Atividades

Coord. Marina de Mello e Souza e Stella Scatena

Conferências e Seminários
Historia & Historiadores: Meios de Exercício do Ofício e Lugares de Atuação

Voltar para o início Historia & Historiadores: Meios de Exercício do Ofício e Lugares de Atuação

Programa

É comum haver críticas às ciências humanas - e à história, em particular -, advindas de setores ligados a um pensamento utilitarista, com enfoque restrito ao mercado. Esse pensamento não considera o fato de pesquisas nessas áreas, eminentemente qualitativas, demandarem um tempo mais longo para se completarem, e que o impacto provocado pelas investigações nas ciências humanas sobre questões da vida prática muitas vezes não é imediato, e sim ocorre a médio e longo prazo.

As reflexões produzidas no âmbito da história enquanto disciplina acadêmica permitem uma análise mais apurada de temas relevantes para as sociedades, que deve ser utilizada para orientar as ações humanas em seu sentido mais amplo. Refletir sobre as particularidades da construção do conhecimento histórico na academia é necessário para que se compreenda a especificidade desse tipo de atividade, que pode sim ter uma aplicabilidade imediata.

Discutir sobre a variedade de possibilidades para seu emprego no mundo contemporâneo é o objetivo básico deste seminário, que tem a intenção de refletir sobre os lugares existentes para o historiador no mundo atual, sobre as perspectivas de quais possam ser suas áreas de atuação na nossa sociedade tecnológica e em transformação acelerada.

O seminário é uma parceria do SESC São Paulo e Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo

Programação

11/11/2019

15h30 -  Abertura
Onde estão e o que fazem os historiadores? Resultados de um balanço.
Com: Marina de Mello e Souza (USP) e Stella Maris Scatena Franco (USP).
 
16h às 18h – História e Historiadores na Pesquisa no Ensino
Com: Marcos Napolitano (USP), Aldair Rodrigues (UNICAMP), Ana Lucia Ungrinovich (UGGI Educação).
 
19h30 às 21h30 -  Lendo Historiadores
Com: Luciana Pinsky (Editora Contexto), Elias Tomé Saliba  (USP), Raquel Valença (Autora do livro Serra, Serrinha, Serrano: O império do samba) e Andrea Nogueira (CPF – SESC).
 
12/11/2019
16h às 18h – Para Além do Papel
Ricardo Pimenta (IBICT-UFRJ), Paulo Knauss (Museu Histórico Nacional), Joaquim Marçal (BN) e Solange Ferraz (Museu Paulista - USP).
 
19h30 às 21h30 - História, Memória & Patrimônio
Silvana Rubino (UNICAMP),  Paulo Garcez (Museu Paulista - USP), Karen Worcman (Museu da Pessoa)  e  Marta Colabone (Sesc Memórias).

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Solange Ferraz

Solange Ferraz

Doutora em História Social (USP). Atualmente é docente no Museu Paulista (USP).

Elias Thomé Saliba

Elias Thomé Saliba


Professor titular do Departamento de História da FFLCH da USP, pesquisador 1A do CNPq e membro da International Society of Luso-Hispanic Humor Studies. Coordena o Grupo de Pesquisa em História Cultural do Humor, da USP, credenciado pelo CNPQ e o site https://humorhistoria.wordpress.com. Entre suas publicações mais importantes estão os livros Raízes do Riso (3ª.ed.,Cia. das Letras,2009); As Utopias Românticas (2a.ed.,Estação Liberdade, 2007); Crocodilos, Satíricos e Humoristas Involuntários: ensaios de historia cultural do humor (Intermeios/USP, 2018) e os capítulos “A dimensão cômica da vida privada na República”, que integra o volume III da História da Vida Privada no Brasil (org. por Nicolau Sevcenko, 11a.ed., Cia. das Letras, 2014); e Cultura: as apostas na República que compõe o vol. 3, A Abertura para o Mundo, 1889-1930 da coleção História do Brasil-Nação( org por Lilia Schwarcz, 3a. ed., Objetiva, 2018).
(Foto: Acervo Pessoal)



 

 

Marina de Mello e Souza

Marina de Mello e Souza

Graduação em Ciências Políticas e Sociais pela PUC-RJ, doutorado em História Social pela UFF e livre-docência em História da África pela FFLCH-USP. É professora do Depto de História da FFLCH - USP. Membro do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Silvana Rubino

Silvana Rubino

Professora livre-docente do Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É docente do Departamento de História da Unicamp desde 2003. Realizou estágio pós-doutoral na École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris, sob a supervisão de Afrânio Garcia e também na mesma instituição na área de História sob a supervisão de Monica Raisa Schpun. Foi conselheira do Condephaat, órgão do patrimônio cultural em São Paulo por oito anos intermitentes.
(Foto: Acervo Pessoal)

Stella Maris Scatena Franco

Stella Maris Scatena Franco

Docente de História da América Latina Independente do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP). Desenvolve trabalhos de pesquisa na interface entre cultura, política e de gênero. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Gênero e História (GRUPEG-Hist/USP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Karen Worcman

