Atividades

A universalidade do Velho Oeste

Perspectivas
O Cinema Western

Voltar para o início O Cinema Western

Programa

O cinema western, que abordaria supostamente o Velho Oeste norte-americano, transcendeu esse tempo e espaço para constituir um gênero que retrata outros espaços e tempos, faz sucesso entre públicos de diversos países e diz muito sobre a natureza humana, ganhando ares de universalidade.

O presente ciclo tem como objetivo abordar as características principais do western, seus principais diretores, as transformações pelas quais passou e suas especificidades no cinema de alguns países.

3/10-John Ford e os heróis da transição no imaginário do western
A palestra fará um retrospecto do percurso do western a partir da análise de filmes de John Ford pertencentes a três momentos da história: No tempo das diligências (1939). Rastros de ódio (1956) e O homem que matou o facínora (1962), obras que compõem uma trilogia voltada para distintas etapas da conquista do Oeste, dando ensejo a uma reflexão sobre a relação do cineasta com a mitologia do gênero em conexão com o destino do herói. De filme a filme, o estatuto desta figura central se desloca em consonância com uma crescente interrogação sobre os pressupostos da formação nacional dos Estados Unidos.
Com Ismail Xavier.

4/10-Spaghetti western: a renovação estilística do cinema de gênero
Percebendo uma oportunidade de mercado na década de 50, produtores europeus se lançaram à tarefa de realizar filmes western, usando cidades cenográficas construídas no deserto da Espanha. Durante quase duas décadas, realizadores de Itália, Espanha, França e Alemanha lançaram 550 filmes dentro desse ciclo de produção. O spaghetti western produziu cineastas como Sergio Leone e Sergio Corbucci, que teriam grande influência estilística nas gerações vindouras de realizadores. A palestra contará os detalhes dessa história, analisando padrões estilísticos que renovaram a gramática do cinema comercial nas décadas subsequentes.
Com Rodrigo Carreiro.

10/10-O western brasileiro
Como o gênero que já foi definido pelo crítico francês Jean-Louis Rieupeyrout como o "cinema americano por excelência" desembarcou, criou raízes e se desenvolveu num país tão periférico como o Brasil? A palestra propõe uma jornada pela fascinante e pouco explorada odisseia do western no cinema brasileiro. Parte dos primórdios, ainda no período silencioso, e chega aos dias atuais. No trajeto, aborda o ciclo de filmes de cangaço, os bangue-bangues rurais e os faroestes épicos, que têm como pano de fundo guerras e revoluções que marcaram a história do país.
Com Rodrigo Pereira.

11/10-O novo western
O objetivo principal desta palestra consiste em relacionar o western estadunidense à sua identidade nacional, através de uma abordagem histórica que explicite as mudanças sentidas nas últimas décadas. A fala será direcionada à relação das mudanças sociais nas últimas décadas dos Estados Unidos com as transformações na representação da conquista do Oeste, ensejando aquilo que alguns autores denominam de "novo western". Serão destacadas as abordagens de Clint Eastwood, Joel e Ethan Coen e Quentin Tarantino, buscando explicitar o quanto seus filmes se direcionam a um "cinema de cinema", reposicionando o nacionalismo estadunidense através do western.
Com Rafael Gonçalves Borges.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Spanky Ward)

Palestrantes

Ismail Xavier

Ismail Xavier

Doutor em Letras pela USP e em Cinema Studies pela New York University. Professor emérito da ECA/USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Rodrigo Carreiro

Rodrigo Carreiro

Professor da UFPE, onde cursou mestrado e doutorado em Comunicação (Cinema). É autor do livro "Era uma vez no spaghetti western: o estilo de Sergio Leone" (Editora Estronho, 2014).
(Foto: Helder Ferrer)

Rafael Gonçalves Borges

Rafael Gonçalves Borges

Historiador com mestrado e doutorado em História Cultural pela Universidade Federal de Goiás. Atualmente é professor do Instituto Federal de Goiás.
(Foto: Acervo Pessoal)

Rodrigo Pereira

Rodrigo Pereira

Jornalista e pesquisador. É autor da dissertação Western Feijoada: o Faroeste no Cinema Brasileiro (2002) e da biografia Anthony Steffen - A Saga do Brasileiro que se Tornou Astro do Bangue-Bangue à Italiana (2006), com Daniel Camargo e Fábio Vellozo.
(Foto: Marcus Samed)

Data

03/10/2019 a 11/10/2019

Dias e Horários

Quintas e Sextas, 19h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de setembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora