Atividades

É possível fazer da cultura um espaço de respeito e difusão dos direitos humanos?

Gestão Cultural
Gestão Cultural na Perspectiva dos Direitos Humanos - 2ª Edição

Voltar para o início Gestão Cultural na Perspectiva dos Direitos Humanos - 2ª Edição

Programa

Apresentação

O objetivo do curso é oferecer aos gestores culturais, produtores e demais profissionais da cultura arcabouço teórico e prático no âmbito dos direitos humanos para administrar locais e eventos culturais, respeitando e incorporando as múltiplas realidades sociais coexistentes em nosso país, particularmente em território urbano.

O curso se divide em seis módulos, iniciando em março e encerrando em maio de 2020. Os encontros acontecerão às segundas-feiras, conforme programação que segue.

O curso agrega professores-pesquisadores, gestores e ativistas de movimentos sociais e culturais. A metodologia compreende aulas teóricas e um workshop para desenvolvimento de propostas de intervenção.


Seleção

A inscrição compreende o período de 13 de novembro até 15 de dezembro de 2019.
A seleção acontecerá em duas etapas:

1) Análise de carta de interesse e Currículo enviados pelo email: gestaodireitoshumanos@cpf.sescsp.org.br até 15 de dezembro de 2019.
Resultados serão divulgados por e-mail dos candidatos.

2) Entrevistas dos selecionados na etapa anterior (ocorrerá no período de 20 a 28 de janeiro de 2020 mediante contato prévio com os selecionados para agendamento).
A divulgação dos resultados e convocação para efetivação da matrícula serão feitos por e-mail dos candidatos.


Período de matrícula


Os candidatos convocados para efetivação da matrícula deverão realiza-la presencialmente no Centro de Pesquisa e Formação do SESC SP no período de 18 a 28 de fevereiro de 2020, impreterivelmente.


Cronograma do curso


2/3 - Módulo 1: A cultura como direito humano

14h30 às 17h30: O que são Direitos Humanos?
Com Ana Lúcia Pastore.

18h30 às 19h: Intervalo para Coffee break

19h às 21h30: Relatos de pesquisa

- Direito à educação e à cultura;

- Direito à memória e à verdade como parte da política e do empoderamento de grupos, etnias e comunidades vitimadas ou atingidas por poderes autoritários, discricionários e soberanos.

9/3 - Módulo 2: Políticas públicas e o direito constitucional à cultura
14h30 às 17h30: A cultura na Constituição de 1988.
Com Guilherme Varella.

17h30 às 19h: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Lei de fomento à periferia
Com Coletivo Perifatividade e Coletivo Quilombaque.

16/3 - Módulo 3 (Primeira parte): Narrativas hegemônicas: representação e/ou ausência do outro

14h30 às 17h30: Branquitudes, masculinidades, cisgeneridades, heterossexualidade compulsória, eurocentrismo.

17h30 às 19h: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Branquitudes, masculinidades, cisgeneridades, heterossexualidade compulsória, eurocentrismo.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli e Waldemir Rosa.

23/3 - Módulo 3 (Segunda parte): Narrativas hegemônicas: representação e/ou ausência do outro

14h30 às 17h30: Branquitudes, masculinidades, cisgeneridades, heterossexualidade compulsória, eurocentrismo.

17h30 às 19h: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Branquitudes, masculinidades, cisgeneridades, heterossexualidade compulsória, eurocentrismo.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli e Waldemir Rosa.

30/3 - Módulo 3 (Terceira parte): Narrativas hegemônicas: representação e/ou ausência do outro
14h30 às 17h30: Apresentação de pesquisas que revelam a reprodução de desigualdades sociais e preconceitos nas produções culturais gerando distorções e prejuízos para os grupos sub-representados.

Perfil da literatura brasileira contemporânea
Com Regina Dalcastagné.

Projeto Históriada-rte (historiada-rte.org)
Com Bruno Moreschi.

17h30 às 19h: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Narrativas hegemônicas nos museus
Organização de grupos de trabalho que farão visitas em espaços culturais e preencherão um roteiro de observação.

6/4 - Módulo 4: Narrativas contra-hegemônicas: protagonismo e empoderamento

14h30 às 17h30: Aulas sobre a necessidade e importância da criação de narrativas próprias dos grupos à margem dos espaços hegemônicos de produção de cultura e saber.


17h30 às 19h: Intervalo para jantar

19h às 21h30: Aulas sobre a necessidade e importância da criação de narrativas próprias dos grupos à margem dos espaços hegemônicos de produção de cultura e saber.
Com Cristino Wapichana e Amara Moira.

13/4 - Módulo 5 (Primeira parte): Diversidade de público e de programação: “Nada sobre nós, sem nós!”
Nesse módulo se discutirá a importância de incorporar grupos vulneráveis no desenvolvimento da programação, no protagonismo dos discursos sobre eles, de modo que não sejam apenas “temas” programáticos, mas também os porta-vozes de suas próprias vivências.

14h30 às 17h30: Acessibilidade cultural para pessoas com deficiência.

17h30 às 19hs: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Acessibilidade cultural para pessoas com deficiência.
Com Claudio Rubino e Edinho.

20/4 - Módulo 5 (Segunda parte): Diversidade de público e de programação: “Nada sobre nós, sem nós!”

14h30 às 17h30: Acolhimento e programação com migrantes.

17h30 às 19hs: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Espaços de lazer, cultura e resistência.
Com Iran Giusti.

