Atividades

Como artistas podem atuar em um território cindido?

Perspectivas
Artivismos e Arquiteturas Possíveis no Polo Cultural da Luz (SP)

Voltar para o início Artivismos e Arquiteturas Possíveis no Polo Cultural da Luz (SP)

Programa


Como articular manifestações culturais com cidadania, direitos e inclusão social em um território marcado por graves problemas sociais e pela existência de equipamentos culturais monumentais, de forte apelo midiático, focados em manifestações culturais de tradição erudita? Que tipo de espaço físico/edificação pode acolher atividades de criação em uma região cuja paisagem é marcada por referências históricas? Como artistas podem atuar em um território cindido, aproximando realidades distintas, formando público e propondo novas relações socioespaciais? É possível construir alguma urbanidade diante da realidade existente na região da Luz/Santa Efigênia/ Campos Elíseos? Neste ciclo, com curadoria e mediação de Herta Franco, estas questões serão abordadas por artistas e especialistas que atuam na região da Luz/Santa Efigênia, contando suas experiências sobre a arquitetura, espaço público e artes no território da Luz. 

 

08/06/2018- Patrimonialização do território e a questão da habitação social

Com Herta Franco

Com Simone Gatti

 

15/06/2018- Artes, territórios e o direito à cidade

Com Paulo Faria

Com Cristiano Viana e Ricardo Paes Carvalho

Mediação Herta Franco

 

22/06/2018- Artes, territórios e o direito à cidade

Com Marcos Felipe

Com Rafael Vicente Ferreira

Mediação Herta Franco

 

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.

centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

 

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

 



 


 

Palestrantes

Paulo Faria

Paulo Faria

Artista, diretor teatral e fundador da companhia Pessoal do Faroeste, que recebeu o Prêmio Shell na categoria Inovação pelo trabalho de ocupação e intervenção social e artística que contribui para transformação e revitalização urbana da região da Luz. (Foto: Acervo pessoal)

 

Herta Franco

Herta Franco

Doutora pela FAU-USP. É professora de História da Arte e da Arquitetura e pesquisadora na área de patrimônio cultural. Foi professora visitante na Université Paris1- Sorbonne e na Universidade de Évora (Portugal). 
(Crédito: Acervo Pessoal)

Simone Gatti

Simone Gatti

Arquiteta e urbanista doutora pela FAU/USP. Atualmente é professora de Planejamento Urbano e pós-doutoranda na FAU/USP. Representa o IABSP na Comissão Executiva da Operação Urbana Centro, da Prefeitura Municipal de São Paulo.
(Créditos: Acervo Pessoal)

Cristiano Viana

Cristiano Viana

Integrante da Casa Rodante (2014- 2017), uma experiência afetiva e artística de ocupação e intervenção no espaço comum na região da Luz, território do Programa "De Braços Abertos". 
(Crédito: Acervo Pessoal)

Ricardo Paes Carvalho

Ricardo Paes Carvalho

Integrante da Casa Rodante (2014- 2017), uma experiência afetiva e artística de ocupação e intervenção no espaço comum na região da Luz, território do Programa "De Braços Abertos". 
(Crédito: Acervo Pessoal)

Marcos Felipe

Marcos Felipe

Ator da Companhia Mungunzá de Teatro. Com objetivo de (re) pensar as dinâmicas artísticas e arquitetônicas, em 2016 a companhia iniciou o processo de construção do Teatro de Contêiner Mungunzá, espaço cultural feito com onze contêineres instalado na região da Santa Ifigênia.
(Créditos: Acervo Pessoal).

Rafael Vicente Ferreira

Rafael Vicente Ferreira

Ator, teatrista, dramaturgo, roteirista, professor e escritor. Formado em dramaturgia pela Faculdade de Artes Cênicas da ECA/USP. Membro do Coletivo DAR (Desentorpecendo a Razão).  Fundador do Coletivo de Galochas, do qual faz parte desde 2010.

(Créditos: Acervo Pessoal)

Data

08/06/2018 a 22/06/2018

Dias e Horários

Sextas, das 19h30 às 21h30

As inscrições podem ser feitas a partir de 24 de maio às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira