Atividades

Temas centrais que estruturam o feminismo, ontem e hoje

Contextos
O pensamento de Bell Hooks

Voltar para o início O pensamento de Bell Hooks

Programa

Abordagem sobre o pensamento da aclamada ativista e educadora bell hooks, estudiosa da pluralidade dos feminismos e prática pedagógica como um lugar fundamentalmente político.

A palestra faz parte de um ciclo de encontros mensais e independentes, que acontecem ao longo do segundo semestre, dedicados a difundir o pensamento de mulheres negras que estruturaram a história do feminismo no Brasil e nos Estados Unidos e que tem a parceria do Centro de Pesquisa e Formação - Sesc SP e editora Boitempo.

Com Mariléa de Almeida.
Mediação de Jamille Pinheiro Dias.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Mariléa de Almeida

Mariléa de Almeida

Doutora em História Cultural pela Unicamp. Realizou doutorado Sanduíche na Universidade de Colúmbia (Nova York), cuja pesquisa  enfocou as experiências teóricas interseccionais dos feminismos negros estadunidenses entre as décadas de 1980 e 1990. É integrante dos seguintes grupos de pesquisa: Gênero, experiência e Subjetividade (Unicamp) e o LabQueer - Laboratório de estudos das relações de gênero, masculinidade e trangêneros (UFRRJ).  É autora do prefácio do livro "Erguer a voz: pensar como feminista, pensar como negra, da feminista estadunidense bell hooks" (Ed. Elefante, 2019).
(Foto: Acervo Pessoal)

Jamille Pinheiro Dias

Jamille Pinheiro Dias

Tradutora e pesquisadora. Doutora em Inglês e pós-doutoranda em Tradução pelo Departamento de Letras Modernas da USP, foi pesquisadora visitante na área de Culturas Ibéricas e Latino-Americanas da Universidade de Stanford, na Califórnia. Ainda nos Estados Unidos, ministrou aulas e palestras em instituições como Princeton University, University of Chicago e UCLA.  Sua mais recente tradução "Um guia Pussy Riot para o ativismo", de Nadya Tolokonnikova (Ed. Ubu), em parceria com Breno Longhi.
(Foto: Tereza Maciel)

Data

02/12/2019 a 02/12/2019

Dias e Horários

Segunda, 19h às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de novembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira