Atividades

As pontes e vínculos entre Brasil e Chile em perspectiva

Conferências e Seminários
Relações Brasil-Chile: cultura e política

Voltar para o início Relações Brasil-Chile: cultura e política

Programa

Os diálogos culturais do Brasil com o Chile, em meados do século XIX até os nossos dias, têm desenhado um arco de aproximações que no contexto globalizado e transnacional da atualidade, requerem revisões e releituras.

A despeito das diferenças de tamanho e de língua, esses dois países sem fronteiras físicas entre si, têm estabelecido vínculos que se projetam até os dias atuais por meio de múltiplas possibilidades, e que convém examinar à luz dos desafios do presente.

Machado de Assis e Guillermo Blest Gana, Visconde de Taunay e Diego Barros Arana, Thiago de Mello e Violeta Parra, Vinícius de Moraes e Pablo Neruda, Rubem Braga e Jorge Edwards, Cecilia Meireles e Gabriela Mistral, Revista Cruzeiro e Sergio Larraín, Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto, Antonio Candido e Ana Pizarro, são alguns dentre tantos outros artistas e intelectuais que estabeleceram laços profundos e profícuos.

O simpósio projetado para acontecer em dois momentos: um em 2019, sediado em São Paulo e outro, em 2020, sediado em Santiago do Chile, pretende dar a oportunidade de retomar algumas dessas pontes e adentrar em novas possibilidades de diálogos.

A iniciativa nesta primeira etapa é fruto da parceria entre a Universidade de São Paulo, a Universidade do Chile e o Sesc São Paulo, por meio de seu Centro de Pesquisa e Formação.

Programação:

Dia 19/8
14h às 14h30
Abertura Musical
Aline Gonçalves (sopros e voz), Cláudio Barría Mancilla (contrabaixo e voz), Bruno Danton (cordas dedilhadas e voz) e Tomas Rosati (percussão e voz).

Abertura Institucional
Danilo Santos de Miranda (Sesc SP), Laura Hosiasson (USP) e Alejandra Bottinelli (Univ. do Chile).

Mesa 1 | 14h30 às 16h30 | Ciências Sociais: Os anos CEPAL-FLACSO no Chile dos sessenta
A experiência de intelectuais brasileiros exilados no Chile durante a década de 1960 (CEPAL e FLACSO) é tema desta mesa, composta por protagonistas desse frutífero convívio, com depoimentos e avaliações na perspectiva do tempo.
Com Maria Hermínia Tavares, Rodrigo Baño e Fernando Henrique Cardoso.
Moderador: André Singer.

Mesa 2 | 17h às 19h | História cultural e política
Os processos históricos no Brasil e no Chile são abordados nesta mesa do ponto de vista de alguns dos movimentos políticos e manifestações culturais do século XX em diante.
Com Alberto Aggio, Paula Miranda, Ana Pizarro.
Moderadora: Gabriela Pellegrino Soares.

19h30 | Exibição do filme “Romance policial” (2015), do cineasta Jorge Durán.

20/8
14h | Abertura Musical
Aline Gonçalves (sopros e voz), Cláudio Barría Mancilla (contrabaixo e voz), Bruno Danton (cordas dedilhadas e voz) e Tomas Rosati (percussão e voz).

Mesa 3 | 14h15 às 16h15 | Cinema: Jorge Durán
O cineasta e roteirista chileno, Jorge Durán, reside no Rio de Janeiro desde 1973. Ele é responsável pelos roteiros de “Lúcio Flavio, o passageiro da agonia”(1997); “Pixote, a lei do mais fraco”(1981) e “O beijo da Mulher Aranha”(1984). Nesta mesa, especialistas conversam com o diretor sobre sua obra “Romance Policial”(2015) que estabelece laços diretos entre os espaços brasileiro e chileno.
Com Edgar Doll, Ignacio del Valle e Jorge Durán.
Moderador: Jaime Ginzburg.

Mesa 4 |16h30 às 19h | Literatura e Crítica Literária: Diálogos 
As literaturas chilena e brasileira em diálogo, abordadas através de diversos gêneros -narrativa, crônica e revistas literárias-, são objeto de reflexão e discussão nesta mesa.
Com Luis Alberto Brandão, Grinor Rojo, Alejandra Bottinelli, Matías Rebolledo.
Moderadora: Laura Janina Hosiasson.

*Haverá tradução Espanhol - Português - Espanhol

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Walter Cruz)

Palestrantes

Alberto Aggio

Alberto Aggio

Professor Titular de História da América na Universidade Estadual Paulista. Autor de “Uma nova cultura política”(2008) e “Qual é a identidade e a política do Cidadania?”(2019), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Alejandra Bottinelli

Alejandra Bottinelli

Professora de Literatura da Universidade do Chile. Autora de numerosos artigos em revistas especializadas entre os quais, “Un Chile americanista”(2018) e “Letrados: poder fundacional, escritura y política en el sur americanos”(2015).
(Foto: Acervo Pessoal)

Ana Pizarro

Ana Pizarro

Professora doutora aposentada da Universidade de Santiago do Chile e pesquisadora do Instituto de Estudios Avanzados (IDEA). Coordenou os três volumes “América Latina: Palavra, literatura e cultura”(1993) e publicou “De ostras y caníbales. Ensayos sobre la cultura latino-americana”(1994), entre outros.
(Foto: Laura Hosiasson)

André Singer

André Singer

Professor titular do Departamento de Ciência Política da USP. Autor de “Os sentidos do lulismo”(2012) e “O lulismo em crise”(2018), entre outros.
(Foto: Ricardo Stuckert CC 3.0)

Edgar Doll

Edgar Doll

Documentalista, crítico de cinema e professor da Escola de cinema da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Valparaíso do Chile.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso

Foi Presidente da República Federativa do Brasil por dois mandatos consecutivos (1995-2002). É membro da Academia Brasileira de Letras (RJ) e do Inter-American Dialogue (Washington, D.C). Professor Emérito da USP. Autor de “Dependência e desenvolvimento”(1970) em colaboração com o sociólogo Enzo Faletto, e “A miséria da política”(2015), entre outros.
(Foto: Acervo Fundação FHC)

Gabriela Pellegrino Soares

Gabriela Pellegrino Soares

Professora livre-docente de História da América Independente da Universidade de São Paulo e coordenadora do LEHA/USP (Laboratório de Estudos de História das Américas) e da equipe brasileira do projeto internacional, com universidades da França e dos Estados Unidos, "Dicionário de História Cultural Transatlântica (fim do séc. XVIII ao séc. XXI)" [FAPESP/ Agence Nationale de la Recherche (ANR)/ University of Berkeley]. É autora, entre outros, de “Semear horizontes: uma história da formação de leitores na Argentina e no Brasil” (1915-1954) (UFMG, 2007), e com Maria Ligia Coelho Prado, do livro “História da América Latina” (Contexto, 2014).
(Foto: Acervo Pessoal)

Grinor Rojo

Grinor Rojo

Professor Titular da Universidade do Chile, Diretor do CECLA, Centro de Estudios Culturales Latinoamericanos. Dirige, junto com Carol Arcos, o projeto “Historia Crítica de la Literatura Chilena, em cinco volumes” (2017,2018...) e publicou “De las más altas cumbres. Teoría crítica latino-americana moderna”(2012), entre outros.
(Foto: Laura Hosiasson)

Ignacio del Valle

Ignacio del Valle

Professor de cinema latino-americano da Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Autor de “Cámaras en trance”(2014), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Jaime Ginzburg

Jaime Ginzburg

Professor associado da Universidade de São Paulo. Atualmente coordena o Grupo de pesquisa Literatura e cinema no Brasil contemporâneo. Autor de “Literatura, violência e melancolia”(2013) e “Crítica em tempos de violência”(2012).
(Foto: Acervo Pessoal)

Jorge Durán

Jorge Durán

Diretor, roteirista e produtor de cinema. Seus filmes e roteiros têm recebido prêmios em festivais nacionais e internacionais. Dirigiu “Proibido Proibir” (2007) e “Não se pode viver sem amor” (2010) que foram realizados em co-produção com o Chile.
(Foto: Acervo Pessoal)

Laura Janina Hosiasson

Laura Janina Hosiasson

Professora associada da disciplina de Literatura Hispano-americana na Universidade de São Paulo. Autora de “Nação e imaginação na guerra do Pacífico”(2012), “Anseio e sonho na prosa de María Luisa Bombal” ( 2013), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Luis Alberto Brandão

Luis Alberto Brandão

Escritor, professor Titular da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais. Publicou “Teorias do Espaço Literário”(2014) e “Chuva de Letras”(2011), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Maria Hermínia Tavares

Maria Hermínia Tavares

Professora Titular aposentada do Depto. de Ciências Políticas da Universidade de São Paulo e do Instituto de Relações Internacionais.  Atualmente, é pesquisadora senior do Cebrap. Autora de “São Paulo, crescimento e pobreza”(1976) e “Crise econômica e interesses organizados”(1997), entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Matías Rebolledo

Matías Rebolledo

Professor de Literatura na Universidade do Chile. Autor de numerosos artigos em revistas especializadas, entre os quais, “Representación de la violencia y la marginalidad en el discurso de Cidade de Deus”(2015) e “Eles eram muitos cavalos y las búsquedas del realismo actual”(2018).
(Foto: Acervo Pessoal)

Paula Miranda

Paula Miranda

Professora Associada da Faculdade de Letras da Pontificia Universidad de Chile. Autora de “Violeta Parra em el Wallmapu. Su encuentro con el canto mapuche”(2017), entre outros.
(Foto: Cuatro)

Rodrigo Baño

Rodrigo Baño

Professor Titular de sociologia da Universidade do Chile. Autor de “Lo social y lo político. Un dilema clave del movimiento popular”(1985) e “Estructura social y estilo de desarrollo”(1990), em colaboração com o sociólogo Enzo Faletto, entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

19/08/2019 a 20/08/2019

Dias e Horários

19/8, Segunda, 14h às 21h30.
20/8, Terça, 14h às 19h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de julho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira

Inscreva-se agora