27/4 - Módulo 6 (Primeira Parte): Sociedade e cultura: Questões emergentes
Esse módulo visa colocar em debate situações que gestores e profissionais da cultura têm vivenciado com mais frequência recentemente e para as quais, em alguns momentos, tem dificuldade de encontrar soluções. A partir de casos recentes, serão discutidos temas como:

·Intolerância

·Assédio

·Xenofobia

·Racismo

·Acesso da população em situação de rua aos espaços de cultura

·A livre circulação de jovens

·Liberdade de expressão X discurso de ódio

·Criminalização de expressões culturais

·E outras.

Os temas serão trabalhados em grupo, num formato de workshop. Cada grupo deve analisar um caso apresentado e buscar uma solução que esteja em consonância com o respeito aos direitos humanos.

14h30 às 17h30: Gestão de redes sociais em tempos de intolerância.

Com Taís Oliveira.

17h30 às 19h: Intervalo para jantar.

19h às 21h30: Organização dos grupos e rodada de levantamento de casos com potencial para trabalho.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli, Dulci Lima e Claudio Rubino.

4/5 - Módulo 6 (Terceira Parte): Sociedade e cultura: Questões emergentes
14h30 às 17h30: Apresentações.

14h30 às 17h30: Avaliação do curso e encerramento.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli, Dulci Lima e Claudio Rubino.

11/5 - Módulo 6 (Quarta Parte): Sociedade e cultura: Questões emergentes

14h30 às 17h30: Apresentações.

14h30 às 17h30: Avaliação do curso e encerramento.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli, Dulci Lima e Claudio Rubino.

18/5 - Módulo 6 (Segunda Parte): Sociedade e cultura: Questões emergentes

14h30 às 17h30: Apresentações.

14h30 às 17h30: Avaliação do curso e encerramento.
Com Ana Helena Passos, Bruno Puccinelli, Dulci Lima e Claudio Rubino.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Walter Cruz)

Palestrantes

Amara Moira

Amara Moira

Travesti, doutora em teoria literária pela UNICAMP, feminista e militante dos direitos de LGBTs e de profissionais do sexo.
(Foto:
Cintia Antunes)

 

Ana Helena Passos

Ana Helena Passos

Doutora em Serviço Social pela PUC/RJ. Pesquisa relações raciais, estudos críticos da branquitude, estudos de gênero e educação étnico-racial.
(Foto: Acervo Pessoal)

Bruno Moreschi

Bruno Moreschi

Artista visual, doutorando em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas.
(Foto: Acervo Pessoal)

Bruno Puccinelli

Bruno Puccinelli

Doutor em Ciências Sociais pela Unicamp e Mestre em Ciências Sociais pela UNIFESP.?Tem trabalhado na interface entre gênero, sexualidade, espaço urbano e direitos humanos.
(Foto: Acervo Pessoal)

Claudio Rubino

Claudio Rubino

Gestor de acessibilidade cultural, licenciado e bacharel em artes visuais pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, pós-graduado em educação inclusiva com ênfase em deficiência física pela UNIFESP. Um dos coordenadores do Programa de Acessibilidade do Instituto Tomie Ohtake, ex-coordenador do Programa de Acessibilidade Singular Plural do Museu Afro Brasil.

Cristino Wapichana

Cristino Wapichana

Músico, compositor, escritor, contador de historias. Prêmio Jabuti - 2017. Prêmio FNLIJ Ofélia Fontes – O Melhor Livro para Criança 2017. Prêmio Peter Pan - Suécia - 2018. Escritor brasileiro escolhido para figurar na Lista de honra do IBBY 2018.
(Foto: Acervo Pessoal)

Coletivo Perifatividade

Coletivo Perifatividade

Grupo de poetas, educadores, produtores culturais, músicos oriundos da região do Ipiranga.
(Arte: Divulgação)

Coletivo Quilombaque

Coletivo Quilombaque

Organização sem fins lucrativos iniciativa de um grupo de jovens moradores de Perus que concentra os piores índices socioeconômicos e culturais de São Paulo.
(Arte: Divulgação)

Guilherme Varella

Guilherme Varella

Advogado, pesquisador e gestor cultural. Mestre em Direito pela USP. Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura. Foi Chefe de Gabinete e Coordenador da Assessoria Técnica da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo de 2013 a 2015.
(Foto: Christian Braga)

Regina Dalcastagné

Regina Dalcastagné

Doutora em Teoria Literária pela Unicamp. Mestra em Literatura pela UnB. Graduada em Jornalismo pela UFSC. Profa de Literatura Brasileira na UnB.
(Foto: Acervo Pessoal)

Suzenalson Kanindé

Suzenalson Kanindé

Coordenador do Museu Indígena Kanindé na aldeia sitio Fernandes Aratuba, Ceará. Representante dos povos Indígenas do Ceará no Conselho Estadual de Politicas Culturais do Ceará. Membro da Rede Indígena de Memória e Museologia Social no Brasil.
(Foto: Acervo Pessoal)

Waldemir Rosa

Waldemir Rosa

Doutor em Antropologia Social pelo Museu Nacional, professor da Unila e coordenador a Especialiação em Direitos Humanos na América Latina. Tem pesquisas na área de intersecção raça, gênero e classe, políticas públicas e relações raciais.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

02/03/2020 a 25/05/2020

Dias e Horários

Segundas-feiras, 14h30 às 21h30.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 36,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 60,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 120,00 - inteira