Karen Worcman

Historiadora, formada pela Universidade Federal Fluminense e pós- graduação em Lingüística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi pesquisadora do CNPQ, da FUNARTE e coordenadora de história oral do projeto Heranças & Lembranças: imigrantes judeus no Rio de Janeiro. Fundadora e diretora do Instituto Museu da Pessoa, desde 1991, um museu virtual e colaborativo aberto à participação de toda e qualquer pessoa da sociedade.  Atualmente é  também pesquisadora do Grupo Diversitas da USP , tendo recentemente publicado o livro Social Memory Tecnhology: theory, practice, action. Ë fellow da Ashoka empreendedores sociais e membros de conselho de algumas  organizações como Storywork.org.
(Foto: Acervo Pessoal)

Andrea Nogueira

Andrea Nogueira

Historiadora, mestre em Artes Visuais e doutora em Ciências da Comunicação. Atual Pesquisadora colaboradora do Departamento de História/USP e Gerente do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.
(Foto: Acervo Pessoal)

Paulo Garcez

Paulo Garcez

Historiador, Doutor em História Social pela USP. Docente do Museu Paulista da USP e dos Programas de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo e em Museologia da USP. É membro do International Council of Museums (ICOM-BR) e do Internacional Council of Monuments and Sites (ICOMOS-BR).
(Foto: Acervo Pessoal)

Marcos Napolitano

Marcos Napolitano

Professor no Departamento de História da Universidade Federal do Paraná, entre 1994 e 2004. É professor de História do Brasil Independente e docente-orientador no Programa de História Social da USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Aldair Rodrigues

Aldair Rodrigues

Graduou-se em História pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP, 2003), mestrado (2007) e doutorado (2012) em História Social pela Universidade de São Paulo (USP), com período sanduíche na Universidade de Évora e na Universidade de Coimbra, pós-doutorado na UNICAMP (2013-2016) e na Yale University (CT, USA, 2014-2015), onde foi pesquisador no âmbito do Council on Latin American and Iberian Studies coordenando a Brazil Lecture Series. Tem experiência na área de historia do Brasil colonial e atualmente dedica-se ao estudo da diáspora africana no século XVIII.

Luciana Pinsky

Luciana Pinsky

Tem graduação em Jornalismo (1995) e em História (2003) pela Universidade de São Paulo (USP). Em 2013 defendeu a dissertação de mestrado “Do papel ao digital: como as novas tecnologias desafiam a função do editor de livros de História” na ECA-USP. Atuou em diversas redações de revistas e jornais e trabalha como editora de livros da Contexto desde 2005. É autora do artigo “Editando a História” no livro recém-publicado História pública e divulgação de história organizado por Bruno Carvalho e Ana Paula Teixeira (Letra e Voz).
(Foto: Acervo Pessoal)

Ricardo Pimenta

Ricardo Pimenta

Pesquisador Associado do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC). Professor Permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PPGCI/IBICT-UFRJ). Historiador graduado (2003) pela Universidade Gama Filho - UGF com pós-graduação em História do Brasil (2005) pela Universidade Cândido Mendes - UCAM. Possui mestrado em Memória Social e Documento (2006) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO, e doutorado em Memória Social (2010) pela mesma instituição, com estágio doutoral (2007 - 2008) na École des Hautes Études en Sciences Sociales - EHESS de Paris. É líder do Grupo de Pesquisa Informação, Memória e Sociedade (http://www.memoriaesociedade.ibict.br), registrado no diretório do CNPq e coordena o Laboratório em Rede de Humanidades Digitais do IBICT (Larhud/COEPE/IBICT).

Paulo Knauss

Paulo Knauss

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1987), mestrado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (1998), tendo realizado pós-doutorado na Universidade de Estrasburgo, França (2006). É professor do departamento de História e membro do Laboratório de História Oral e Imagem da Universidade Federal Fluminense (UFF) e exerce o cargo de Diretor do Museu Histórico Nacional (MHN).

Joaquim Marçal

Joaquim Marçal

Pesquisador da Biblioteca Nacional e curador, pela BN, do portal Brasiliana Fotográfica. Trabalha na instituição há mais de 35 anos, onde atuou como designer e chefiou a Seção de Promoções Culturais, a Divisão de Fotografia e a Divisão de Iconografia. Coordenou o projeto de resgate da coleção de fotografias doada pelo imperador d. Pedro II - hoje inscrita no Registro Internacional do Programa Memória do Mundo, da Unesco. Co-autor, com a bibliotecária Celia Zaher, do projeto do Laboratório de Digitalização da Biblioteca Nacional Digital.

Marta Colabone

Marta Colabone

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1989). Especialização em Gestão de Processos Comunicacionais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (2003). Especialização em Artes pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (2006). Formação em Psicanálise pelo Centro de Estudos Psicanalíticos (2016-2018). Gerente do Centro de Pesquisa e Formação, do Serviço Social do Comércio, em São Paulo (2012 - 2013). Gerente de Estudos e Desenvolvimento, do Serviço Social do Comércio, em São Paulo, desde 2006. Tem experiência em ação cultural, atuando em equipes multidisciplinares nas áreas de Cultura, História e Memória.
(Foto: Jean Paz)

Ana Lúcia Ugrinovich

Ana Lúcia Ugrinovich

Sócia proprietária da UGGI Educação ambiental.

Raquel Valença

Raquel Valença

Professora, pesquisadora e escritora brasileira É conhecida por ser autora do famoso livro Serra, Serrinha, Serrano: o Império do Samba, escrito em parceria com Suetônio Valença, sobre a escola de samba Império Serrano,  da qual foi vice-presidente até 2010.

Data

11/11/2019 a 12/11/2019

Dias e Horários

Segunda e Terça, das 15h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 29 de outubro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis