Atividades

Jogos do texto e da imagem na arte de poetas e pintores das vanguardas latino-americanas

Em Debate: América Latina: transgressões e transformações
Plasticidades poéticas, escrituras picturais

Voltar para o início Plasticidades poéticas, escrituras picturais

Programa

No acalorado contexto das vanguardas do início do século XX, criadores de espírito intrépido e desafiador engajaram-se nos processos de luta pela modernidade de pensamento e expressão estética na América do Sul.

Nomes representativos dessas laboriosas batalhas por promover uma atualização de valores estéticos e infundir uma identidade própria à literatura e às artes vindouras, o poeta Oliverio Girondo (1891-1967) e o artista plástico Alejandro Xul Solar (1887-1963), ambos de origem Argentina, o poeta brasileiro Oswald de Andrade (1890-1954) e o artista plástico uruguaio Joaquín Torres-García (1874-1949) investiram no jogo poético entre texto e imagem em suas obras.

Ao romperem com o que consideravam tradições e cânones fundados em fórmulas obsoletas e sem ressonância, criaram linguagens estéticas originais e transgressoras, que acirraram o contato entre as artes literárias e visuais e conduziram a processos criativos singulares, capazes de descortinar possibilidades expressivas imprevistas.

Nessa perspectiva, a palestra discute como esses vanguardistas dedicaram-se a concatenar elementos visuais e verbais, de diferentes modos, no ímpeto de conceberem obras que constituíssem manifestações estéticas de ruptura. Em suas obras, o escritural se investe de um caráter iminentemente icônico/ visual, e o imagético assume formas e funções de signo verbal, como mecanismos para elaborar significados complexos no âmbito de uma correlação entre as artes.

A partir do contato interartes, a palestra analisa os jogos de linguagens experimentados que se reverberaram nas plasticidades poéticas dos escritos de Andrade e Girondo e nas escrituras picturais das obras plásticas de Torres-García e Xul Solar. Com o lúdico e exacerbado manejo de significantes, que faz pictórico e escritural convergirem, esses criadores produzem obras no limiar entre as artes, que podem ser consideradas poéticas visuais, responsáveis por inaugurar novas perspectivas para a Arte Latino-americana.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Joaquin Torres Garcia)

Palestrantes

Yara Augusto

Yara Augusto

Doutora em Estudos Literários, foi eleita autora da melhor tese do triênio 2014/ 2015/ 2016 pelo Poslit/UFMG. Realizou estágio doutoral na Université Sorbonne Nouvelle - Paris III e no Centre de Recherches Interuniversitaires  sur  les Champs Culturels em Amérique Latine (CRICCAL). É professora do CEFET/MG.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

23/04/2019 a 23/04/2019

Dias e Horários

Terça, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Março, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora