Atividades

Reconfigurações na prática científica e política

Conferências e Seminários
Seminário Ciência Cidadã e Inovação Social

Voltar para o início Seminário Ciência Cidadã e Inovação Social

Programa

A emergência de práticas científicas com ampliada colaboração e heteroneidade nos seus modos de produção são acompanhas do surgimento de novos atores cognitivos e políticos que no seu fazer constituem relevantes experimentos de reinvenção política e cidadã.

Novas composições entre ciência, tecnologia, sociedade, natureza e democracia são experimentadas.

Nesse sentido a ideia de “ciência cidadã” cria outras dinâmicas entre ciência e política, ampliando e transformando o campo das práticas, das disciplinas e das instituições de produção de conhecimento cientifico, ao mesmo tempo em que engendra formas renovadas de ação política.

Os arranjos sociais e tecnológicos para tornar possível essa combinação simétrica de diferentes conhecimentos constituem importantes laboratórios de inovação social e cidadã, seja na produção de um conhecimento mais robusto ou na busca de soluções mais sustentáveis e solidárias para problemas comuns.

Se os laboratórios transbordaram a ciência, e se mundo tornou-se um laboratório em escala planetária, quais as composições e tensões emergentes entre universidade e sociedade, ciências, humanidades, tecnologias e democracia?

Programa

10/6
Das 10h às 13h - Mesa 1: Ciência cidadã, Tecnologias e Inovação Social: reconfigurações na prática científica e na ação política
Através de práticas mais abertas, colaborativas e simétricas na produção de conhecimento científico entre diferentes atores, quais as novas composições entre ciência, tecnologia e sociedade? Que outras práticas e sentidos podemos vislumbrar para essa tríade? Inovação social, laboratórios cidadãos, democracia tecnológica, tecnologias sociais e…?
Com  Antonio Lafuente e Tatiana Roque.
Mediador: Antonio Celso Cavalieri.

15h às 18h - Mesa 2: Transbordamentos disciplinares e relação Universidade-Sociedade.
As multiplicidade de práticas, espaços e de novos atores na produção de conhecimentos tensionam os limites, as fronteiras e as identidades de cientistas experts e os diversos públicos, criando novas demandas e possibilidades para as instituições científicas e universitárias existentes: outras ciências, outras universidades?
Com Sarita Albagli e Sergio Biron.
Mediador: Gustavo Torrezan.

11/6
10h às 13h - Mesa 3: (In)flexões sobre inovação e desenvolvimento: ambiente, tecnologia e sociedade.
Aprender a viver juntos, de forma aberta, sustentável, democrática e autogestionária é um desafio que se coloca no mundo de hoje. Esta mesa discute as perspectivas que atrelam inovação e desenvolvimento considerando a importância da sustentabilidade socioambiental.
Com Ronaldo Cristofoletti e Felipe Fonseca.
Mediador: Laureana Stelmastchuk.

15h às 18h - Mesa 4: Cooperação entre saberes.
A criação de novos arranjos sociotécnicos, laboratórios e observatórios são experiências relevantes para infraestruturar e dar consistência para as novas práticas de produção de conhecimento e ação política. Saberes situados, corporificados, territorializados promovem a criação de outras técnicas, tecnologias e dispositivos políticos alternativos.
Com Vagner do Nascimento e Isabela Souza.
Mediador: Henrique Parra.

Este seminário é uma realização conjunta com Pimentalab (Laboratório de Tecnologia, Política e Conhecimento – Unifesp) e Festival Tropixel.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Arte: Projeto Safe CastCC 4.0)

Palestrantes

Felipe Fonseca

Felipe Fonseca

Pesquisador diletante, artista bissexto e nomeador compulsivo. Diretor do UbaLab, em Ubatuba/SP. Coordena o ninho.social - centro de cultura e ciência. Curador e produtor do Festival Internacional Tropixel - Arte, Ciência, Tecnologia e Sociedade. Mestre em Divulgação Científica (Labjor/Unicamp).
(Foto: Acervo Pessoal)

Gustavo Torrezan

Gustavo Torrezan

É artista visual. Mestre em educação e doutor em poéticas visuais pela Unicamp. É pesquisador no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em São Paulo.
(Foto: Dino Moura)

Antonio Celso Cavalieri Lins de Souza

Antonio Celso Cavalieri Lins de Souza

É Licenciado em Física pela Unicamp, mestrando no programa de Energia, no tema “Ciência Cidadã e Biodigestores”. É Educador de ciência e tecnologias aberta e cidadã. Trabalha há 10 anos como educador no Sesc São Paulo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Antonio Lafuente

Antonio Lafuente

É pesquisador no Centro de Ciências Humanas e Sociais do Conselho Superior de Investigações Científicas da Espanha. Suas pesquisas refletem sobre a relação entre tecnologia e bens comuns, propriedade intelectual em ciência cidadã, governança, conhecimento aberto, participação, democracia técnica e cultura científica. É consultor no Media Lab Prado de Madrid, Espanha.
(Foto: Acervo Pessoal)

Henrique Zoqui Martins Parra

Henrique Zoqui Martins Parra

É sociólogo e professor da Universidade Federal de São Paulo, onde coordena o Pimentalab – Laboratório de Tecnologia, Política e Conhecimento. Atualmente, dedica-se a investigar e desenvolver práticas de pesquisa-situada em temas relacionados à tecnopolítica, a ciência cidadã e a política do Comum.
(Foto: Acervo Pessoal)

Isabela Souza

Isabela Souza

É doutoranda em Geografia pela UFF, mestre em planejamento urbano e regional pela UFRJ, tem MBA em Gestão de Projetos pelo IBMEC - RJ e é Bacharel em Turismo pela UNIRIO. Nasceu e cresceu na Maré e desde 2011 integra o quadro da OSCIP Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. Atualmente é diretora da organização.
(Foto: Acervo Pessoal)

Laureana Stelmastchuk

Laureana Stelmastchuk

Graduada em Farmácia e mestrado em Biotecnologia. Atualmente desenvolve sua pesquisa de doutorado no Instituto de Física de São Carlos (USP) sobre hardware livre.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ronaldo Cristofoletti

Ronaldo Cristofoletti

Professor de ciências do mar e comunicação científica na UNIFESP. Atua na interface entre ciência – políticas públicas – sociedade. Atualmente desenvolvendo a Ciência Cidadã como ferramenta de engajamento e cidadania na zona costeira, em parceria com o British Council.
(Foto: Acervo Pessoal)

Sarita Albagli

Sarita Albagli

Pesquisadora do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - IBICT e do CNPq. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação/IBICT-UFRJ. Coordena Programa de Pesquisa em Ciência Aberta e Inovação Cidadã, com diversas publicações sobre o tema. Editora da Liinc em Revista.
(Foto: Acervo Pessoal)

Sergio Bairon

Sergio Bairon

É livre docente na Escola de Comunicações e Artes da USP. Pós-doutor em semiótica pela PUC e em Comunicação e Humanidades pela Freie Universität Berlin, Alemanha. Doutor em ciências pela USP. Suas pesquisas recentes envolvem a produção partilhada de conhecimento. É lider do CEDIPP - Centro de Comunicação Digital e Pesquisa Partilhada.
(Foto: Acervo Pessoal)

Tatiana Roque

Tatiana Roque

É matemática, filósofa e professora da UFRJ. Foi presidente do sindicato docente da UFRJ e coordenou a campanha Conhecimento sem Cortes. É autora do livro História da Matemática: uma visão crítica, desfazendo mitos e lendas (Zahar, 2012).
(Foto: Acervo Pessoal)

Vagner do Nascimento

Vagner do Nascimento

É quilombola do quilombo campinho da independecia/ Paraty/RJ. Desde 1998 compõe a diretoria da Associaçao de Moradores do Quilombo do Campinho (AMOQC), sendo presidente desde 2003. Fundador e atual coordenador do Forum de comunidades tradicionais, criado em 2007. Além de coordenar desde 2010 o observatorio de territorios sustentaveis e saudaveis da bocaina (OTSS), um projeto do FCT em parceria com a Fiocruz.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

10/06/2019 a 11/06/2019

Dias e Horários

Segunda e Terça, 10h às 18h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de Maio, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 4,50 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 7,50 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 15,00 - inteira

Inscreva-se agora