Atividades

A contribuição fundamental do pensamento de Celso Furtado, planos para o Brasil, ontem e hoje.

Autografias
Três vezes Celso Furtado

Voltar para o início Três vezes Celso Furtado

Programa

Celso Furtado morreu em novembro de 2004, nestes dez anos moveu-me o propósito de levar sua herança intelectual aos mais jovens, essa transmissão tem passado, em primeiro lugar, por novas edições de suas obras. Foi com este intuito que Rosa Freire trabalhou na organização dos livros “Obra autobiográfica” (Companhia das Letras, 2014), na qual reuniu num só volume os três livros de memórias de Celso, escritos entre 1985 e 1991; “Essencial Celso Furtado” (Penguin/Companhia das Letras, 2013), na qual explorou um novo enfoque que consistiu em dar peso semelhante, na obra do autor, ao pensamento econômico e político, a suas concepções sobre cultura e ciência, e ao eixo biográfico, que ocupa lugar de destaque nesse conjunto; e “Anos de formação 1938-1948” (Contraponto/Centro Celso Furtado, 2014), no qual reuniu textos da juventude de Celso, quase todos inéditos ou há muito inacessíveis. É sobre esse trabalho de transmissão de memória intelectual que a organizadora das obras trata nesta palestra.


(Foto ilustrativa: Rosa F. d'Aguiar)

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do inicio da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Data

14/05/2015 a 14/05/2015

Dias e Horários

Quinta, 19h30 às 21h30.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 
4º andar do prédio da FecomércioSP 
Bela Vista - São Paulo/SP
 

Valores

Grátis.

Inscreva-se agora