Atividades

Letras de músicas do universo caipira, aspectos musicais e filosóficos

Contextos
Consolações da viola: filosofia matuta e música caipira

Voltar para o início Consolações da viola: filosofia matuta e música caipira

Programa


Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.

centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

O que a moda de viola e Nietzsche tem em comum? Quais os paralelos entre um acorde de viola caipira e o pensamento de Schopenhauer? O que Gilles Deleuze tem a ver com as duplas caipiras? O que o caipira tem a dizer para o homem de letras e erudito? Essas e outras questões serão abordadas e  debatidas no curso "As Consolações da Viola: A Filosofia Matuta e a Música Caipira.

A música, no Brasil, cumpre funções que vão muito além do entretenimento e da diversão. País musical por excelência, a música também propicia um campo privilegiado de reflexões sociológicas, antropológicas e filosóficas. É possível pensar a história do Brasil e questões relevantes do pensamento social usando a música, letras e sonoridades, como rico espaço de produção conceitual.

A música caipira, em especial,  possui,  em sua história, aspectos de pensamento e reflexão sofisticados, que nos abre  um vasto campo de pesquisa capaz de abordar conceitos, conhecimentos e sabedorias. Suas letras mostram a trajetória e o mundo do homem do campo, a simplicidade e a riqueza da natureza, formas de relacionamento com o mundo na forma de parábolas, causos e narrativas.

O cantador, atrás da sua aparente simplicidade, esconde uma grandeza  musical e existencial por vezes complexa.  Com isso, o curso pretende proceder a análises não apenas técnicas, mas principalmente filosóficas.. Podemos, então, nessa direção, dizer que na música caipira se estabelece princípios de uma verdadeira "filosofia matuta" , na qual a sabedoria, por vezes, tem mais validação que o conhecimento.

Conteúdo:
1. Brasil: um país musical
A força da música e da canção na cultura brasileira.
A música como espaço de reflexão social, politica e filosófica.

2. Aproximações: viola, cultura caipira e filosofia
Conhecimento e Sabedoria: diferenças e aproximações.

3. Temas abordados pela música caipira
Sabedoria, saudade, solidão, amizade, religiosidade, tempo, humor, princípios morais para várias situações de vida.

4. O violeiro como personagem e a viola como entidade
A cultura caipira como sabedoria de vida

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Palestrantes

Jair Marcatti

Jair Marcatti

Sociólogo e historiador, professor do curso da ESPM. Atualmente faz a curadoria do projeto Imagens do Brasil Profundo, na Biblioteca Mario de Andrade.

(Foto: Acervo Pessoal)

Sidnei de Oliveira

Sidnei de Oliveira

Músico, compositor e instrumentista. Atualmente é doutorando em Filosofia. Realizou doutorado sanduiche na Universidade de Leipzig - Alemanha no período de Maio de 2014 a Abril de 2015 (pesquisa relacionada à filosofia da música). 
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

18/07/2017 a 21/07/2017

Dias e Horários

Terça a Sexta, das 19h30 às 21h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 27 de junho às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora