Atividades

A dimensão histórica do retrato, a estética da encenação e o autorretrato na contemporaneidade

Contextos
Retrato em fotografia: culto e cultura da imagem

Voltar para o início Retrato em fotografia: culto e cultura da imagem

Programa

Centrado no retrato em fotografia e com perfil teórico-prático, o curso abordará sua elaboração, particularmente em meio eletrônico, e envolverá questões relativas à encenação da representação e à temporalidade da imagem.

Uma apresentação sobre a presença do retrato, por extensão do autorretrato, no contemporâneo, apoiada numa análise de seus fundamentos, dos modos de construção da imagem e dos procedimentos de difusão, através de uma série histórica de exemplos em fotografia e pintura, compõe a parte teórica.
Em complemento, haverá um exercício facultativo de retrato a ser feito pelos participantes e utilizando a fotografia digital, seguido de apreciação e debate.

O retrato permanece um tema clássico da figuração na fotografia e na pintura, da qual a fotografia absorveu conceitos e aproximações, e reciprocamente exerceu sua influência. Considerando que essa vertente da representação tem uma extensa e variada gama de formulações, o curso adota um viés particular, qual seja tratar da questão do retrato em fotografia, sobretudo, face aos meios eletrônicos de geração e de veiculação de imagens.

Na atualidade acelerada - os tempos hipermodernos enunciados por Gilles Lipovetsky - celebra-se o indivíduo, seu universo pessoal e sua projeção nos coletivos, e que convive com o revigoramento de movimentos locais, regionais e nacionais com as mais diversas reivindicações políticas, religiosas e étnicas. Nesse quadro o retrato ganha atenção e espaço, seja por articular a afirmação de uma identidade e angariar uma identificação, imersas em práticas sociais e vertentes psicológicas.

Pela via fotográfica, o retrato tornou-se mais acessível como prática expressiva e ação reflexiva, submetendo-se assim à dinâmica conceitual do meio, sua historicidade e seu regime temporal. Nesse sentido, saliente-se o papel da fotografia instantânea, isto é, com processamento rápido e imediato (conhecida pela marca Polaroid), em que a retroalimentação se incorpora ao par criação-produção.

O advento e crescente propagação da imagem digital vêm modificando a dinâmica da criação-produção em fotografia, em que a pressão do imediato se faz mais presente, e mais além, afetando os procedimentos de distribuição e de interpretação.

No âmbito do curso sublinha-se o prisma da encenação e do personagem, partindo da maneira como Roland Barthes situa a questão do retrato na Fotografia: "a foto-retrato é um campo de forças fechado. Aí se cruzam, se confrontam e se deformam quatro imaginários.

Perante a objetiva, eu sou simultaneamente aquele que julgo ser, aquele que eu gostaria que os outros julgassem que eu fosse, aquele que o fotógrafo julga que sou e aquele de quem ele se serve para exibir sua arte" [1], e em adição, a obsessão pela fotografia, através da relação artista e modelo, contada por Italo Calvino [2].

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Carlos Fadon)

Palestrantes

Carlos Fadon Vicente

Carlos Fadon Vicente

Sua formação compreende doutorado em artes visuais pela Universidade de Évora e mestrado em arte e tecnologia pela School of the Art Institute of Chicago.
(Foto: Autorretrato)

Bibliografia

[1] Barthes, Roland. A câmara clara: nota sobre a fotografia. Lisboa: Edições 70, 1981, p. 29.

[2] Calvino, Italo. A aventura de um fotógrafo. In: Os amores difíceis. São Paulo: Companhia das Letras, 1992, pp. 51-64.

Data

22/05/2019 a 12/06/2019

Dias e Horários

Quartas, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de Abril, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira