Atividades

Descentralizar as perspectivas, repovoar os imaginários, multiplicar as falas

Contextos
Indagações criticas ao antropoceno

Voltar para o início Indagações criticas ao antropoceno

Programa

O curso propõe uma abordagem crítica ao Antropoceno com debates teóricos e propostas metodológicas situados na conjunção entre as artes e as ciências.

Programa

Dia 27 Março
Indagações críticas ao Antropoceno
O nome do Antropoceno como a narrativa dominante não é isento de críticas e formulações alternativas. Jason W. Moore propôs o nome de Capitaloceno, com ênfase nas relações de capital e trabalho. Donna Haraway questiona o termo Antropoceno afirmando que este alimenta histórias demasiadamente convencionais e prontas-para-consumir, e propõe a surpreendente figuração do Chthuluceno como uma maneira de escapar do que ela consideram um problema metodológico de partida: o excepcionalismo humano.
Com Pablo DeSoto

Conhecendo (n)o Antropoceno
O Antropoceno como desafio às práticas epistemológicas, aos regimes de percepção e às gramáticas emocionais que caracterizam a experiência moderna do mundo. A necessidade de fomento às práticas de desequilíbrio e desestruturação dos modos de existência da modernidade,   e
o papel das formas de vida não-ocidentais neste panorama.
Com Renzo Taddei.

Dia 28 Março
Os conflitos do hoje e amanhã e a necessidade de elaborar o impensável
Desenvolvendo novas capacidades, novas sensibilidade e novas ferramentas para os desafios do presente e do amanhã. Reconfiguração das escalas de percepção e ação no mundo.
Com Renzo Taddei.

Antropoceno, Capitaloceno, Chthuluceno, vivendo com o problema em Fukushima
Caso de estudo sobre a resposta de artistas e ativistas ao desastre nuclear no Japão. Trabalho com arquivo visual como método de pesquisa.
Com Pablo DeSoto.

Dia 29 Março
Novas capacidades, novas sensibilidade e novas ferramentas
Atividade prática a ser concebida e elaborada com os participantes.
Com Pablo DeSoto.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Felipe Werneck Ascom Ibama CC 2.0)

Palestrantes

Pablo DeSoto

Pablo DeSoto

Doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Mestre em Arquitetura pelo Real Instituto de Tecnologia de Estocolmo. Pesquisador afiliado ao projeto de pesquisa DTST, uma colaboração entre a Escola de Arquitetura de Umeå e Rise Interactive (Suécia).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

27/03/2018 a 29/03/2018

Dias e Horários

Terça a Quinta, 14h às 17h

As inscrições podem ser feitas a partir de 22 de fevereiro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira