Atividades

Interfaces entre jogo, arte e cultura

Cursos On-Line
Lugar de Jogo II: O jogo e redes de afetividade

Voltar para o início Lugar de Jogo II: O jogo e redes de afetividade

Programa

Por toda a sua história, a interação com jogos digitais e analógicos tem proporcionado momentos de emoções e sentimentos. Seja a alegria dos encontros nos fliperamas, o senso de pertencimento em espaços públicos (virtuais e presenciais), ora a amplificação de comportamentos hostis em videogames de competição online. Através deles, podemos experimentar a intensa sensação de humanidade.

A intensidade aumenta quando compreendemos que jogar é ser jogado. No jogo, podemos entrar e sair por onde quisermos, explorar sensações que mesclam conhecimento e deleite. Mas precisamos querer habitar o círculo mágico. Diante da "liberdade de jogar" proposta por Huizinga em 1938 e realizada mais à frente através da linguagem hipermídia, encontramos a possibilidade de elaborar o nosso próprio destino. Contudo, o privilégio também vem com a responsabilidade de nos construirmos a partir de um moderno conceito de "cultura": a coletividade.

Diante da contradição entre valorizar a democracia e a diversidade (ambiente público) e a iminente transformação capitalista de nossos sentimentos em produtos (ambiente privado), convidamos especialistas para debater questões relacionadas à "jogo e afeto", bem como implicações na cultura contemporânea.  

Programação

6/7 -O jogo e a Afetividade
Com Arlete dos Santos Petry e Raquel Motta.
Mediação: Jaderson Souza.

13/7- Práticas tóxicas em jogos online
Com Mariana Uchôa e Evelyn Mackus.
Mediação: Vanessa Pereira.

20/7 - Jogo e espaço público: comunidades
Com Talix (Tales Porphirio dos Santos) e Pedro Paiva.
Mediação: Fernanda Silvestre.

27/7 - Afetividade através de um EX-Petáculo digital
Com Tetembua Dandara, Laíza Dantas e Ana Antar.
Mediação: Tainá Felix.

3/8 - Cultura da gambiarra em jogo
Com Letícia Perani e José Messias.
Mediação: Vitor Guerra.

Obs: O participante precisa ter celular e computador e conhecer os princípios básicos para uso desses equipamentos. Após a conclusão da sua inscrição on-line na atividade e/ ou curso, você receberá por e-mail um link de acesso à Plataforma Microsoft Teams, onde será realizada a atividade e/ou curso, com até 1 (um) dia de antecedência da data de início. O acesso também poderá ser realizado através do web navegador de sua preferência.

Os encontros em ambiente on-line não são gravados, não sendo disponibilizados seus registros para posterior visualização.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 24/6, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

O pagamento dever ser feito através do cartão de crédito, e trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.

*Este curso será 100% Online. A declaração será enviada automaticamente em até 10 dias após a finalização da atividade e caso isso não ocorra, você poderá solicitar pelo e-mail: declaracao.cpf@sescsp.org.br

**Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, faça a solicitação pelo e-mail centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br, justamente após a conclusão e efetivação do pagamento de sua inscrição, e com pelo menos 48 horas de antecedência do início da atividade.

(Arte: Gamearte)

Palestrantes

Ana Antar

Ana Antar

Co-fundadora da ERA Game Studio, empresa responsável pela criação do primeiro Live Game do mundo. Organizadora nacional da Women Game Jam. Diretora Teatral formada pela UFBA, Pós Graduada em Game Design pela UNEB, desenvolvedora de jogos, gerente de projetos, roteirista, produtora e articuladora cultural.
(Foto: Acervo Pessoal)

Arlete dos Santos Petry

Arlete dos Santos Petry

Professora do Departamento de Artes da UFRN na área de Arte/Educação, e dos mestrados em Ensino de Arte - ProfArtes e em Inovação em Tecnologias Educacionais, ambos na UFRN. Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP tendo pesquisado os temas Jogo, Autoria, Produção de Conhecimento e Jogos Digitais.
(Foto: Acervo Pessoal)

Evelyn Mackus

Evelyn Mackus

Bacharel em Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi e repórter de esportes há 4 anos. Atualmente, repórter na Riot Games, cobrindo o Valorant Champions Tour Brasil, e apresentadora no podcast Lança a Braba. Passou pela ESPN e teve uma coluna no canal sobre Cenário Feminino de esports. Passagens também pelo Mais Esports e pela XLG UOL como jornalista, além de experiência como comentarista de esports.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fernanda Silvestre

Fernanda Silvestre

Mestre em Letras (Linguística e Língua Portuguesa) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é animadora cultural no Sesc Rio Preto trabalhando com as áreas de Literatura e Biblioteca, Teatro, e TSI. Organizadora do ANIMERP (Animê Rio Preto), evento anual de cultura pop/geek da cidade, com histórico de mais de 18 anos.
(Foto: Acervo Pessoal)

Jaderson Souza

Jaderson Souza

Doutorando em Humanidades, Direitos e outras Legitimidades pela USP. Mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital pela PUC-SP. Possui pós-graduação em Produção e Programação de Games pelo SENAC  e Graduação em Tecnologia e Processamento de Processamento de Dados (FIAP) e Marketing (SENAC). CEO da Game e Arte.
(Foto: Acervo Pessoal)

José Messias

José Messias

Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e do Curso de Jornalismo da UFMA, Campus Imperatriz. Doutor em Comunicação e Cultura pela Uerj  com bolsa Capes/Fulbright com doutorado-sanduíche nos EUA. Coordena o Laboratório de pesquisas em Games, Gambiarras e Mediações em Rede (GamerLab/UFMA).
(Foto: Acervo Pessoal)

Laíza Dantas

Laíza Dantas

Artista multimídia que explora os universos da performance e das artes digitais. É fundadora e diretora criativa da ultraVioleta_s, coletivo de artistas interessadas em incrementar o campo da arte com trabalhos que buscam re-sensibilizar o público e lembrá-lo da delicadeza humana.
(Foto: Acervo Pessoal)

Letícia Perani

Letícia Perani

Comunicóloga e doutora em Comunicação (Uerj). Professora adjunta do Instituto de Artes e Design da UFJF. Co-Líder do grupo de pesquisa CNPq "Histórias Interativas: estudo e projeto de ludonarrativas", e pesquisadora do grupo de pesquisa Comunicação, Entretenimento e Cognição na Uerj. Membro fundadora e conselheira da divisão brasileira da Digital Games Research Association (DiGRA).
(Foto: Acervo Pessoal)

Mariana Uchôa

Mariana Uchôa

Gestora social, formada em psicologia pela UFF, com intercâmbio acadêmico na Université Paris X. Possui 10 anos de experiência no Terceiro Setor, atuando em projetos de cultura e educação. Integra o staff de gestão executiva que criou o AfroGames, negócio de impacto social, que inaugurou o primeiro centro de treinamento em eSports numa favela no mundo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Pedro Paiva

Pedro Paiva

Mestrando em Poéticas Visuais pela UFRGS e joguinista independente pelo selo Mais Ódio Menos Playstation. Pesquisa os gabinetes arcade e seu potencial de reterritorialização da cultura de videogame nos espaços da cidade. Formado em Licenciatura em Artes Visuais (UFRGS), atuou como professor na Educação Básica com ênfase nas modalidades EJA e socioeducação.
(Foto: Acervo Pessoal)

Raquel Motta

Raquel Motta

Tecnóloga em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Fatec Ipiranga. CEO na Sue The Real, um estúdio de jogos focado em narrativas afro-diaspóricas. Escreve sobre jogos independentes produzidos pela comunidade negra ao redor do mundo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Tainá Felix

Tainá Felix

Pós-graduada em Gestão Cultural pelo SENAC-SP. É atriz formada pelo Teatro Escola Macunaíma.  Parecerista do Ministério da Cultura para o Edital de Transmídia e Games em 2018. Atualmente é sócia da empresa Game e Arte e produtora e roteirista dos jogos A Nova Califórnia e Amora.
(Foto: Acervo Pessoal)

Tales Porphirio dos Santos

Tales Porphirio dos Santos

Tales Porphirio dos Santos, ou Talix, é graduado em Letras: Português-Latim pela UFRJ. Idealizador da Wakanda Streamers, plataforma que reúne stremers pretes de jogos digitais de todo país.
(Foto: Acervo Pessoal)

Tetembua Dandara

Tetembua Dandara

Produtora cultural, performer e fotógrafa. Atua nas áreas do teatro, dança contemporânea e artes visuais, se dedica à produção em formatos horizontalizados como coletivos/grupos e parcerias de criação. Sua colaboração com ultraVioleta_s, Grupo MEIO, Leandro Souza, Grupo Folias D`Arte e Bruta Flor Filmes também ajudam a burlar o sistema e concretizar outros imaginários possíveis.
(Foto: Acervo Pessoal)

Vanessa Pereira

Vanessa Pereira

Mestra em Artes pela Unesp, pós-graduada em Estéticas Tecnológicas, especialista em EAD e designer multimídia, investiga o design de games como ação arte/educativa. Integra a equipe do Sesc Belenzinho como educadora em tecnologias e artes, além de atuar em espaços culturais periféricos da cidade de São Paulo junto ao coletivo de cultura digital Projeto LINCE. Uma das organizadoras da Global Game Jam da Sede do SESC-SP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Victor Guerra

Victor Guerra

Jornalista, formado em Comunicação Social (Jornalismo) pela UFAL. Integra o Grupo de Estudos Extremidades: redes audiviosuais, cinema, performance e arte contemporânea, da PUC-SP e é integrante do lab eXtremidades. Atua como diretor e editor em obras audiovisuais,  cria e executa projetos de eletrônica e fabricação digital em exposições e performances, e é artista-educador no Espaço de Tecnologias e Artes no Sesc 24 de maio.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

06/07/2021 a 03/08/2021

Dias e Horários

Terças, 16h às 18h.

Curso 100% online

Inscrições a partir das 14h do dia 24/6, até o dia 4/7.
Enquanto houver vagas.

Local

Plataforma Microsoft Teams

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira