Atividades

Partilha de conhecimentos a partir da produção artística contemporânea

Cursos On-Line
Programa de Orientação de Projetos em Artes Visuais. Módulo 2

Voltar para o início Programa de Orientação de Projetos em Artes Visuais. Módulo 2

Programa

A proposta do programa é produzir um espaço de troca, de experimentação e de reflexão crítica a partir das obras, dos interesses e das inquietações dos artistas participantes, que podem estar iniciando suas trajetórias ou já estarem há algum tempo percorrendo-as.

Sob a coordenação de Clarissa Diniz e Gustavo Torrezan, o programa propõe que os artistas que o integrem mergulhem tanto em suas próprias obras, como naquelas de seus colegas, tramando reflexões recíprocas e partilhando conhecimentos. Coletivamente, busca ampliar horizontes, aprofundar problemáticas e adensar as ferramentas reflexivas e investigativas dos artistas em formação

Realizado on-line e aberto à participação de artistas de qualquer parte do país, o programa conta ainda com uma programação de conversas públicas e encontros com a participação de convidades, produzindo convergências e reconhecendo singularidades entre repertórios, experiências e pensamentos diversos.

Cronograma:

Os encontros públicos e com o grupo selecionado acontecem sempre às quintas-feiras das 9h às 12h. Os encontros individuais são agendados com os orientadores em horários a serem estabelecidos.

02 a 12/08 - Encontros individuais com os orientadores (horário agendado a definir).
19/08 - Apresentação do curso + proposta de acolhida.
26/08 - Dinâmica coletiva.
02/09 – Conversa pública “Corpo-terra e contracolonialismos”.
Com Nego Bispo e Geni Nuñez.
03 a 08/09 - Encontros interno – grupo 1 (horário agendado a definir)
09/09 - Apresentação grupo 1.
10 a 15/09 – Encontros interno – grupo 2 (horário agendado a definir)
16/09 - Apresentação grupo 2.
23/09 - Conversa Pública “Territórios,  patrimônios, espaços e combates”.
Com José Eduardo e Vilma Santos (Acervo da Laje) e Casé Angatu (Carlos José Ferreira dos Santos).
24 a 29/09 - Encontro interno – grupo 3 (horário agendado)
30/09 - Apresentação grupo 3.
07/10 - Conversa Pública “Escuta, escrita e outros modos de narrar a existência.”
Com Raquel Stolf e Ricardo Aleixo.
08 a 13/09 - Encontro interno – grupo 4 (horário agendado a definir).
14/10 - Apresentação grupo 4.
21/10 - Conversa Pública “Escrevivências, memórias, histórias, fabulações".
Com Conceição Evaristo e Goya Lopes.
28/10 - Diálogo de Isabella Rjeille com grupo a.
04/11 - Diálogo de Raquel Stolf com grupo b.
11/11 - Diálogo de Divino Sobral com grupo c.
18/11 - Diálogo de Amanda Carneiro com grupo d.
25/11 - Conversa Pública “A floresta domesticada e o espírito da floresta”
Com Charles Clement e Ibã Huni Kuin.
19/11 a 02/12 - Encontros individuais com os orientadores (horário agendado a definir).
02/12 - Avaliação + proposta de encerramento.


Os encontros em ambiente on-line não são gravados, não sendo disponibilizados seus registros para posterior visualização.


Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.


O pagamento dever ser feito através do cartão de crédito, e trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.


*Este curso será 100% Online. A declaração será enviada automaticamente em até 10 dias após a finalização da atividade e caso isso não ocorra, você poderá solicitar pelo e-mail: declaracao.cpf@sescsp.org.br


**Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, faça a solicitação pelo e-mail centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br, justamente após a conclusão e efetivação do pagamento de sua inscrição, e com pelo menos 48 horas de antecedência do início da atividade.


Os encontros poderão sofrer alterações.

Palestrantes

Amanda Carneiro

Amanda Carneiro

Curadora assistente no MASP, editora na Revista Afterall e pesquisadora do projeto 'Arte e descolonização'. Graduou-se e é mestre pela Universidade de São Paulo. Recentemente, co-organizou o catálogo e a mostra 'Beatriz Milhazes: Avenida Paulista' e 'Conceição dos Bugres: tudo é da natureza do mundo'.
(Foto: Acervo Pessoal)

Nego Bispo

Nego Bispo

Antonio Bispo dos Santos. Mestre quilombola, escritor, lavrador, formado por mestras e mestres de ofícios, morador do Quilombo do Saco-Curtume em São João do Piauí.
(Foto: Acervo Pessoal)

Casé Angatu

Casé Angatu

Carlos José Ferreira dos Santos. Professor na UDESC (Ilhéus/BA);  Indígena e morador do Território Indígena Tupinambá de Olivença, doutor pela FAU-USP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Charles Clement

Charles Clement

Pesquisador e professor no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Doutor pela University of Hawai'i at Manoa
(Foto: É
rico Xavier - Agência FAPEAM)

Clarissa Diniz

Clarissa Diniz

Curadora, pesquisadora e educadora. Doutora em sociologia, mestre em artes pela UERJ. Publicou diversos livros e realizou inúmeras curadorias em Museus e Centros Culturais.
(Foto: Acervo Pessoal)

Conceição Evaristo

Conceição Evaristo

Poeta, contista e romancista, Conceição Evaristo é também bacharela em letras (UFRJ), mestra em literatura brasileira (PUC) e doutora em literatura comparada (UFF). Participou de diversas antologias nacionais e internacionais e possui obras premiadas e traduzidas para várias línguas.
Vera Eunice de Jesus Lima, é professora de língua portuguesa da rede pública de ensino. Filha caçula de Carolina Maria de Jesus, é a responsável pelo acervo da autora depositado na Biblioteca Nacional e supervisiona o Conselho Editorial responsável pela publicação da obra inédita de Carolina Maria de Jesus na editora Cia das Letras.

(Foto:
Aline Macedo)

Divino Sobral

Divino Sobral

Artista, pesquisador e curador independente. Publica regularmente textos sobre arte brasileira e recebeu premiações de curadoria no V Prêmio Marcantonio Vilaça CNI SESI, e de crítica de arte no Situações Brasília. Realizou exposições individuais e coletivas no Brasil e exterior.
(Foto:
Jakellyne Vieira)

Geni Nuñez

Geni Nuñez

Mestre em Psicologia Social e doutoranda em Ciências Humanas (UFSC). Pesquisa branquitude, etnocídio e artesanias narrativas. É ativista indígena guarani, autora do livro infantil Jaxy Jateré: um Saci Guarani. Co-assistente da Comissão Guarani Yvyrupa.
(Foto: Acervo Pessoal)

Goya Lopes

Goya Lopes

Artista plástica de designer. Graduada em Belas Artes pela UFBA, utiliza a estamparia como meio para recontar histórias coloniais, sob a perspectiva do povo preto.
(Foto: Acervo Pessoal)

Gustavo Torrezan

Gustavo Torrezan

Artista, pesquisador e educador. Doutor em poéticas visuais, mestre em educação e graduado em artes visuais pela Unicamp. É pesquisador no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc–São Paulo.
(Foto: Dino Moura)

Ibã Huni Kuin

Ibã Huni Kuin

É um Txana, mestre dos cantos na tradição do povo huni kuin. Fundou o Mahku (Movimento dos Artistas Huni Kuin), um coletivo de pesquisadores e artistas do povo Huni Kuin.
(Foto: Acervo Pessoal)

Isabella Rjeille

Isabella Rjeille

Curadora no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) e co-editora do jornal Nossa Voz, uma publicação da Casa do Povo, São Paulo. Entre suas exposições recentes, destacam-se Histórias feministas: artistas depois de 2000 (2019, MASP), Djanira: a memória de seu povo (2019, co-curadoria com Rodrigo Moura, MASP e Casa Roberto Marinho) e Lucia Laguna: vizinhança (2018, MASP).
(Foto: Victoria Negreiros)

José Eduardo Ferreira Santos

José Eduardo Ferreira Santos

Professor e  pesquisador, responsável pelo Acervo da Laje, um espaço independente para memória artística, cultural e de pesquisa sobre o subúrbio ferroviário de Salvador-BA.
(Foto: Ana Devora)

Raquel Stolf

Raquel Stolf

Artista, pesquisadora e professora nos cursos de graduação e pós-graduação em Artes Visuais da UDESC, em Florianópolis. Suas proposições e projetos investigam processos de escrita, o procedimento da coleção, experiências de silêncio e situações de escuta.
(Foto: Fran Favero)

Ricardo Aleixo

Ricardo Aleixo

Artista-pesquisador intermídia, ensaísta e editor. Suas obras mesclam poesia, artes visuais, vídeo, dança, performance, música e design sonoro. Desenvolve seus projetos de pesquisa, criação e formação no LIRA/Laboratório Interartes Ricardo Aleixo e no KORA / Kombo Roda Afrotópica, situados no bairro Campo Alegre, periferia de Belo Horizonte.
(Foto: Acervo Pessoal)

Vilma Santos

Vilma Santos

Educadora, responsável pelo  Acervo da Laje, um espaço independente para memória artística, cultural e de pesquisa sobre o subúrbio ferroviário de Salvador-BA.
(Foto: Ana Devora)

Pré-requisito

Candidatura, Seleção e inscrição:

03/05 a 30/06: Candidatura através de preenchimento do Formulário.

Nele serão solicitadas as informações:


1) Dados pessoais;


2) Portfólio (imagens com ficha técnica das obras, links de vídeos, currículo. Tamanho máximo 10mb) e/ou página de instagram, facebook, you tube, site;


3) Carta de motivação/intenção (máximo de 1 página).


19/07: Divulgação dos selecionados;
20 a 26/07/2021: Inscrição para os selecionados;

Data

02/08/2021 a 02/12/2021

Dias e Horários

Quintas, 9h às 12h.

Inscrições a partir das 14h do dia 3/5.

Local

Em Casa

Valores

R$ 36,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 60,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 120,00 - inteira