Atividades

Uma obra em processo, em que se entrecruzam narrativa biográfica, criação ficcional e reflexão política

Experiências Estéticas
Em Obras: palestras performáticas

Voltar para o início Em Obras: palestras performáticas

Programa

Criado em 2015, Em obras é um ciclo de palestras performáticas do qual participam mulheres ligadas à literatura e às artes.

Acompanhada de seu arquivo – na forma de anotações, documentos, objetos, sons, fotos, vídeos –, cada participante trabalha em torno de uma pesquisa pessoal e apresenta uma obra em processo, em que se entrecruzam narrativa biográfica, criação ficcional e reflexão política. 

Mais informações aqui.

A curadoria e direção é de Paloma Vidal e a concepção musical é de Nana Carneiro da Cunha.

10/5
Deutsches Requiem
Brasil 2018/ Alemanha 1930. Uma série de motivos pessoais e profissionais levam a narradora a mergulhar no ambiente intelectual da Alemanha dos anos 30, indo atrás das cartas trocadas entre Benjamin, Auerbach, Adorno, Brecht e Scholem. No meio do bulício do momento pré-eleitoral no Brasil, entre milhares de mensagens trocadas com colegas e amigos, o passado familiar alemão começa a adquirir novas significações e suscitar novas perguntas.
Com Diana Klinger.

Branca de neve
Nesta performance, duas histórias (“A pele” e “A neve”) se cruzam tendo como gatilho a inesperada neve que caiu sobre Porto Alegre em 1984, fenômeno atmosférico que aconteceu precisamente no momento de início da redemocratização do Brasil, depois de anos de uma ditadura civil-militar, quando multidões saíram às ruas para pedir eleições diretas.
Com Veronica Stigger

17/5
Uma mulher: inconfidências
Uma mulher narra a experiência de viver a infância e a adolescência em Ouro Preto (MG) e os cruzamentos violentos e insurgentes entre sexo e religião, história coletiva e autobiografia, memória e escrita.
Com Flávia Péret.

Uma exposição
Uma mulher de 40 anos revisita a família e o processo de preparação dos alimentos, o trato das carnes, para uma grande festa. Entre as imagens da infância e do presente, ela se coloca simbolicamente no lugar do animal sacrificado.
Com Ieda Magri.

24/5
Sobre fazer um filme
Nesta performance, Elisa Pessoa conta o processo de construção de um projeto de filme, seu primeiro longa-metragem, “Andriele”, um documentário experimental sobre o cotidiano de uma adolescente e seu desejo de sair do campo, onde mora, para a zona urbana da cidade de Dom Pedrito, RS. Expõe questões em relação à escrita do projeto para um edital do governo, a legitimidade de fazê-lo, a relação que o filme tem com a partida de sua filha para a Europa. O que determina o desejo dessas duas gurias?
Com Elisa Pessoa.

Não ver
Outubro de 2018. É véspera de eleições presidenciais e Ilana se muda para Brasília com sua família. O apartamento alugado está um caos e o faz-tudo contratado empreende um verdadeiro desastre no piso. Em sua foto de whatsapp ele pousa com a camiseta de um dos candidatos diante da urna eletrônica. Ela deixa-lhe uma mensagem indignada. Ele retruca em tom de ameaça. Na data da eleição, um domingo de sol ofuscante, a filha de Ilana faz sete meses e o chão parece ruir. O que será que vamos ver?
Com Ilana Feldman.

Stabat Mater – Prolegôminos
“Stabat Mater” é o nome de um artigo de 1976 de Julia Kristeva cuja tradução é "A mãe lá estava". Depois do processo criativo que durou quase 7 anos de um espetáculo autobiográfico sobre seu pai, Janaina Leite se pergunta onde esteve a “mãe” durante esse tempo todo.
Com Janaina Leite.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Elisa Pessoa)

Palestrantes

Diana Klinger

Diana Klinger

Professora de Teoria da Literatura na UFF. É autora dos livros Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada etnográfica (7 Letras, 2012) e Literatura e ética: da forma para a força (Rocco, 2014). É pesquisadora do Cnpq e da Faperj.
(Foto: Acervo Pessoal)

Elisa Pessoa

Elisa Pessoa

Artista visual que vive em Dom Pedrito, RS. De suas exposições individuais destacam-se, entre outras, tempo de duração (Funarte SP, 2017),  ¼ (Funarte SP, 2011) e diálogo (bhering, RJ, 2013).
(Foto: Dani Dacorso)

Flávia Péret

Flávia Péret

Escritora e artista. Já publicou os livros: Imprensa Gay no Brasil (2011), 10 Poemas de Amor e de Susto (2013), Outra Noite (2014), Novelinha (2016), Uma Mulher (2017) e Os Patos (2018).
(Foto: Bianca de Sá)

Ieda Magri

Ieda Magri

Escritora e professora do departamento de Literatura Brasileira e Teoria da Literatura da UERJ. É autora, entre outros, dos romances Ninguém (7Letras, 2016), Olhos de bicho (Rocco, 2013) e Tinha uma coisa aqui (7Letras, 2007).
(Foto: Acervo Pessoal)

Ilana Feldman

Ilana Feldman

Pós-doutora em Teoria Literária pela UNICAMP e doutora em Cinema pela USP. Atualmente realiza pós-doutorado na ECA-USP. Seu ensaio “Não entender”, desenvolvido no âmbito do ciclo “Em obras”, foi publicado na revista Serrote em dezembro de 2017.
(Foto: Acervo Pessoal)

Janaina Leite

Janaina Leite

Atriz, dramaturgista e diretora. É integrante e uma das fundadoras do premiado grupo XIX de teatro. Publicou, em 2017, pela Editora Perspectiva, o livro Autoescrituras performativas: do diário à cena.
(Foto: Carlos Ebert)

Nana Carneiro da Cunha

Nana Carneiro da Cunha

Violoncelista, compositora e atriz. Mestre em música pela Uni-Rio. Protagonizou a performance Aplique de Carne (edital Funarte de Arte Contemporânea /BH, 2013) e lançou o álbum Peixa (2015).
(Foto: Jennifer Glass)

Veronica Stigger

Veronica Stigger

Escritora, crítica de arte, curadora independente e professora universitária. É autora de onze livros de ficção, entre os quais Os anões (Cosac Naify, 2010), Opisanie ?wiata (Cosac Naify, 2013) e Sul (34, 2016).
(Foto: Eduardo Sterzi)

Data

10/05/2019 a 25/05/2019

Dias e Horários

10 a 24/5, sextas, das 20h às 21h30.
11 a 25/5, sábados, das 14h às 18h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de Abril, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 24,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 40,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 80,00 - inteira

Inscreva-se agora