Atividades

Ciclo aborda os usos da moda como forma de abordar as questões raciais

Em debate: 130 anos de abolição/ebulição!
A moda como estratégia de visibilidade étnico-racial

Voltar para o início A moda como estratégia de visibilidade étnico-racial

Programa

O presente ciclo de palestras tem por objetivo colocar em questão as representações e o espaço ocupado pelos negros e pela cultura afro no campo da moda.

Assim pretende-se questionar, entre outros:
a) De que modo as desigualdades sociais vivenciada pela população negra se reproduzem no mundo da moda?
b) Uma vez que a moda se apropria com frequência de elementos provenientes da cultura afro-brasileira isso se reflete de alguma maneira no espaço reservado aos negros em espaços privilegiados da moda como as semanas de moda ou as marcas de luxo?
c) Como a cultura popular utiliza elementos das culturas africanas em suas produções e qual a importância desses usos?
d) Considerando que a rua e as periferias passaram, pelo menos desde os anos 1960 a servir de referência para a moda, qual o papel das marcas de moda geradas nas periferias por e para jovens negros?

20/06 - Geração tombamento e Afrofuturismo: Moda como estratégia de resistência às violências de gênero e raça no Brasil.
Com Ana Paula Medeiros T. dos Santos, Mestra em Tecnologia pela UTFP.

20/06 - Tá na cabeça, tá na web! Significados simbólicos e historicidade do uso do turbante no Brasil.
Com Dulci Lima, doutoranda em Ciências Humanas e Sociais na UFABC. Pesquisadora em Ciências Sociais e Humanas no SESC-SP.

21/06 - Os figurinos do filme Pantera Negra
Com Vanessa Lambert, professora da UFJF. Graduação, mestrado e doutorado em Artes Visuais pela UNESP.

21/06 - O axé nas roupas
Com Hanayrá Negreiros, mestra em Ciências da Religião pela PUC-SP.

22/06 - Moda, música e consumo: o Hip-hop, o funk e as identidades masculinas da periferia para o centro
Com Maria Eduarda Araújo Guimarães, doutora em Ciências Sociais pela Unicamp, professora do Centro Universitário Senac.

22/06 - Apontamentos sobre invisibilidades: onde estão os negros no campo da moda?
Com Maria Claudia Bonadio, professora do Instituto de Artes e Design da UFJF. Doutora em História pela Unicamp.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Crédito: Divulgação)

Palestrantes

Maria Claudia Bonadio

Maria Claudia Bonadio

Professora do Instituto de Artes e Design da UFJF. Doutora em História pela Unicamp.
(Foto: Acervo Pessoal)

Dulci Lima

Dulci Lima

Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, doutoranda em Ciências Humanas e Sociais na UFABC e Pesquisadora de Ciências Sociais e Humanas do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.
(Foto: Acervo Pessoal)

Vanessa Raquel Lambert

Vanessa Raquel Lambert

Professora Assistente na área de Artes Gráficas na Universidade Regional do Cariri (CE). Graduação, mestrado e doutorado em Artes Visuais pela UNESP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ana Paula Medeiros T. dos Santos

Ana Paula Medeiros T. dos Santos

Mestra em Tecnologia pela UTFP.

Maria Eduarda Araújo Guimarães

Maria Eduarda Araújo Guimarães

Doutora em Ciências Sociais pela Unicamp, professora do Centro Universitário Senac.

Hanayrá Negreiros

Hanayrá Negreiros

Mestra em Ciências da Religião pela PUC-SP.
(Crédito: Isabela Araújo)

Data

20/06/2018 a 22/06/2018

Dias e Horários

Segunda a Sexta, das 14h às 18h30.
As inscrições podem ser feitas a partir de 24 de maio às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira