Paulo, o Sesc Pompéia e a Praça das Artes.

 

O diálogo em torno das propostas estéticas, arquitetônicas e funcionais, colocadas pelos três centros culturais, tem por objetivo apreender as especificidades cristalizadas em cada projeto, bem como, busca aprofundar o debate sobre a história e o papel da arquitetura no processo de criação e transformação cultural da cidade.     

     

→ 05/05 - Praça das Artes: a cultura como vetor de requalificação do centro de São Paulo

A necessidade de implantação do anexo do Teatro Municipal de São Paulo trouxe a oportunidade de desenvolvimento de um projeto arquitetônico que transcendeu o programa cultural, a partir da interpretação do potencial existente na área ociosa junto ao Vale do Anhangabaú. Uma concepção com forte ênfase na função urbana do equipamento criou um espaço cultural com características singulares, que se tornou um novo polo de interesse no centro da cidade.

 

 

→ 12/05 – O espaço democrático do Centro Cultural São Paulo

O Centro Cultural São Paulo, inaugurado em 1982, possui uma proposta arquitetônica baseada, entre outras coisas, na continuidade do espaço urbano. O projeto tratou as circulações internas como ruas e os pátios como praças. Em que medida o desenho deste espaço interferiu no uso do equipamento e percepção deste pelos usuários?  

 

 

→ 19/05 - Sesc Pompéia, singularidades e caprichos

A originalidade do Sesc Pompéia decorreu de uma bem sucedida parceria entre duas competências distintas – a de uma arquiteta genial, no ápice de sua carreira, e a de uma instituição socioeducativa ambiciosa, decidida a apostar nesse projeto todas as suas fichas. Ambos protagonizaram uma experiência única e radical no espaço urbano, tanto no plano da arquitetura quanto no campo da ação cultural.

 

 

(Foto: Marcio De Assis Obra CC BY SA 3.0)

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do inicio da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes

Marcos Cartum

Marcos Cartum

Arquiteto e designer gráfico pela FAU-USP, com atuação a partir do escritório Marcos Cartum Arquitetos Associados e pela Prefeitura de São Paulo. Foi professor na USP/São Carlos, na PUC/Campinas e na Universidade Braz Cubas. É um dos autores do projeto da Praça das Artes. (Foto: Acervo pessoal)

Fernando Serapião

Fernando Serapião

Doutor em arquitetura pelo Mackenzie. É o fundador e editor da revista Monolito. Em 2012, recebeu o prêmio Jabuti pelo livro “A arquitetura de Croce, Aflalo & Gasperini”, no mesmo ano publicou o livro “Centro Cultural São Paulo: espaço e vida”. (Foto: Acervo pessoal)

Erivelto Busto Garcia

Erivelto Busto Garcia

Sociólogo com pós-graduação em sociologia do lazer e da animação cultural pela Universidade de Paris. Foi animador, diretor de estudos e pesquisas e superintendente de planejamento do Sesc São Paulo. (Foto: Tatiana Garcia)

 

Data

05/05/2015 a 19/05/2015

Dias e Horários

Terças, 19h às 21h.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 
4º andar do prédio da FecomércioSP 
Bela Vista - São Paulo/SP

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora