Atividades

Carla Cristina Garcia, Fabio Mariano e outros

Seminário Necropolítica: Políticas de Morte

Voltar para o início Seminário Necropolítica: Políticas de Morte

Programa

O Seminário tem por objetivo propor a discussão em torno do que chamamos de políticas da morte que ocorrem sob a tutela do estado. Se por um lado nos cabe discutir essas questões sob a ótica do conceito e da perpetuação de uma prática macro que ocorre no cotidiano das nossas cidades, por outro cabe destacar quais são os sujeitos que têm sido sistematicamente atingidos por essa política - lgbts, mulheres, população negra e indígenas.
  
Organizações não-governamentais, movimentos sociais, coletivos, associações e outros organismos tem sido enfáticos às denúncias a respeito das constantes violações investidas contra esses sujeitos.  Invisibilizados, subalternizados, estigmatizados, esses grupos são destacados de maneira semelhante ao quadro apresentado pela pensadora estadunidense Judith Butler como vidas precárias.
 
O intelectual camaronês Achille Mbembe, a partir da proposta teórica de M. Foucault em que destaca o exercício do poder estatal sobre corpos e vidas, têm afirmado, ao se afastar das formas tradicionais de definição do termo, que a questão da Soberania do estado é ampla e largamente utilizada não só para apresentar e retratar o poder estatal em relação as questões limítrofes sócio-espaciais, mas também para falar da disposição do estado em se utilizar desse poder para decidir sobre "quem deve viver e quem deve morrer".

Assim, utiliza-se do conceito de Necropolítica para retratar a atuação do estado e, por consequência, quais dentre os seus sujeitos e grupos irão viver e morrer.

Cronograma
05/04 - Políticas de Morte - Mediador: Professor Me. Fábio Mariano
14h30 - A morte em Foucault e Agamben - Professor Dr. Marcos Nalli - Universidade Estadual de Londrina (UEL).
15h00 - Necropolítica em Achille Mbembe - Prof Dr. Renato Noguera - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro .
15h30 - Perguntas dos participantes.
16h00 - Coffee Break.
16h30 - O corpo e a morte - Profa. Dra. Christine Greiner - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
17h00 - O Estado e a Morte - Allyne Andrade - IBCCrim.
17h30 - Perguntas dos participantes.
18h00 - Encerramento.

06/04 - Vidas precárias - Mediadora: Profa Dra. Carla Cristina Garcia
14h00 - LGBTs - Renan Quinalha e Helena Vieira.
14h40 - População Negra - Juliana Borges.
15h20 - Mulheres - Ana Paula Portella e Monique Prada.
16h00 - Coffee Break.
16h30 - Indígenas - Gersem Baniwa.
17h10 - Perguntas dos participantes.
18h00 - Encerramento.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

Palestrantes

Allyne Andrade

Allyne Andrade

Advogada, mestra e doutora em Direito pela USP, especialista em Teoria Crítica Racial pela UCLA. Atualmente é superintendente adjunta do Fundo Brasil.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ana Paula Portella

Ana Paula Portella

Doutora em Sociologia, pela UFPE, mestra em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães/Fiocruz. Possui graduação em Psicologia pela PUCcamp. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Violência, Criminalidade e Políticas Públicas de Segurança da UFPE.
(Foto: Acervo Pessoal)

Andreia Beatriz Silva dos Santos

Andreia Beatriz Silva dos Santos

Graduada em Medicina pela UFCSPA e mestra em Saúde Coletiva pela UEFS. Atualmente é médica na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e professora da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Carla Cristina Garcia

Carla Cristina Garcia

Doutora em Ciências Sociais pela PUC/SP, com pós-doutorado pelo Instituto José Maria Mora (México). É professora da PUC-SP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Christine Greiner

Christine Greiner

Professora da PUC-SP. Há dez anos, vem traduzindo a obra de Kuniichi Uno (livros, artigos e conferências) e compartilhado com ele, seminários e cursos. É autora dos livros Butô, pensamento em evolução, Leituras do Corpo no Japão; e Fabulações do Corpo Japonês, entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fabio Mariano

Fabio Mariano

Doutorando em Ciências Sociais pela PUC-SP. Bacharel e mestre em Direito pela PUC-SP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Gersem Baniwa

Gersem Baniwa

Mestre e doutor em Antropologia Social pela UnB. Membro do Conselho Nacional de Educação. Coordenador-fundador do Observatório de Direitos Indígenas. Professor da UFAM.
(Foto: Acervo Pessoal)

Helena Vieira

Helena Vieira

Escritora e ativista transfeminista. Graduada em Gestão de Políticas Públicas pela USP.

Marcos Nalli

Marcos Nalli

Mestre em educação pela UEM.  Doutor em Filosofia pela Unicamp. Professor da Universidade Estadual de Londrina.
(Foto: Acervo Pessoal)

Renan Quinalha

Renan Quinalha

Professor de Direito da Unifesp, advogado e ativista no campo dos direitos humanos. Professor visitante na Unicamp (2018). Coorganizou as obras "Ditadura e Homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade" (EdUFSCar, 2014) e "História do Movimento LGBT no Brasil" (Alameda, 2018).
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

05/04/2018 a 06/04/2018

Dias e Horários

Quinta e Sexta, 14h às 18h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 22 de março às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira