Atividades

O diálogo entre os cineastas modernos e a vanguarda das artes visuais

Pesquisa em Foco
O cinema de vanguarda em diálogo com as artes visuais

Voltar para o início O cinema de vanguarda em diálogo com as artes visuais

Programa

Na virada dos anos 1960 para os 1970 se deram as tentativas mais consequentes dos cineastas modernos brasileiros de aproximação com conceitos, formas e proposições provenientes da vanguarda das artes visuais.

Hélio Oiticica, interessado então em absorver em sua prática artística elementos do cinema experimental, seria o principal interlocutor desses cineastas, tendo participação direta e indireta nos longas-metragens experimentais Câncer (1968-1972), de Glauber Rocha, Mangue Bangue (1971), de Neville D'Almeida e Lágrima-Pantera, a míssil (1972), de Júlio Bressane.

Esse intercâmbio ocorrido à margem de mediações institucionais de qualquer ordem possibilitou a esses cineastas a realização de "filmes-limite" a partir de uma dinâmica processual, mais próxima àquela das artes visuais contemporâneas. Afirmaram, de diferentes modos, o inacabamento, a informalidade e a espontaneidade da fatura e encenação, buscando provocar reações mais sensórias nos espectadores, não mediadas ou apaziguadas pelo discurso verbal.

Experiências-limite que após a década de 1970 ocorreriam no campo das artes visuais ou em alguns poucos esforços individuais no cinema, sem qualquer rastro de uma movimentação de grupo como nessas obras.

Nessa palestra busca-se assim discutir essas aproximações a partir dos filmes e de algumas proposições e filmes de artista, sem deixar de levar em conta os específicos contextos históricos e artísticos em que se deram.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Kevin Stanchfield)

Palestrantes

Theo Duarte

Theo Duarte

Doutor em Meios e Processos Audiovisuais pela ECA-USP e Mestre em Estudos de Cinema e Audiovisual pela UFF. Foi programador do Cine Humberto Mauro (Belo Horizonte - MG) e co-curador das mostras Cinema Estrutural (Caixa Cultural - RJ) e Visões da Vanguarda (CCBB - SP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

26/06/2019 a 26/06/2019

Dias e Horários

Quarta, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de Maio, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora