Atividades

"Não posso me resumir porque não se pode somar uma cadeira e duas maçãs. Eu sou uma cadeira e duas maçãs. E não me somo".

Em Debate: Existir, reexistir, resistir: mulheres na linha de frente
Para Amar Clarice

Voltar para o início Para Amar Clarice

Programa

Neste curso, faremos um passeio pela obra clariceana, por meio de escolhas dirigidas à situação de leitores que querem e/ou precisam conhecê-la melhor. A literatura, já dizia o crítico Antonio Cândido, "não corrompe nem edifica, mas, trazendo livremente em si o que chamamos o bem e o que chamamos o mal, humaniza em sentido profundo, porque faz viver".

Na obra de Clarice, há uma demanda da presença viva do leitor que não deixa de poder ser relacionada com um traço da carência permanente de suas personagens, sempre em busca de algo que foge, que como um vaga-lume ilumina e escurece, ilumina e escurece, como a própria existência humana. Nossas mais fundas questões metafísicas são tocadas por ela, com intensidade desmedida, com uma capacidade ímpar de esticar os limites da linguagem, aumentar a quantidade e a qualidade de seus recursos expressivos, para que ela nos ajude a ver a coisa, ou as coisas todas, em geral bem mais complexas e delicadas que nossas tentativas de expressá-las.

A infância, a juventude, a velhice, o amor, a amizade, Deus, a rotina, a liberdade, as amarras que nos impedem de ser mais como às vezes vislumbramos que podemos, as tentativas de destruir tais amarras, as iluminações que vêm de uma nostalgia de termos sido mais próximos uns dos outros - humanos, animais, vegetais, em outro tempo, fascinante e irreconhecível . Esse tempo primal -- mais como falta e ritual de ascese -- está presente nos textos desta mulher que não distinguia literatura de vida, não aceitava um mundo composto de binarismos pobres, redutores; não fazia concessões às desigualdades sociais, sexuais, raciais etc, tanto quanto às classificações rígidas, de qualquer tipo.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600


(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Emília Amaral

Emília Amaral

Doutora em educação e literatura pela UNICAMP. Realizaou estudos de pós -doutorado no Departamento de Estudos Judaicos da USP. Tem atuado principalmente na iniciação à produção e à leitura de textos, livros didáticos e paradidáticos, leitura de textos literários etc. 


(Foto: Acervo Pessoal)

Data

11/04/2018 a 02/05/2018

Dias e Horários

Quartas, das 19h às 21h

As inscrições podem ser feitas a partir de 22 de março às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora