Atividades

Quem são os novos atores sociais dos ativismos contemporâneos?

Perspectivas
Políticas das diferenças, ativismos e agenciamentos

Voltar para o início Políticas das diferenças, ativismos e agenciamentos

Programa

Nos últimos anos temos visto uma série de manifestações e atos públicos que têm interferido nos processos políticos mais amplos em diferentes lugares do mundo. Das praças Tahrir, no Egito em 2011, e Taksim, na Turquia em 2013, passando pelas Jornadas de Junho de 2013 no Brasil, pelas mobilizações estudantis chilenas entre 2011 e 2012, pelo Occupy Wall Street, no Estados Unidos em 2011, pelos protestos políticos na Coreia do Sul em 2015, são muitos os exemplos de insurgências que mobilizam de milhares a milhões de pessoas.

Os entendimentos sobre essas movimentações têm mobilizado interpretações divergentes, desde um olhar que privilegia novas formas de mobilização, mais horizontalizadas e que foca na ação direta, até análises que destacam consequências diferentes das pretendidas originalmente, em especial pela contraposição às formas mais institucionalizadas de mobilização política.

De uma forma geral, tenta-se colocar em perspectiva tais mobilizações frente às novas possibilidades de organização em rede, troca de mensagens instantâneas e articulação de diferentes setores para atos pontuais de grande repercussão mundial.

Este curso pretende colocar em perspectiva a discussão sobre novas formas de mobilização social na contemporaneidade tendo em vista o debate que tem se realizado nos últimos 40 anos sobre a entrada de novos atores sociais na disputa pela ampliação das formas democráticas de participação nas decisões sobre o país.

Se no fim do regime civil-militar a organização de movimentos populares e novos partidos políticos delinearam algumas das principais questões sobre os problemas históricos brasileiros, temos, hoje, a proliferação de temas e debates que se cruzam o tempo todo.

Contudo, o que tem sido observado nos dias atuais na observação da ampliação de vozes é um recrudescimento conservador nos costumes que também têm participado dessa miríade de atores num movimento contrário à ampliação de direitos. Como analisar este contexto complexo?

Programação

12/8 - 19h às 21h30h.
1 - Autonomia dos Corpos e Interseccionalidade: Gêneros, Raças e Sexualidades
Palestrante: Bruno Puccinelli e Paulo Roberto Souza.
 
14/8 - 19h às 21h30h.
2 - Movimento Negro
Palestrantes: Flavia Rios e Deivison Faustino.
 
19/8 - 19h às 21h30h.
3 - Feminismo
Palestrantes: Suzane Jardim e Flávia Birolli.
 
21/8 - 19h às 21h30h.
4 - Pânicos morais e sexuais
Palestrante: Bruno Puccinelli, Lucas Bulgarelli e Monique Prada.
 
26/8 - 19h às 21h30h.
5 - O público o privado e a reprodução da vida: transformações contemporâneas
Palestrante: Bruno Puccinelli e Paulo Roberto Souza.
 
28/8- 19h às 21h30h.
6 - Direito à cidade + ruas feitas para dançar.
Palestrante: Bruno Puccinelli.
 
2/9 - 19h às 21h30h.
7 - Metamorfoses do Trabalho: Precariado ou Empreendedores?
Palestrante: Brauner Geraldo Cruz Junior e Paulo Roberto Souza.
 
4/9 - 19h às 21h30h.
8 - Movimentos sociais de moradia: centro e periferia
Palestrante: Paulo Roberto Elias de Souza e Graça Xavier.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Paula Kindsvater CC 4.0)

Palestrantes

Ramon Reis

Ramon Reis

Doutor em Antropologia Social pela USP. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Interfaces (UFPA),  coordenando a linha de pesquisa Territorialidades, Produção Social das Diferenças e Diversidade Sexual e de Gênero. Desenvolve pesquisa na interface entre Antropologia Urbana e estudos de Gênero e Sexualidade.
(Foto: Acervo Pessoal)

 Deivison Mendes Faustino

Deivison Mendes Faustino

Doutor em Sociologia pela UFSCAR. Professor Adjunto da Unifesp. Integrante do Grupo Kilombagem.
(Foto: Acervo Pessoal)

Brauner Geraldo Cruz Junior

Brauner Geraldo Cruz Junior

Bacharel em Administração Pública pela FGV-SP e Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC.
Desenvolve pesquisas nas temáticas do neoliberalismo, empreendedorismo e representações socioculturais da sociedade brasileira.
(Foto: Acervo Pessoal)

Bruno Puccinelli

Bruno Puccinelli

Doutor em Ciências Sociais pela Unicamp e mestre em Ciências Sociais pela Unifesp.
(Foto: Acervo Pessoal)

Flávia Birolli

Flávia Birolli

Cientista Política. Profa. do Instituto de Ciência Política da UnBa e presidenta da Associação Brasileira de Ciência Política.
(Foto: Acervo Pessoal)

Flavia Rios

Flavia Rios

Doutora e mestra em Sociologia pela USP. Professora da Universidade Federal Fluminense.
(Foto: Acervo Pessoal)

Graça Xavier

Graça Xavier

Coordenadora do União dos Movimentos de Moradia de São Paulo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Lucas Bulgarelli

Lucas Bulgarelli

Mestre e doutorando em Antropologia pela USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Monique Prada

Monique Prada

Trabalhadora sexual, feminista, ativista pelos direitos das prostitutas. Uma das fundadoras da CUTS - Central Única de Trabalhadoras e Trabalhadores Sexuais, integra o Grupo Assessor da Sociedade Civil da ONU Mulheres no Brasil.
(Foto: Acervo Pessoal)

Paulo Roberto Souza

Paulo Roberto Souza

Doutorando em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC.
(Foto: Acervo Pessoal)

Suzane Jardim

Suzane Jardim

Bacharel em História pela USP, pesquisa dinâmicas raciais, criminologia e questão de drogas no Brasil e EUA.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

12/08/2019 a 04/09/2019

Dias e Horários

Segundas e Quartas, 19h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de julho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 24,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 40,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 80,00 - inteira