Atividades

Erudito-popular, nacional-estrangeiro: curso utiliza as lições de Machado de Assis para conhecer melhor as músicas brasileiras

Diversos 22
Redescobrindo as músicas brasileiras do Século XIX

Voltar para o início Redescobrindo as músicas brasileiras do Século XIX

Programa

Um punhado de geniais "contos musicais" de Machado de Assis revelam a história real das músicas brasileiras na segunda metade do século 19. As polcas do Pestana, maravilhoso personagem do conto "Um Homem Célebre", entre outros, e como sugere o importante artigo de José Miguel Wisnik, nos ensinam muito mais sobre a natureza da música brasileira do que as escolásticas histórias da música que circularam entre os séculos 19 e início do século 20, devotadas ao cânone da música europeia culta, recalcando justamente a maior novidade musical daquele período histórico.

A moldura teórica também conta com o importante trabalho do musicólogo inglês Derek B. Scott. Ele afirma que "não nos damos conta de que não foi no século 20, mas no século 19 que um novo tipo de música surgiu: a música popular, ao lado da música folclórica e da de concerto".

Scott realoca a revolução da música popular no século 19, proclamando que essa revolução, em grande parte estilística, foi impulsionada pela "incorporação da música em um sistema de empreendimento capitalista".

A partir dessa revolução, novos "mundos da arte foram criados", o que significava, entre outras coisas, que a música popular poderia estabelecer seu próprio cânone como um "terceiro tipo de música". Scott clama, em seu artigo, por uma pesquisa sistemática a respeito desse fenômeno: incentiva os musicólogos a estudá-lo "em termos de uma revolução estilística, demonstrando como e por que desafiava as práticas existente".

É este o objetivo do curso, em três aulas.

Aula 1: Como os contos musicais de Machado de Assis colocam sob novo ângulo as músicas brasileiras da segunda metade do século 19.

Aula 2: Paulo Castagna, Derek B. Scott e os modos de se contar a história das músicas brasileiras no século 19. Como, apesar de recalcada pelas histórias oficiais, as músicas e danças populares se impuseram, à revelia do país oficial.

Aula 3: As reações diferentes dos compositores "eruditos" do período às músicas populares de talentos como Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth.

Recomendamos o uso de máscara cobrindo nariz e boca.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, solicite pelo e-mail centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br, após a conclusão e efetivação do pagamento da sua inscrição, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 27/10 no site do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc ou presencialmente em qualquer unidade do Sesc São Paulo. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

O pagamento pode ser feito através do cartão de crédito, débito ou em dinheiro. Trabalhamos com as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hipercard.

** Ao término do curso, você poderá solicitar sua declaração de participação pelo e-mail declaracao.cpf@sescsp.org.br
A declaração será encaminhada em até 30 dias

*** Havendo ainda disponibilidade de vagas para os cursos presenciais, as inscrições poderão ser feitas no dia do curso no Centro de Pesquisa e Formação.

O cancelamento poderá ser realizado com até 48 horas antes do início da atividade, por email: centrodepesquisa.cpf@sescsp.org.br

(Arte: Divulgação)
 

Palestrantes

João Marcos Coelho

João Marcos Coelho

Jornalista e crítico musical do jornal "O Estado de S. Paulo", colunista da revista "Concerto", produtor e apresentador da Rádio Cultura FM, responsável pelos programas "Música Contemporânea", "O Que Há de Novo", CD da Semana e coluna diária no programa "Estação Cultura". Autor de "Pensando as músicas no século XXI" (Editora Perspectiva, 2017) e "Semana de 22 - Passado, Presente, Futuro" (ebook, junho/2022, Centro da Memória da Eletricidade), entre outros livros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

16/11/2022 a 30/11/2022

Dias e Horários

Quartas, 15h às 17h.

Curso Presencial

Inscrições a partir das 14h do dia 27/10, até o dia 16/11.
Enquanto houver vagas.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora