Atividades

Literatura e desigualdade social

Curso Presencial
Enquadramentos do corpo negro em Madame Satã e Bom Crioulo

Voltar para o início Enquadramentos do corpo negro em Madame Satã e Bom Crioulo

Cancelado

Programa

O curso visa propor uma reflexão sobre como objetos culturais de épocas diferentes podem elucidar questões importantes de nossa contemporaneidade, como opressão, exploração, preconceito e violência social. A ideologia é uma forte aliada dos grupos dominantes da sociedade, e contribui para a manutenção das desigualdades sociais. Na arte, ela se mostra e se esconde sob a linguagem.

Estudar as camadas internas do objeto artístico é também desvendar os artifícios da ideologia que se transmuda e se disfarça no decorrer dos tempos. As obras Bom Crioulo e Madame Satã são exemplos de como a representação do corpo negro, no trabalho e na fruição, é uma prova de como a ideologia aparece em lugares insuspeitos.

17/5 - A literatura comparada como forma de conhecimento
Nessa aula procuraremos demonstrar como o método comparativo é uma ferramenta eficaz de análise de peças artísticas (literatura, cinema, música, etc.). Demonstraremos empiricamente como as obras Madame Satã e Bom Crioulo - por estarem inseridas em uma mesma realidade, a brasileira, mesmo em tempos distintos - apreenderam dinâmicas do capitalismo no Brasil, que teve como aliado o racismo. O modo como a matéria histórica entra para o tecido da obra não ocorre de maneira homogênea, sendo necessário identificar as vozes convergentes e divergentes na própria instância narrativa do livro e do filme.

18/5 - O naturalismo desconstruído: romance O Bom Crioulo (1985), de Adolfo Caminha
A ideia de naturalismo que nos foi apresentada e que está consolidada nos livros didáticos e que está presente até nos meios universitários precisa ser revisada, como demonstra Iná Camargo (professora aposentada da USP), em uma palestra sobre a deturpação ocorrida com a escola literária, associada desde sempre a determinismo cientificista. Vamos ver, porém, como existia outra proposta de naturalismo (a de escritores como Zola) mais comprometida com um tipo de teor de verdade da obra. Exemplos do livro Bom Crioulo, tido como "naturalista'' irá desmistificar a ideia estigmatizada de uma estética reducionista e meramente determinista.

19/5 - Enquadramentos do corpo negro no filme Madame Satã (2002)
Sabe-se que o cinema opera com vários canais narrativos (voz over, trilha sonora, montagem, mise-en-scène, atuação dos atores, entre outros), integrando o ponto de vista do filme. Nesse sentido, o filme de Aïnouz (2002) é um exemplo de como a diversidade dos canais narrativos contribui para uma visão mais nuançada de Madame Satã e do contexto em que a personagem histórica viveu. Ao mesmo tempo, o feixe de perspectivas dá a ver contradições e limites do ponto de vista que emoldura o filme.

20/5 - Bom Crioulo e Madame Satã: trabalho e fruição
No nosso último encontro discutiremos como, mediante método comparativo, as duas obras juntas produzem rendimento crítico, na medida em que os temas (protagonismo negro, homossexualidade, malandragem, trabalho precário, liberdade, Estado, arte, capoeira, música, amor, traição, erudição, analfabetismo) estão presentes em ambas, e, embora com tratamento diferentes, mostram a continuidade de processos opressores estruturantes em nossa sociedade. Também é possível entrever, nessa comparação, as novas roupagens ideológicas onde o racismo e a opressão de classes se escondem. O curso finaliza evidenciando que as obras artísticas guardam camadas de significados cifrados na linguagem com que molda o mundo. Por isso, somente o enredo de um filme ou de um livro não é suficiente para atribuirmos qual é o ponto de vista de uma obra.

Recomendamos o uso de máscara cobrindo nariz e boca.

Para ingressar nas unidades do Sesc no estado de São Paulo é necessário apresentar comprovante de vacinação contra Covid-19 (físico ou digital) e um documento com foto:

- Maiores de 12 anos devem apresentar o comprovante contendo as duas doses ou dose única da vacina.

-Crianças de 5 a 11 anos devem apresentar comprovante evidenciando uma dose (consulte o calendário e as orientações do município onde acontecerá a atividade).

*O acesso as unidades do Sesc estão sujeitas a legislação municipal em relação a Covid-19.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, solicite pelo e-mail centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br, após a conclusão e efetivação do pagamento da sua inscrição, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 28/3, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

O pagamento dever ser feito através do cartão de crédito, e trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.

** A declaração será enviada automaticamente em até 10 dias após a finalização da atividade e caso isso não ocorra, você poderá solicitar pelo e-mail: declaracao.cpf@sescsp.org.br

*** Havendo ainda disponibilidade de vagas para os cursos presenciais, as inscrições poderão ser feitas no dia do curso no Centro de Pesquisa e Formação.

(Foto: PxHere)

Palestrantes

Agnelo Bento Lino Filho

Agnelo Bento Lino Filho

Bacharel em Letras-USP; mestre e doutor em Teoria Literária e Literatura comparada-USP; possui formação técnica em Audiovisual e Teatro. Estudou a relação entre literatura, teatro e cinema no laboratório de Arts du Spectacle (Université de Nanterre- Paris X).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

17/05/2022 a 20/05/2022

Dias e Horários

Terça a Sexta, 15h às 17h.

Curso Presencial

Inscrições a partir das 14h do dia 28/4, até o dia 17/5.
Enquanto houver vagas.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira