Atividades

Oficina de Criação Literária através dos recursos digitais

Percursos Urbanos
O Celular é o Novo Moleskine

Voltar para o início O Celular é o Novo Moleskine

Cancelado

Programa

Desnecessário afirmar que os fatos do mundo passaram a ser filtrados pela digitalidade de um aparelho celular. Isso pode se transformar num auxílio valioso para o escritor criar a literatura que imagina, seja ela naturalista, realista ou fantástica.

Os mais variados cenários de uma cidade podem ser capturados para servir como a memória digital de quem escreve: - uma foto-locação que ofereça dados para uma cena de crime; o plano-sequência dos passos noturnos de um personagem numa rua vazia; ou um simples take desfocado de uma luz de mercúrio como a metáfora de uma mulher que enlouquece de paixão. Além disso, os selfies, tão comuns na nossa história cotidiana, podem representar a oportunidade de um estudo aprofundado de personagem. Já os vídeos, tão viralizados na Rede, podem ser o paradigma de um fragmento da cena-ação de um capítulo.


O uso de escaletas é muito difundido na técnica de roteiros para cinema (descrição resumida da primeira à última cena de um filme a ser produzido) que também passou a ser adotada por alguns escritores atuais. Nossa proposta vai um pouco além.


Com o uso de planilhas eletrônicas, a ideia é ensinar o aluno a organizar todo o material como se representasse o início, o desenvolvimento e o fim de seu projeto literário, seja ele um romance ou livros de contos e até mesmo de poemas. Quando nos damos conta da variedade de possibilidades de inserções (fotos, vídeos, desenhos, áudio-textos ou até timelines) que planilhas eletrônicas permitem, vemos o quanto se pode criar.


Então, começa o processo de escrita! Abre-se o processador de textos e a partir das imagens digitais, o escritor passa a tecer seu texto. Começa-se o processo de transcriação da escrita a partir do lembrar-se digital que, no mínimo, será uma experiência única e muito particular.


As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.


Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Crédito: Divulgação)

Palestrantes

Fernando Magalhães Rangel

Fernando Magalhães Rangel

Escritor, dramaturgo, roteirista e poeta, cursou Direito, Filosofia e Teoria do teatro no curso de Artes Cênicas na USP. Idealizador do Coletivo Poèmes en Machine com o qual realiza intervenções poéticas e teatrais desde 2013 e as oficinas de criação literária Retrato de Família - Uma Viagem Iconográfica e Literária e Anatomia LGBT desde 2015. Atualmente coordena os ensaios do texto "Quem pariu Wallace" de sua autoria, em parceria com a Educatho, com direção de Juiano Barone.
(Foto: Acervo Pessoal)

Anttonio Amoedo

Anttonio Amoedo

Escritor, revisor de língua portuguesa e autor de textos curatoriais para exposições, catálogos e sites. Roteirista do longa metragem Era dos Gigantes, primeiro filme nacional disponível viastreaming na Amazon Prime. Escritor e oficineiro do Coletivo Poèmes en Machine desde 2014. Elaborou a oficina literária Anatomia LGBT,tendo sido ministrada pelo coletivo em versão especial, tendo Caio Fernando Abreu como autor central no Museu da Diversidade Sexual. Roteirizou a cena teatral O dia da Mulher é o dia de Todos Nós, para a sede administrativa do Banco do Brasil/SP e De Pedras e Pássaros a pedido da terapeuta consteladora Maria Isabel Rodrigues.
(Foto: Acervo Pessoal)

Adriana Coppi

Adriana Coppi

Musicista, atriz e professora Waldorf, cursou Música - Bacharelado em Piano na UFRGS, TEPA - Teatro Escola de Porto Alegre e Fundamentação em Pedagogia Waldorf.
Poeta, declamadora, atriz e produtora do Coletivo Poèmes en Machine desde 2013 com o qual realiza intervenções poéticas e cenas teatrais como O dia da Mulher é o dia de Todos Nós e De Pedras e Pássaros, com roteiro de Anttonio Amoedo e direção de Fernando Magalhães Rangel.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

10/07/2019 a 05/08/2019

Dias e Horários

Segundas, Quartas e Sábados(13 e 20/7), 14h às 17h.

*Exceto 27/7 e 3/8.

As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de junho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 30,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 50,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 100,00 - inteira