Atividades

O uso das tecnologias abertas em hardware e software

Contextos
Expressões e desafios na adoção de tecnologias livres

Voltar para o início Expressões e desafios na adoção de tecnologias livres

Programa

As tecnologias de fonte aberta se tornaram uma tendência promissora no início deste século, trazendo elementos mais sustentáveis e solidários para o fazer tecnológico. Com o passar dos anos, alguns reflexos disso são notáveis.

Por um lado, empresas e governos passaram a adotar modelos abertos de desenvolvimento para produzir e manter suas tecnologias.

Ao mesmo tempo, grupos sociais buscaram alternativas tecnológicas livres para transformar e criar novas realidades. Por outro, muitas das principais empresas que hoje operam no campo da tecnologia, fornecendo "serviços on e offline" utilizados por parcelas significativas da sociedade, apostam em modelos cada vez mais fechados e exploratórios.

Esta mesa discutirá o conceito de tecnologia livre e aberta, sua inserção atual e seus possíveis caminhos futuros, tratando de sua representatividade em dois contextos distintos.

O primeiro relaciona as possibilidades e dos desafios para a produção de tecnologias livres no Estado brasileiro, com destaque para as principais experiências percorridas pelo governo federal nessa área no últimos anos; e o segundo, o uso de tecnologias livres para a elaboração de uma construção de fonte aberta, chamada WikiHouse, uma casa pensada, financiada e construída colaborativamente no âmbito das culturas hacker e maker.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Espen Klem)

Palestrantes

Gustavo Torrezan

Gustavo Torrezan

É artista visual. Mestre em educação e doutor em poéticas visuais pela Unicamp. É pesquisador no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em São Paulo.
(Foto: Dino Moura)

Nitai Bezerra

Nitai Bezerra

É cientista da computação e mestre em inteligência artifical pela UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Há 9 anos é Analista em TI no governo federal, trabalhando com Dados Abertos e Software Livre. Também liderou o desenvolvimento de software no MinC entre 2015 e 2018.
(Foto: Acervo Pessoal)

Yorik van Havre

Yorik van Havre

É arquiteto, membro do coletivo uncreated.net e um dos principais desenvolvedores do projeto FreeCAD, software livre de modelagem 3D paramétrico. A sustentabilidade social e ambiental é um eixo que norteia seu trabalho. Yorik é belga e mora no Brasil há 18 anos.
(Foto: Acervo Pessoal)

Murilo Bansi Machado

Murilo Bansi Machado

É jornalista, mestre em Ciências Humanas e Sociais, e consultor em comunicação. Foi um dos coordenadores do programa WiFi Livre SP e é pesquisador do Laboratório de Tecnologias Livres da UFABC.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

24/06/2019 a 24/06/2019

Dias e Horários

Segunda, 14h às 17h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de Maio, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora