Atividades

As dinâmicas de uma região da cidade estigmatizada

Em Debate: Outsiders
Os Guetos da Cidade

Voltar para o início Os Guetos da Cidade

Programa

O presente ciclo discutirá os diversos sentidos de gueto, abordando três grupos sociais comumente associados a ele - judeus, negros e LGBTs; a especialização desses grupos na cidade; sua cultura; a formação de identidades; sua relação com os grupos externos; os estigmas que sofrem e as formas de resistência encontradas.

5/8-O gueto judaico
As imigrações integram o conjunto das relações entre sociedade - espaço/sociedade - natureza/espaço e tempo, ao longo da história da civilização humana. As distintas passagens imigratórias dos judeus no Brasil e sua inserção no espaço urbano lhes permitiram construir o "seu lugar" ou guetos, bem como sua identidade, por meio da materialidade religiosa e cultural. Ao longo do século XX, a comunidade judaica de São Paulo vivenciou forte redistribuição espacial de suas atividades econômicas e sociais, que se concretizaram em uma trajetória que caminhou do bairro do Bom Retiro ao Morumbi, marcando singularmente a paisagem desta metrópole.
Com Carlos Alberto Povoa

7/8-O gueto negro
A palestra tem como objetivo abordar os processos históricos e sociais que têm impelido para os territórios segregados e marginalizados de diversas cidades brasileiras a população negra, estigmatizando fortemente esse grupo social e os lugares nos quais ele está presente em maiores proporções. Além dos infortúnios que permeiam a trajetória de segmentos negros, habitantes de territórios segregados, serão abarcadas trajetórias de luta, resistência, mobilizações políticas, culturais e protagonismo no processo de desenvolvimento de cidades e, sobretudo, dos seus espaços de vida e sociabilidade.
Com Mariana Panta.

12/8-O gueto LGBT
A palestra desenvolverá uma reflexão sobre cidade na intersecção com gênero e sexualidade, mais particularmente no que concerne aos espaços usualmente associados à presença de pessoas amplamente identificadas como LGBT. A partir da contribuição socioantropológica sobre as relações entre o espaço urbano e as sexualidades, será concedida especial atenção à incorporação e à crítica da noção de gueto e ao desenvolvimento de noções como territorialidades, lugares e fronteiras. Ao longo do percurso, categorias como raça, classe, geração e nacionalidade estarão em constante articulação com gênero e sexualidade na abordagem de como o espaço se constitui atravessado por relações sociais de poder.
Com Isadora Lins França.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Preliminares)

Palestrantes

Isadora Lins França

Isadora Lins França

Professora do Departamento de Antropologia e pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu, ambos vinculados à Unicamp. É autora do livro "Consumindo lugares, consumindo nos lugares: homossexualidade, consumo e subjetividades na cidade de São Paulo" (2012).
(Foto: Acervo Pessoal)

Carlos Alberto Povoa

Carlos Alberto Povoa

Doutor em Ciências Geografia pela USP. Professor Associado do Departamento de Geografia na UFTM. Autor do livro "A Territorialização dos Judeus na cidade de São Paulo" (Ed. Humanitas/FAPESP, 2010).
(Foto: Acervo Pessoal)

Mariana Panta

Mariana Panta

Doutora em Ciências Sociais pela UNESP-Marília, com estágio de investigação doutoral no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal. Pesquisadora do Laboratório de Cultura e Estudos Afro-Brasileiros (LEAFRO-UEL).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

05/08/2019 a 12/08/2019

Dias e Horários

Segundas e Quarta, 19h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de julho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira