Atividades

Novas possibilidades de se pensar a produção de saúde no contemporâneo

Habitar Fronteiras - Saúde, Arte e Clínica

Voltar para o início Habitar Fronteiras - Saúde, Arte e Clínica

Programa


Ciclo de encontros que pretendem explorar novas possibilidades de se pensar a produção de saúde no contemporâneo, reconhecendo as fronteiras entre saúde, arte e cultura como um território híbrido e habitado por conhecimentos e práticas singulares, que se oferecem como um território de estudo e pesquisa.

2° e 3° Encontro - Saúde, Arte e Clínica
Descolonizar o inconsciente - O que tem isso a ver com a saúde? E com a arte? E com a política?
A medula micropolítica do regime colonial-racializante-capitalístico é o abuso das forças vitais da biosfera, em seus diversos componentes. No componente humano, tal abuso atinge hoje a pulsão em sua própria nascente, desviando-a de seu destino ético: processo de criação de outros modos de existência, toda vez que a vida assim o exige para perseverar. Face a esse estado de coisas, é preciso resistir micropoliticamente: desarmar o inconsciente estruturado no abuso, desertando, assim, suas formações no campo social e, com elas, nossos personagens em suas cenas, em um processo coletivo de subjetivação que as transfigure e transvalore. A resistência nesta esfera é indissociavelmente estética, clínica e política.

Quatro vocábulos guaranis serão os personagens conceituais com os quais se montará a cena micropolítica.

De seu encontro com uma certa linhagem de personagens conceituais europeus, cujo traço em comum é o esforço para desviar-se da tradição antropo-euro-falo-ego-logocêntrico que predomina no modo de produção do pensamento neste regime, se buscará traçar algumas vias para a disputa nesta esfera.

Oficina de dois dias, em 12/2 e 19/2, das 19h às 21h30.
Com Suely Rolnik.
Mediação: Ricardo Rodrigues Teixeira.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

Palestrantes

Suely Rolnik

Suely Rolnik

Psicanalista, professora titular da PUC-SP, investiga a relação imanente entre clínica, arte e política. Entre seus livros publicados no Brasil e no exterior, "Esferas da insurreição. Notas para uma vida não cafetinada" (N-1, 2018), "Cartografia sentimental" (Sulina, 1989) e "Antropofagia Zumbi" (só publicado no exterior). Co-autora com F. Guattari de "Micropolítica. Cartografias do desejo" (Vozes, 1986).
(Foto: Nicolas Pousthomis)

Ricardo Rodrigues Teixeira

Ricardo Rodrigues Teixeira

Médico sanitarista, Professor Doutor do Depto de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP. Atuou como médico sanitarista da USP junto ao Centro de Saúde Escola Samuel Barnsley - Butantã (1989-2011). Consultor da PNH do Ministério da Saúde (2007-2015). Coordenador da RHS – Rede HumanizaSUS (2008-2015).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

12/02/2020 a 19/02/2020

Dias e Horários

Quartas, 19h às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de janeiro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 9,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 15,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 30,00 - inteira