Atividades

Com: Arlenice Almeida da Silva, Noemi Jaffe, Veronica Stigger, Sidney Molina e Tania Rivitti

Cursos On-Line
Propostas radicais: quebras na filosofia, literatura, arte e música

Voltar para o início Propostas radicais: quebras na filosofia, literatura, arte e música

Programa

O ciclo apresenta pensadores, artistas e escritores que mudaram, por sua radicalidade, a forma de perceber as questões e produções que pertencem ao campo da cultura.

A proposta, com curadoria de Tania Rivitti, presta uma homenagem aos inconformistas que, dialogando com questões de seu tempo, perceberam a necessidade da transgressão' e a possibilidade de mudança.

12/5. Propostas radicais na filosofia
A palestra aborda a ruptura causada pela Revolução Francesa, aproximando acontecimento e pensamento, história e arte, através de clássicos como "A educação estética do homem" (1795) do filósofo alemão Friedrich Schiller.
A partir dessa tradição de pensamento, Arlenice Almeida da Silva comenta, diante do tempo em que vivemos, como o horror provocado pela I Guerra Mundial engendrou uma ruptura radical no campo da estética, em especial na teoria do filósofo húngaro György Lukács, em seu texto "A teoria do romance" (1916).
Com Arlenice Almeida da Silva.

19/5. Propostas radicais na literatura
Escrever ficção já é uma ruptura com a linguagem cotidiana. Como elaborar outras rupturas dentro dela? A partir dessa provocação, Noemi Jaffe discute as quebras que a literatura pode estabelecer nos indivíduos e o deslocamento da linguagem literária em diferentes autores.
Com Noemi Jaffe.

26/5. Propostas radicais nas artes visuais
Marcel Duchamp foi seguramente o artista que, com maior clareza, promoveu uma verdadeira quebra no modo de se pensar e produzir arte na modernidade. Foi aquele artista que respondeu à crise de paradigmas que se instalou na passagem do século 19 ao 20, delimitando o fim de uma certa concepção de arte e o início de outra, que, por vezes, foi qualificada de "antiarte".
Nesse encontro, Veronica Stigger comenta sobre as rupturas propostas por Duchamp que redundaram em novos encaminhamentos no campo das artes como um todo.
Com Veronica Stigger.

2/6. Propostas radicais na música
A partir de obras fundamentais de Debussy (1862-1918), Stravinsky (1882-1971) e Schoenberg (1874-1951), Sidney Molina aborda as quebras de paradigmas musicais em três diferentes aspectos: forma, ritmo e harmonia, com o advento da atonalidade. Iniciado no final do século 19, esse processo se desenvolve nas primeiras décadas do século 20, abrindo espaço para as vanguardas do pós-II Guerra Mundial.
Com Sidney Molina.

Obs: O participante precisa ter celular e computador e conhecer os princípios básicos para uso desses equipamentos. Após a conclusão da sua inscrição on-line na atividade e/ ou curso, você receberá por e-mail um link de acesso à Plataforma Zoom, onde será realizada a atividade e/ou curso, com até 1 (um) dia de antecedência da data de início. O acesso também poderá ser realizado através do web navegador de sua preferência.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 28/4, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

O pagamento dever ser feito através do cartão de crédito, e trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.

*Este curso será 100% Online. A declaração será enviada automaticamente 1 dia após a finalização da atividade e caso isso não ocorra, você poderá solicitar pelo e-mail: declaracao.cpf@sescsp.org.br

(Arte: Walter Cruz)

Palestrantes

Noemi Jaffe

Noemi Jaffe

Escritora, professora de escrita e literatura, crítica literária e fundadora do espaço Escrevedeira. Publicou "A Verdadeira História do Alfabeto" (Companhia das Letras, 2012), vencedor do prêmio Brasília de Literatura, e "O que os Cegos Estão Sonhando?" (Editora 34, 2012), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Tania Rivitti

Tania Rivitti

Educadora e gestora do Ateliê397. Trabalhou em algumas Bienais no setor educativo do MASP e no Centro Universitário Maria Antonia/USP. Participa do coletivo feminista de intervenção nas artes Vozes Agudas.
(Foto: Acervo Pessoal)

Veronica Stigger

Veronica Stigger

Escritora, crítica de arte, curadora independente e professora universitária. Possui doutorado em Teoria e Crítica de Arte pela USP e pesquisas de pós-doutorado pela Università degli Studi di Roma "La Sapienza", pelo MAC/USP e pelo IEL/Unicamp. É autora, entre outros, de "Opisanie wiata" (Cosac Naify, 2013), "Sul" (34, 2016) e "Sombrio ermo turvo" (Todavia, 2019).
(Foto: Eduardo Sterzi)

Arlenice Almeida da Silva

Arlenice Almeida da Silva

Doutora em filosofia pela USP e professora de Estética e Filosofia da Arte no Departamento de Filosofia da Unifesp. É autora de "Estética da resistência: a autonomia da arte no jovem Lukács" (Boitempo Editorial/Fapesp, 2021 - No prelo).
(Foto: Acervo Pessoal)

Sidney Molina

Sidney Molina

Violonista, professor e crítico musical. É fundador do Quaternaglia Guitar Quartet (QGQ) e crítico de música do jornal Folha de São Paulo. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, é autor dos livros "Música Clássica Brasileira Hoje" (Publifolha) e "Mahler em Schoenberg: angústia da Influência na Sinfonia de Câmara n.1" (Rondó).
(Foto: Gal Oppido)

Data

12/05/2021 a 02/06/2021

Dias e Horários

Quartas, 18h às 20h.

Curso 100% online

Inscrições a partir das 14h do dia 28/4, até o dia 9/5.
Enquanto houverem vagas.

Local

Em Casa

Valores

R$ 10,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 17,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 35,00 - inteira