Atividades

Novos olhares e práticas acerca do patrimônio cultural e preservação, partindo de vivências e experiências de gestores

Gestão Cultural
Gestão do Patrimônio Cultural: Caminhos e Fronteiras

Voltar para o início Gestão do Patrimônio Cultural: Caminhos e Fronteiras

Programa

Quem decide o que é patrimônio? Como preservar as memórias difíceis? Proteger objetos ou totalidades sociais? Qual é o papel da sociedade na preservação da memória? De que modo se preserva o patrimônio em um mundo em que a territorialidade se constrói no deslocamento ou é precária?

Neste curso, gestores do patrimônio cultural refletem sobre novas práticas adotadas como consequência da incorporação da perspectiva do "usuário" do patrimônio (para quem o bem cultural tem valor de "uso") nas políticas de identificação e preservação.

16/9-PROBLEMAS HISTÓRICOS E AS NOVAS FRONTEIRAS DO PATRIMÔNIO: SITUANDO O DEBATE
Com Marianna Boghosian Al Assal e Vanessa Correa.

23/9- TERRITÓRIO: A PROTEÇÃO DE UMA TOTALIDADE SOCIAL
 
Chancela da Paisagem Cultural: a comunidade como guardiã do patrimônio.
Com Maria Regina Weissheimer.

Tombamento de conjuntos urbanos: superando a dominância do monumento e da obra excepcional.
Com Deborah Neves.

O tombamento do centro histórico da Penha: múltiplas ferramentas em um só território.
Com Raquel Schenkman.

30/9 - TERRITÓRIO: O PATRIMÔNIO EM DIÁLOGO COM O DESENVOLVIMENTO URBANO

Zoneamento cultural como instrumento de preservação e desenvolvimento: os casos de Paranapiacaba e Campinas.
Com Vanessa Bello Figueiredo.

Zoneamento arqueológico da cidade de São Paulo.
Com Renato Silva Mangueira.

7/10. HABITAÇÃO: O COTIDIANO DO PATRIMÔNIO URBANO

A iniciativa do FICA: Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel.
Com Mariana Chiesa Gouveia Nascimento.

Fábrica de Restauro no Bixiga.
Com Nadia Somekh.

14/10. IDENTIFICAÇÃO, VALORIZAÇÃO E EDUCAÇÃO: DISSOLVENDO LIMITES

Jornada do Patrimônio: o grande evento oficial da memória.
Com Vanessa Fernandes Corrêa.

Inventário participativo de referências culturais: a construção participativa da complexa imagem do território.
Com Simone Scifoni.

21/10. MOVIMENTOS: AS MEMÓRIAS DIFÍCEIS NA BUSCA DE NOVOS CAMINHOS INSTITUCIONAIS

Ruas da Memória.
Com Clara Castellano.

Nome social no túmulo da ativista travesti Andrea de Mayo.
Com Renato Cymbalista.

Ruas de Histórias Negras.
Com Alessandra Ribeiro.

Lugares de Memória no Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo.
Com Vanessa Correa.

28/10. MOVIMENTOS: O PATRIMÔNIO COMO LUTA POR RECONHECIMENTO

Território de Interesse da Cultura e da Paisagem.
Com Euler Sandeville, Regina Bortoto e Cleiton Ferreira.

4/11. PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL E POVOS INDÍGENAS

Conceitos, contextos, dilemas e experiências de salvaguarda.
Com Dominique Tilkin Gallois.

Nheengatu: memória, presenças e marcas na cidade.
Com Casé Angatu.

11/11. REINVINDICAÇÕES POR LUGARES DE MEMÓRIAS E AS ARQUEOLOGIAS URBANAS NO VALONGO (RJ) E NA LIBERDADE (SP): VESTÍGIOS DA DIÁSPORA AFRICANA NO BRASIL

O Sítio Arqueológico Cais do Valongo.
Com Monica Lima e Souza.

O Cemitério da Liberdade (1775 - 1858).
Com Paula Nishida.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Carlos Barretta)

Palestrantes

Alessandra Ribeiro

Alessandra Ribeiro

Doutoranda em Urbanismo na PUC - Campinas. Gestora da Casa de Cultura Afro Fazenda Roseira e Liderança da Comunidade Jongo Dito Ribeiro, reconhecido pelo IPHAN em 2005 como Patrimônio Cultural Nacional.
(Foto: Acervo Pessoal)

Casé Angatu Xukuru Tupinambá

Casé Angatu Xukuru Tupinambá

Indígena, morador no Território Tupinambá em Olivença (Ilhéus, Bahia) na Aldeia Gwarïnï Taba Atã. Doutor pela FAU/USP, Mestre pela PUC/SP e Historiador pela UNESP.Docente da Universidade Estadual de Santa Cruz. Docente na Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia - PPGER/UFSB.
(Foto: Arquivo Pessoal)

Clara Castellano

Clara Castellano

Socióloga pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), é pesquisadora do Instituto Locomotiva. Implementou, junto com Carla Borges, o programa Ruas da Memória na Coordenação de Direito à Memória e à Verdade da prefeitura de São Paulo, onde trabalhou de 2013 a 2017.
(Foto: Acervo Pessoal)

Cleiton Ferreira

Cleiton Ferreira

Membro do Movimento pela Reapropriação da Fábrica de Cimento Perus e Comunidade Cultural Quilombaque.

Deborah Neves

Deborah Neves

Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo e doutoranda em História pela Unicamp. É historiadora da Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico/Condephaat. Participou da recente reelaboração da minuta de tombamento da região de Santa Efigênia.

Dominique Tilkin Gallois

Dominique Tilkin Gallois

Professora doutora da Universidade de São Paulo e pesquisadora do Centro de Estudos Ameríndios. Desenvolve atividades de assessoria direta a comunidades indígenas no Amapá e norte do Pará, colaborando com órgãos públicos e organizações não governamentais em programas de formação indígena.

Euler Sandeville

Euler Sandeville

Professor associado da FAUUSP e livre docente em Arquitetura e Urbanismo. Pesquisador no Núcleo de Estudos da Paisagem (NEP, FAU USP), desenvolvendo processos colaborativos com comunidades e escolas públicas.

Maria Regina Weissheimer

Maria Regina Weissheimer

Arquiteta, doutoranda pela FAU/USP. Mestre em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade pela UFSC. Especialista em Políticas Culturais e Valorização do Patrimônio pela ENA-Paris. É servidora efetiva do Iphan, onde ocupou o cargo de coordenadora de Paisagem Cultural entre 2009 e 2011.

Marianna Boghosian Al Assal

Marianna Boghosian Al Assal

Arquiteta e Urbanista, mestre e doutora em História e Fundamentos da Arquitetura e Urbanismo pela FAUUSP. Diretora Adjunta do Conselho Científico da Associação Escola da Cidade onde leciona na graduação e pós-graduação. Conselheira do Conpresp desde 2017 como representante do IAB-SP.

Mariana Chiesa Gouveia Nascimento

Mariana Chiesa Gouveia Nascimento

Mestre e doutora em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da USP (2017).  Advogada especialista em direito público, vice-presidente da Comissão de Urbanismo da OABSP e consultora jurídica do FICA (Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel).

Nadia Somekh

Nadia Somekh

Professora emérita da FAUMackenzie, doutora pela FAUUSP. Foi presidente do Conpresp e diretora do Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo de 2013 a 2016. Professora convidada do IUP (Institut d Urbanisme de Paris) e da ENSAPVS (École Nationale d’Architecture Paris Val de Seine). Conselheira Federal do CAUBR.

Monica Lima e Souza

Monica Lima e Souza

Doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professora de História da África do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenadora do Laboratório de Estudos Africanos da UFRJ. Historiadora do grupo que preparou a candidatura do Cais do Valongo a Patrimônio Mundial.

Paula Nishida

Paula Nishida

Historiadora, mestre e doutora em Arqueologia  pelo Museu de Arqueologia e Etnologia da USP. Diretora do Centro de Arqueologia do Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo (DPH).

Raquel Schenkman

Raquel Schenkman

Diretora do Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, onde atua desde 2012; é arquiteta urbanista e mestre pela FAUUSP e docente do Departamento de Arte da PUC-SP desde 2011.

Regina Bortoto

Regina Bortoto

Ativista do Movimento da Fábrica de Cimento Perus e da Associação dos Aposentados de Perus.

Renato Silva Mangueira

Renato Silva Mangueira

Historiador, mestre em arqueologia pelo MAE-USP, trabalhou no Centro de Arqueologia do DPH e hoje é servidor no Centro Nacional de Arqueologia do IPHAN em Brasília.

Simone Scifoni

Simone Scifoni

Geógrafa, mestre e doutora em Geografia pela Universidade de São Paulo. Prêmio Capes de Teses em 2006, com o trabalho “A construção do patrimônio natural”. Docente do Departamento de Geografia da FFLCH-USP. Fundadora e membro da Repep (Rede Paulista de Educação Patrimonial).

Vanessa Bello Figueiredo

Vanessa Bello Figueiredo

Arquiteta e urbanista, doutora em planejamento urbano e regional pela FAU-USP. Docente na FAU PUC-Campinas, Coordenadora do Comitê Científico Nacional de Paisagens Culturais e do Núcleo São Paulo do Icomos. Foi subprefeita de Paranapiacaba.

Vanessa Fernandes Corrêa

Vanessa Fernandes Corrêa

Coordenadora do Núcleo de Identificação e Tombamento do do DPH (Departamento do Patrimônio Histórico da Prefeitura de São Paulo), onde implantou a Jornada do Patrimônio. Doutoranda em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP.  Escreveu por sete anos sobre arquitetura, urbanismo e patrimônio histórico na Folha de S.Paulo.

Data

16/09/2019 a 11/11/2019

Dias e Horários

Segundas, 14h às 17h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de agosto, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 30,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 50,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 100,00 - inteira